A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, março 09, 2004

ARMAZÉNS VÃO PRECISAR DE CERTIFICAÇÃO

Proprietários de armazéns que operam com produtos agropecuários vão precisar ter suas unidades certificadas pelo governo para atuar no setor. Na próxima semana, será publicada no Diário Oficial da União portaria interministerial que cria um grupo de trabalho responsável pela normatização do novo procedimento.
A equipe vai definir os critérios técnicos, operacionais e os documentos necessários para o exercício de guarda e conservação de produtos agropecuários de terceiros. A certificação é uma exigência da Lei de Armazenagem (9.973/00), que criou o Sistema de Certificação de Unidades Armazenadoras de Produtos Agropecuários. Até a entrada em vigor da lei, apenas os armazéns que operavam com o governo precisavam seguir parâmetros técnicos.
O grupo de trabalho é formado por membros do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e instituições ligadas ao setor da armazenagem. "Com o novo procedimento, vamos ter maior segurança na qualidade dos produtos prestados", avalia Pedro Beskow, coordenador do grupo. Os membros têm 180 dias, renováveis por igual período, para propor os parâmetros, que precisarão ser aprovados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Também vão estabelecer o prazo em que a nova regra entra em vigor.
Segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) existem atualmente no País 13,7 mil unidades armazenadoras, com capacidade total de 94 milhões de toneladas de grãos. Com os parâmetros definidos, os armazéns vão precisar se certificar junto às instituições credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro). A coordenação geral do sistema será do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - DIVISÃO DE IMPRENSA
FONES (61) 218-2203/2204/2205 - FAX: 322-2880

Nenhum comentário:

Arquivo do blog