A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sábado, outubro 25, 2014

DIÁRIO DO PODER: SENSUS FECHA ÚLTIMA PESQUISA COM AÉCIO 52,1% X DILMA 47,9%

NA ÚLTIMA PESQUISA, SENSUS (A EXEMPLO DO MDA) APONTA VIRADA DE AÉCIO

Publicado: 25 de outubro de 2014 às 19:51 - Atualizado às 21:25, em Diáio do Poder



O Instituto Sensus realizou a última pesquisa de intenção de votos para presidente, fechada há pouco, indicando liderança do candidato do PSDB, Aécio Neves, com 52,1% dos votos válidos. A sua oponente Dilma Rousseff (PT), segundo o Sensus, soma 47,9% dos votos válidos. Contratado pela revista IstoÉ, o levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob nº 01193/2014.

Ao contrário de todos os demais institutos de pesquisa do País, como Datafolha, MDA e Ibope, que apontavam para Marina Silva (PSB) disputando o segundo turno com a candidata do PT, o Sensus foi o único a captar o crescimento de Aécio, na reta final, sobretudo após o debate da Rede Globo, indicando que ele estaria no segundo turno, como de fato aconteceu.

Computando-se todas as intenções de voto, inclusive brancos e nulos, Aécio tem 45,7%, contra 42% de Dilma. Indecisos, brancos e nulos somam 12,4%. As entrevistas foram realizadas nesta sexta-feira (24) e hoje, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais e para menos.

O levantamento do Sensus confirma outra pesquisa, divulgada mais cedo pela CNT/MDA, segundo a qual Aécio Neves passou à frente da candidata petista. Ele agora somaria 50,3% das intenções de votos válidos contra 49,7% de Dilma. Na última pesquisa CNT/MDA, divulgada no dia 20 de outubro, Dilma aparecia com 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% de Aécio.

A intenção de votos espontânea mostra os candidatos empatados tecnicamente. Aécio tem 44,4% dos votos e Dilma, 43,3%. Na pesquisa estimulada os números vão a 45,3% para o tucano e 44,7% para a candidata à reeleição.

LUCIANO AYAN: O atentado contra a Editora Abril e mais um motivo para tirarmos o PT do poder





Um tema que deveria ter sido trazido ao debate público com mais contundência durante essas eleições é o uso de coletivos não-eleitos por governos bolivarianos, como o de Dilma. Como sabemos, coletivos não-eleitos são entidades que se pretendem ser “a sociedade civil”, mas no fundo não passam de tentáculos de um estado totalitário.

O atentado praticado ontem (dia 24/10) contra a sede da Editora Abril, em Pinheiro (Zona Oeste de São Paulo), é um exemplo do uso de coletivos-não eleitos pelo PT. Na Bolívia, por exemplo, esses gruposameaçaram chicotear quem não votasse em Evo Morales.

Durante o tumulto, três pessoas foram detidas, todas participantes da União da Juventude Socialista – mais um coletivo não-eleito de Dilma Roussef. Quem clicar neste link poderá ver como Dilma Roussef afaga este grupo.

Mas se provas do alinhamento da turma de Dilma com essa gente ainda são necessárias, veja o que disse Orlando Silva, ex-ministro de Dilma:



De mais a mais, tudo também é explicado pelo discurso de ódio que Dilma e o PT vem fazendo contra a mídia livre há vários anos. Esse tipo de sentimento de ódio obviamente iria resultar em situações como essa, mesmo que a UJS não fosse um dos braços da campanha do PT.

Em entrevista à Globo, Aécio Neves repudiou os atentados:


Nós assistimos ontem e hoje um atentado contra a democracia, contra a liberdade de expressão [...] Os manifestantes não atingem aquele veículo, atingem o que nós temos de mais valioso que é a liberdade de expressão no Brasil, a liberdade de imprensa. A democracia vive disso: das manifestações. E as contrárias têm que ser respeitadas [...] [Esse ato] deve receber o repúdio, não sei, dos profissionais da imprensa e de todos os cidadãos e cidadãs desse país.

Uma dica: sempre que forem explicar o problema do uso de coletivos não-eleitos e da censura de mídia (os principais planos do PT), é preciso expor com clareza ao público os danos causados por esse tipo de projeto. Nesse texto, dei razões claras que explicam por que o povo sofre muito quando uma ditadura é implementada a partir de coletivos não-eleitos e censura sutil.

É simples demais: países bolivarianos que censuram a mídia conseguem esconder com mais facilidade escândalos de corrupção e maquiar com maior habilidade os indicadores péssimos da economia. Ora, se tudo o que essa gente quer é saquear o estado a partir do aparelhamento estatal (que também serve para manter o poder), é óbvio que censurar a imprensa se torna um dos objetivos centrais de qualquer projeto bolivariano.

A vida do povo humilde em países como Venezuela e Argentina é esmagada exatamente por que esses governos executaram com sucesso o projeto bolivariano. E esse atentado contra a Editora Abril mostra claramente a absurda similaridade do projeto petista com o projeto desses países.


Alguns podem até dizer que Dilma “rejeitou o quebra-quebra”, mas só fez isso depois que Aécio Neves se manifestou contra essa barbárie. E ela não abriu a boca para falar de suas alianças com a UJS e nem comentou as palavras de seu ex-ministro Orlando Silva, que endossou o atentado.

