A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quarta-feira, junho 26, 2019

Newsletter CNC - 25 e 26/06/2019


Newsletter CNC - 25 e 26/06/2019
Especialistas discutem os rumos do setor cafeeiro mundial
WCPF 2019 - Maior evento da cafeicultura global, II Fórum Mundial de Produtores de Café acontecerá em Campinas no mês de julho. Saiba mais

"Brazil. The Coffee Nation" potencializa negócios com café especial na Europa
P1 / Ascom BSCA - Projeto realizou ações na Alemanha, Espanha e Polônia. Juntas, atividades podem render US$ 31,9 milhões. Saiba mais

Cooxupé investe em megaestrutura de granelização de café
Campo & Negócios - São 180 silos metálicos que, juntos, podem armazenar o equivalente a 270 mil sacas de café beneficiado. Saiba mais

OIT reconhece cooperativas como geradoras de trabalho decente
Ascom OCB - Como responsáveis por proporcionar emprego a 10% da população mundial empregada, as cooperativas são atores cruciais para a construção de um futuro melhor. Saiba mais

Cepea: preço do café arábica sobe mais de R$ 27 por saca em sete dias
Cepea/Esalq USP - Os preços domésticos do café arábica subiram significativamente nos últimos dias, impulsionados pela expressiva recuperação externa e pelo avanço do dólar. Saiba mais

Colheita do café robusta 2019/20 já passa da metade, informa Cepea
Agência Estado - O clima firme das últimas semanas tem auxiliado o andamento da colheita da safra brasileira. Saiba mais

Café: Somar descarta risco de geadas no Brasil nesta e na próxima semana
Agência SAFRAS - Massa polar do Rio Grande do Sul, que derruba as temperaturas, não tem força para chegar nas regiões produtoras de café. Saiba mais

Colheita da safra 2019 de café conilon em Rondônia chega a 75%
Agência SAFRAS - Trabalhos se aproximam do final com o clima seco e quente, que caracteriza o Estado nesta época do ano, acelerando a cata. Saiba mais

Deral: colheita da safra 2019 de café chega a 59% no Paraná
Agência SAFRAS - 83% das lavouras estão em boas condições, 15% em condições médias e 2% em situação ruim, divididas entre as fases de frutificação (12%) e maturação (88%). Saiba mais

Secex: exportações de café chegam a 2,040 milhões de sacas em junho
Agência SAFRAS - Receita obtida alcança US$ 233,20 milhões; preço médio fica em de US$ 114,30 por saca. Saiba mais

PM reforça operação na zona rural por causa da safra de café
Portal Caparaó - Maior efetivo e equipes armadas com fuzil, armamentos de alta energia, foram deslocadas para que realizem o patrulhamento em toda a área rural. Saiba mais

Assistência técnica voltada para a cafeicultura mineira é destaque na Colômbia
Ascom Emater-MG - Emater-MG demonstrou experiência de Minas Gerais na certificação de cafés de qualidade. Saiba mais

Cafés vencedores do concurso da Emater-MG chegam às prateleiras
Ascom Emater-MG - Produtores do Sul de Minas, Cerrado e Matas de Minas terão seus cafés comercializados em rede supermercadista. Saiba mais

Café é o novo vinho
Paladar / Estadão - Processos fermentativos podem produzir cafés com aromas e sabores muito interessantes. Saiba mais
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101 - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: imprensa@cncafe.com.br

      


“Brazil. The Coffee Nation” potencializa negócios com café especial na Europa


"Brazil. The Coffee Nation" potencializa negócios com café especial na Europa

Projeto realizou ações na Alemanha, Espanha e Polônia. Juntas, atividades podem render US$ 31,9 milhões


Entre 6 e 8 de junho, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), como ação do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", potencializaram negócios com cafés especiais do país em Berlim, na Alemanha, durante a World of Coffee, principal feira do setor cafeeiro europeu, que contou com público superior a 12 mil pessoas este ano.

Os empresários nacionais presentes realizaram cerca de 1.500 contatos comerciais com profissionais da cadeia de valor do café de Alemanha, Holanda, Inglaterra, EUA, Itália, França, Rússia, Polônia, Bulgária, Suíça, Espanha, Finlândia, Noruega e Malásia. Essas negociações renderam US$ 6,63 milhões em negócios no evento e o prognóstico para a realização de mais US$ 18,4 milhões nos próximos 12 meses, o que elevaria o total comercializado pelos brasileiros para US$ 25 milhões.

A BSCA contou com o maior estande da feira, que chamou a atenção do público com um atrativo design ilustrando o branding originado do projeto "Brazil. The Coffee Nation". No local, a principal atração foi a "Brazil Island", onde os membros da Associação divulgaram seus cafés e marcas ao público presente. Os produtos brasileiros, apresentados nos métodos espresso e filtrado, foram colhidos nesta safra 2019 e são originários da Alta Mogiana (SP), Chapada de Minas, Mantiqueira de Minas e Sul de Minas Gerais.

Realizada pela Specialty Coffee Association (SCA), a World of Coffee se consolidou como o principal encontro do setor cafeeiro na Europa, envolvendo toda a cadeia produtiva, que é representada por produtores, importadores, torrefadores, segmentos de máquinas e equipamentos, produtos derivados, entre outros, com o foco sempre voltado ao mercado de cafés especiais. A feira é organizada anualmente de forma itinerante entre os quase 30 países que possuem capítulos nacionais da Associação. A edição 2020 está prevista para a Polônia.

RODADA DE NEGÓCIOS
Paralelamente à participação na feira World of Coffee, a BSCA organizou "Rodadas de Negócios" na Espanha e na Polônia, com o objetivo de promover os cafés especiais do Brasil e possibilitar a realização de negócios entre os associados da entidade e compradores desses países europeus.

Na Espanha, o evento ocorreu na capital Madri, em 4 de junho, e contou com 12 empresários brasileiros. Através de 144 contatos comerciais realizados, eles devem fechar US$ 3 milhões em negócios, dos quais US$ 566 mil foram concretizados in loco e outros US$ 2,44 milhões devem ser firmados até junho de 2020.

A realização da rodada na Espanha, país que vem registrando crescimento constante no consumo de cafés especiais, foi fundamental para abrir as portas para exportações diretas a este país, conforme a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira. "A Espanha é um mercado em expansão para cafés finos e contamos com a participação das principais cafeterias locais no evento. São estabelecimentos de cafés especiais que, em sua maioria, ainda não torram seus próprios grãos, pois ainda não têm volume suficiente para investir em torrefação. Pelo que já observamos em outros mercados, sabemos este é um processo de evolução e quem chega primeiro 'bebe água limpa'", comenta.

Na Polônia, a Rodada de Negócios ocorreu em 10 de junho, na capital Varsóvia, cidade que sediará a World of Coffee 2020. Em um laboratório de gastronomia, 14 empresários brasileiros fecharam US$ 1,52 milhão em negócios com 88 contatos de torrefações e cafeterias locais e podem elevar esse total para US$ 3,9 milhões nos próximos 12 meses.

Além dos negócios, a diretora da BSCA fez a apresentação institucional da entidade e do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido em parceria com a Apex-Brasil, e também foi realizada sessão de degustação dos cafés especiais dos associados para o público.

O fotógrafo residente na Polônia, Marcin Rzonca, que participou do Cup of Excellence Brasil 2018, expôs as fotos que tirou durante o concurso e "o público ficou admirado com as imagens dos produtores brasileiros que visitamos durante a competição", destaca Vanusia. "O evento foi de extrema importância para já preparar e estabelecer relações entre empresas brasileiras e o mercado de café polonês para a feira do próximo ano", conclui.

A Polônia é uma das economias mais fortes da União Europeia, com disponibilidade de renda e PIB em ascensão. O principal exportador de café ao país, atualmente, é a Alemanha, responsável por 46% das importações polonesas do produto. A maioria do grão que o país adquire é cru, que responde por 52% do total, enquanto 43% das compras são referentes a café torrado (66% provenientes da Alemanha).

BRAZIL. THE COFFEE NATION
O projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation" é desenvolvido pela BSCA e pela Apex-Brasil com foco na promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no país. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá até maio de 2020, tendo como mercados-alvo: (i) Alemanha, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Rússia, Taiwan (Formosa) e Turquia para os cafés crus especiais; e (ii) Argentina, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Mais informações para a imprensa
BSCA – Assessoria de Imprensa
Paulo André Kawasaki
(61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br
Twitter
Facebook
Website
BSCA - Brazil Specialty Coffee Association
Telefones: (35) 3212-4705 / 3212-6302
E-mail: ascom@bsca.com.br

Newsletter CNC


Newsletter CNC - 24/06/2019
O atual cenário do setor cafeeiro brasileiro
Fórum Mundial de Produtores de Café - Evento trará o resultado do estudo "Análise Econômica e Política para Melhorar os Rendimentos dos Produtores de Café", elaborado pelo professor e economista da Universidade de Columbia, Jeffrey Sachs. Saiba mais

Laboratório de análises da Cocapec lança novo serviço de coleta de solo
Comunicação Cocapec - A etapa da coleta das amostras é uma das mais importantes e ao mesmo tempo exige mão de obra que nem sempre está disponível, pois acontece justamente no período de colheita. Saiba mais

União de famílias mantém a força da cafeicultura no ES
G1 / TV Gazeta - De acordo com o Incaper, 54% da produção de café do Espírito Santo vem da agricultura familiar. Saiba mais

Safras & Mercado: colheita segue adiantada e clima favorece trabalhos no campo
Canal Rural - Até a última semana, 48% da área prevista havia sido colhida. No mesmo período do ano passado, o  volume colhido estava em 38%, segundo a consultoria. Saiba mais

Procafé: frio moderado traz danos a cafeeiros
Fundação Procafé - As primeiras ondas de frio, ocorridas em junho, causaram efeitos danosos sobre a folhagem de cafeeiros em diversas áreas, mais altas, na região Sul de Minas. Saiba mais

Matas de Rondônia, marca que o Estado oferecerá ao mundo como o primeiro café robusta sustentável
Ascom Seagri/RO - A base familiar predomina na cafeicultura estadual, na média de quatro a cinco hectares por produtor. Eles aumentaram a produtividade de 7,5 scs/ha, em 2001, para 31,5 sacas em 2019. Saiba mais

Percepção de valor é a nova estratégia que permite empresário aumentar o preço
G1 / PEGN - É um novo método, sem depender da sazonalidade e sem subir o custo da produção. Saiba mais

Varginha lidera exportação de café, mas falta de regulamentação em lei prejudica a cidade
G1 / EPTV 2 - Lei Kandir previa formas de compensação que nunca foram totalmente implementadas. Saiba mais

Europa: estoques de café aumentam 2% em abril ante março
Agência Estado - Volume armazenado chega a 695.894 toneladas. Saiba mais

Nespresso vai recuperar os cultivos de café afetados pela guerra
Revista Grande Consumo - Nos próximos cinco anos, com um investimento de mais de oito milhões de euros, a Nespresso vai implementar a parceria com cafeicultores de países como Colômbia ou Zimbábue. Saiba mais
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101 - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: imprensa@cncafe.com.br

      


Newsletter CNC


Newsletter 18/06/2019

Com R$ 225,59 bilhões, Plano Safra 2019/2020 é lançado
Ascom Mapa - O lançamento ocorreu no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro. A ministra Tereza Cristina destacou que o plano atenderá pequenos, médios e grandes produtores. Saiba mais

Colheita de café em área da Cooxupé avança em ritmo forte e atinge 33,85%
Reuters - Desde 2013, o maior avanço para a colheita em tal período havia sido de 19,5%, em 2014. Saiba mais

Cursos Cocapec movimentam unidades mineiras
Comunicação Cocapec - As capacitações oferecidas possuem certificado, o que habilita os participantes a desempenharem as funções aprendidas com mais profissionalismo e dentro das exigências legais. Saiba mais

Governo publica medida provisória que acaba com data limite do CAR
Canal Rural - Com o novo texto, produtores poderão fazer inscrições e atualizações a qualquer momento e não sofrerão punições. Saiba mais

Cepea: exportações recordes de café podem limitar estoques nacionais
Agência Estado - Em maio, as exportações totais atingiram novo recorde de volume para o mês: 3,5 milhões de sacas de 60 kg. Saiba mais

Café: colheita da safra 2019 do conilon em Rondônia chega a 60%
Agência SAFRAS - Conforme o segundo levantamento de safra da Conab, Rondônia deve produzir cerca de 2,1 milhões de sacas. Saiba mais

Café: volume de negociação está 5% abaixo da média do ano passado
Canal Rural - Marcus Magalhães, da Maros Corretora, analisa se o aumento no consumo mundial pode impulsionar cotações. Saiba mais

Secex: exportações de café chegam a 1,292 milhão de sacas em junho
Agência SAFRAS - A receita obtida com os embarques até o momento é de US$ 148 milhões, com preço médio de US$ 114,60 por saca. Saiba mais

GCA: estoques de café verde dos EUA aumentam 264.518 sacas em maio
Agência SAFRAS - O total de café verde depositado nos armazéns credenciados pela GCA em 31 de maio de 2019 chegava a 6.609.868 sacas. Saiba mais

Fazendas históricas no Rio voltam a produzir café e turismo aumenta
Globo Rural - No passado, região de "Mar de Morros" foi responsável por produzir 80% do café do mundo e começa a retomar o plantio. Empreendimentos se uniram em projeto para explorar o cultivo. Saiba mais
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101 - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: imprensa@cncafe.com.br

      

sexta-feira, junho 07, 2019

Embrapa - A intensificação agropecuária passa pelos sistemas integrados




A intensificação agropecuária passa pelos sistemas integrados
Assunto foi destaque em Simpósio de Solos Arenosos em MS

A produção agropecuária intensificada permitiu que as regiões de solos arenosos no País se transformassem social, econômico e ambientalmente, quebrou paradigmas. Os desafios de se produzir em "areia", foram superados a partir da adoção de tecnologias, por parte dos produtores rurais, e o avanço das pesquisas. 

Um exemplo que reúne adoção e pesquisa são os sistemas integrados de produção, capazes de recuperar áreas degradadas, trazendo produtividade a locais improváveis. A tecnologia não escolhe solo, clima e nem tamanho de propriedade, podendo ser aplicada em qualquer região do Brasil, dada as devidas peculiaridades. Com potencial para atingir 15 milhões de hectares no País, com algum modelo de integração, os sistemas, atualmente, ocupam 11,47 milhões de hectares.

Alguns desses hectares estão em Ipameri (Goiás), na Fazenda Santa Brígida. Em 2006, a propriedade tinha prejuízos de R$ 200 reais/hectare. Hoje o lucro líquido é de R$ 2.700 reais/hectares, gerando R$ 16 milhões/ano. "São sistemas que permitem aumentar a produção, alimentar a população, mitigar os gases de efeito estufa, reduzir desperdícios e atenuar prejuízos", enumera William Marchió, diretor-executivo da Associação Rede Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (Rede ILPF). A Santa Brígida tornou-se uma vitrine de sustentabilidade ao produzir durante os 12 meses do ano.

A meta da Rede ILPF é chegar a 35 milhões de hectares, até 2030, revela Marchió. Para isso, a Rede conta com os parceiros, entre eles, a Cocamar Cooperativa Agroindustrial (PR), que ao levar a cultura da soja às regiões arenosas promoveu uma transformação no campo ao avançar sob pastos degradados, é o que afirma o presidente da instituição, Luiz Lourenço.  

Presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS), Juliano Schmaedecke, também é outro aliado. Ele conta que o Estado de Mato Grosso do Sul nos últimos três anos apresenta índices de produtividade da soja em alta. Nesta safra 2018/2019, o aumento foi de 10% e ele credita, dentre outros fatores, a produção em áreas, antes degradadas, recuperadas com o uso de sistemas integrados. "Ao redor de 30% do negócio de muitos produtores em MS é em solos arenosos. A expansão passa pela busca e adoção de tecnologias como essas", destaca. 

A Rede ILPF é uma parceria público-privada, formada pela Embrapa, Cocamar, Bradesco, Ceptis, John Deere, Premix, Soesp e Syngenta. O seu objetivo, segundo Marchió, é ampliar a adoção desses sistemas integrados por produtores rurais e, assim, intensificar agricultura brasileira, de forma sustentável. 

Entretanto, a intensificação passa pela formulação de políticas públicas, o que esbarra em dois desafios – infraestrutura e logística, afirma Rogério Beretta, superintendente de Produção e Agricultura Familiar do Governo do Estado de MS. "São dois pontos que muitas vezes não acompanham a velocidade da iniciativa privada", frisa. O Estado, em 2010, criou o Fundems (Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul), com o intuito de oferecer suporte tecnológico e infraestrutura ao setor, além de desenvolver pesquisas apoiando fundações estaduais, como Fundação Chapadão e MS. 


Beretta, Schmaedecke, Lourenço e Marchió participaram do painel de abertura do III Simpósio Brasileiro de Solos Arenosos, que começou hoje (7), na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), em Campo Grande, e segue até sexta-feira. Os especialistas Érico Paredes (Biosul) e  Dito  Mário (Reflore MS) também se  apresentaram  no  painel. Os solos arenosos são de texturas mais leves, frágeis e representam menos de 10% dos solos brasileiros. Em Mato Grosso do Sul, por exemplo, entre 15 e 20%, e o equivalente no Bioma Cerrado.  

Redação: Dalízia Aguiar (MTb 28/03/14/MS), jornalista Embrapa

--
Núcleo de Comunicação Organizacional - NCO
Embrapa Gado de Corte
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Campo Grande/MS

CNC debate crise de preços na Comissão Europeia

Arquivo do blog