Para piorar, o comportamento censório do PT continua, pois eles conseguiram que o TSE (aparelhado pelo partido) proibisse a Revista Veja de fazer propaganda de sua revista.

O medo de perder o poder está fazendo o PT e seus aliados deixarem de esconder suas reais intenções: aparelhar o estado de uma vez por todas, usar os coletivos não-eleitos para pressionar o Congresso (a UJS é apenas um desses grupos da tropa de choque do PT) e censurar a imprensa. Com isso, é possível devastar toda nossa economia e “ganhar tempo”, assim como Cristina Kirchner e Nicolas Maduro vem fazendo, enquanto enriquecem e a seus parentes e amigos do poder.

O terrível atentado praticado contra a revista Veja, além das vergonhosas ações censórias tentadas pelo governo petista contra a publicação, hoje nos leva a uma seguinte realidade: estamos todos vivendo em um ambiente similar ao da Venezuela, especialmente nesses dias, e o que irá ser amplificado se Dilma for reeleita.

Temos que eleger Aécio Neves para que ele nos liberte do jugo desse partido depravado e inimigo da democracia.

BLOG DO CORONEL: Aécio lidera trackings da véspera em eleição duríssima.

Meus caros e caras, recebi o tracking tucano e de duas instituições financeiras. Não posso dizer qual é de quem, mas todos mostram uma eleição muito dura. Aécio segue na frente e a tendência, com a intensa mobilização de hoje, o sucesso no debate e as abstenções que sempre favorecem o tucano, que estejamos muito mais próximos da vitória do que o lado negro da força. Mas nada está garantido. Daqui a pouco saem as pesquisas de campo e elas têm impacto, mesmo que erradas. Não podemos deixar a mobilização cair. É ela que fará a diferença. Portanto, de novo: mãos ao telefone, mãos ao volante, mãos batendo porta de vizinho, mão na massa, mão apertando mão e mãos à obra! Nunca estivemos tão perto. Não vamos jogar o Brasil fora!



Fonte: Blog do Coronel




RODRIGO CONSTANTINO: Missão cumprida: agora é com vocês!





Carlos leitores,

Nunca trabalhei tanto em minha vida. Nem quando era analista de empresas em uma gestora de recursos, época em que chegava a ficar 12 horas ininterruptas no escritório. Lá, era movido pelo desejo de enriquecer. O que considero louvável, ao contrário dos hipócritas de esquerda, que condenam a ganância alheia enquanto só pensam em encher os próprios bolsos.

O que condeno é a ambição desmedida, como a de alguns banqueiros de investimento, conhecidos por estarem dispostos a vender a própria mãe para ficar ainda mais rico. Um desses, já bilionário, doou milhões para a campanha… de Dilma. Mas quem quer ganhar dinheiro com ética merece aplausos: são esses que produzem riqueza e empregos para o país.

Dito isso, reconheço que minha motivação agora foi maior e mais nobre. Trabalhei sem parar por algo em que acredito. Alguns me acusam de ser parcial, como se os jornalistas da imprensa fossem imparciais. Os mais “neutros” sempre têm lado, e invariavelmente é o errado, do governo. Apenas simulam isenção. Não sou jornalista, e sim economista, com um blog de opinião. E tenho partido! Não político, pois não sou filiado a nenhum. E sim o partido da verdade, da democracia, da liberdade.

Foi com base nisso, nesses valores e princípios, que trabalhei dia e noite para ajudar a tirar o PT do poder, a derrotar Dilma. O Brasil não merece mais quatro anos disso que está aí, dessa roubalheira toda, dessas mentiras, baixarias, dessa incompetência, dessa péssima gestão econômica, desse aparelhamento da máquina estatal, desse autoritarismo.

Movido apenas pela paixão pela liberdade e por sentimento patriótico – pois sempre seremos apátridas morando em outro país – fiz o melhor que pude, que estava ao meu alcance. Posso ter me excedido no tom alguns vezes, e peço desculpas por isso. Não é fácil aturar o que faz o lado de lá, pois não estamos lidando que gente que respeite o debate civilizado, a troca de ideias com foco nos argumentos, a própria democracia. Não tenho sangue de barata, e a própria Veja já me chamou de “trovão da razão” por isso.

Mas creio que o resultado foi positivo. Quem diz isso, na verdade, são vocês. Muitos chegaram ao blog recentemente, e a quantidade de visitas aumentou muito, comprovando isso. Até agora, foram 4 milhões de visualizações de página em outubro. É uma marca impressionante. Estamos numa média agora, nas vésperas da eleição, de quase 300 mil visitas diárias. Fiz minha parte. Durmo com a consciência tranquila. Missão cumprida.

Agora é com vocês! Que cada um convença algum indeciso ainda, tente mostrar o que está em jogo, que é a nossa própria democracia em perigo. Que “arrastem” aqueles que pretendem se abster nesse momento crucial de nossa história, para votarem, para contribuírem com um país melhor e mais livre. Não é hora de recuar. Não é hora de se acovardar, ou de mostrar indiferença. Vamos juntos para a vitória do Brasil contra o PT e tudo que ele representa de podre!

Debate na Globo em que Aécio nocauteou a incompetente Dilma DoChefe, ou seria Dilma Youssef

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog