A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, novembro 17, 2014

AÉCIO NEVES: Presidente, a senhora não acha que está na hora de pedir desculpas ao País pelo que o seu governo permitiu que ocorresse com a Petrobras?



Só agora, após as eleições, confrontada com a gravidade dos fatos, a presidente Dilma Rousseff reconhece publicamente a existência de corrupção na Petrobras.


E surpreende o País ao reagir ao noticiário como se fosse apenas uma espectadora, uma cidadã indignada, como se o seu governo não tivesse nenhuma responsabilidade com o que ocorreu na empresa nos últimos anos. Como se não tivesse sido ela a presidente do Conselho de Administração da Petrobras, responsável pela aprovação de inúmeros negócios, hoje sob investigação.

Durante a campanha eleitoral, a candidata Dilma tentou virar as costas para a realidade das denúncias. Agora, é a presidente Dilma que tenta se afastar da mesma realidade ao agir como se a Petrobras não fizesse parte do seu governo. 

Agindo assim, a presidente zomba da inteligência dos brasileiros, além de desrespeitar a Polícia Federal, ao tentar convencer o País de que as investigações só ocorrem graças à decisão ou permissão do governo. Esquece, mais uma vez, que a Polícia Federal é uma instituição do Estado brasileiro e não do governo, serve ao País e não aos interesses do governo.

Durante a campanha eleitoral, convidei a candidata Dilma Rousseff a pedir desculpas ao Brasil pelo que acontecia na empresa, o que ela se negou a fazer. 

Agora que reconhece, ainda que tardiamente, a existência de corrupção, faço novamente o mesmo convite:


Presidente, a senhora não acha que está na hora de pedir desculpas ao País pelo que o seu governo permitiu que ocorresse com a Petrobras?

Senador Aécio Neves no Facebook

Gasto brasileiro com ciência é muito pouco eficiente, diz 'Nature'


Por GABRIEL ALVES na Folha de SP


Estudo dividiu o número de artigos em revistas científicas de prestígio pelo investimento; Brasil é 50º entre 53 países

Gasto brasileiro supera o chileno em mais de 15 vezes, mas vizinhos tiveram mais artigos em revistas de elite em 2013

Segundo ranking da revista "Nature", o Brasil é um dos países com menor eficiência no gasto com ciência. Ele figura em 50º entre 53 avaliados, atrás de países como Irã, Paquistão e Ucrânia. O país, no quesito, só é melhor que Egito, Turquia e Malásia.

A medida é feita pela divisão do número de artigos publicados em 68 revistas científicas internacionais de alto prestígio pelo total de investimentos em pesquisa.

Em 2013, segundo a Nature, o Brasil publicou 670 artigos nessas revistas. Seu gasto com ciência e desenvolvimento é da ordem de US$ 30 bilhões ao ano.

Em comparação, o Chile publicou mais que o Brasil (717 artigos), gastando menos de US$ 2 bilhões, um desempenho muito bom. Israel publicou 1.008 artigos gastando cerca de US$ 9 bilhões.

O país mais eficiente é a Arábia Saudita, que tem conseguido um ótimo retorno com estudos da área de energia e gás. Publicou 288 artigos gastando, segundo o último dado disponível, cerca de US$ 500 milhões ao ano -os dados incluem dinheiro público e privado.

Como algumas revistas científicas especializadas em física publicam uma quantidade muito grande de artigos, a metodologia da "Nature", que dá origem ao ranking ao lado, conta ainda com um fator de ponderação para corrigir essa distorção, entre outros ajustes metodológicos.

Assim, artigos de ciências biológicas e de química valem mais, para que países fortes em exatas não fiquem artificialmente melhor colocados.

DESEMPENHO
Nem tudo é má notícia: o desempenho brasileiro -calculado para o ano de 2013- comparado ao de 2012 melhorou em 17,3%. Antes, o Brasil ocupava a 26º posição.

José Eduardo Krieger, pró-reitor de pesquisa da USP, avalia o desempenho como "inadequado perante a grandeza do país", já que o Brasil, se tivesse um desempenho de acordo com sua economia, deveria figurar entre os sete melhores do mundo.

Rogério Meneghini, diretor científico do SciELO -banco virtual de dados bibliográficos-, avalia positivamente a iniciativa da "Nature".

Segundo ele, o ranking cobre artigos de projeção muito grande, e que certamente terão em média um alto índice de citações -outra maneira de medir a relevância científica de um trabalho.

Em avaliações que analisam uma quantidade maior de revistas, a participação brasileira em porcentagem de artigos publicados está em 2,5%. No ranking da "Nature", o país tem só 1,1% (13º lugar).

Em termos brutos, é o país com maior publicação científica da América Latina. Quando se analisa, porém, o volume de pesquisa produzido a cada mil pesquisadores, o Chile lidera a região com um índice cinco vezes maior que o do Brasil, que fica atrás também de México e Argentina.

O ranking da Nature também classifica as instituições por produtividade em pesquisa. Dentre as 200 melhores, não há nenhuma latino-americana. O ranking é liderado pela Academia Chinesa de Ciências, seguida por Harvard (EUA) e pela Sociedade Max Planck (Alemanha).

A universidade latino-americana mais bem colocada é a USP, também primeira colocada entre as universidades brasileiras no Ranking Universitário Folha. Ela aparece em 271º lugar na "Nature", seguida por UFRJ (557º), Unesp (574º) e Unicamp (613º).

Krieger considera que a USP, assim como a ciência brasileira, precisa aumentar não só a quantidade, mas principalmente a qualidade de sua produção científica. Segundo ele, o Nature Index pode ser um bom indicador da qualidade da pesquisa nas áreas que ela avalia.

Segundo Krieger, falta "estimular a vocação de cada universidade" e abandonar a ideia de gigantismo de que uma instituição tem que ser boa em todas as áreas.

Felipe Moura Brasil: Vídeo com legendas comprova, CNN cobre protestos anti-PT melhor que imprensa brasileira. Até quando Jornal Nacional vai ignorar o movimento?





Quando falei aqui e aqui da diferença de cobertura da imprensa em relação a protestos petistas e protestos anti-PT, critiquei O Globo, a Folha, o Estadão e o UOL pelas manchetes e matérias que distorciam a pauta do movimento, além do Jornal Nacional por ignorá-lo por completo. É uma vergonha para o jornalismo brasileiro que a CNN faça uma cobertura melhor - mais informativa e com o devido senso das proporções - que a nossa imprensa, mas lamentavelmente foi isto que aconteceu. A repórter Shasta Darlington saiu às ruas de São Paulo, entrevistou os manifestantes (inclusive o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro), mostrou os motivos dos protestos e apontou o pedido isolado de “intervenção militar” como algo que apenas “alguns até” pediam, sendo que, neste momento, a câmera mostra, com um cartaz intervencionista em mãos, um sujeito solitário que mais parece plantado ali pela militância petista.

Eu sou crítico da CNN em relação à cobertura para lá de esquerdista da política americana e dos conflitos Israel-Hamas, como bem sabem os leitores deste blog. Mas Darlington, assim como outros repórteres de assuntos latino-americanos, elevam a média da emissora – o que raramente ocorre com a imprensa brasileira na cobertura internacional. Assista ao vídeo abaixo, legendado pelos Tradutores da Direita, e entenda por que os manifestantes fazem muito bem em pedir SOS aos jornalistas estrangeiros.





PS: Sim, a repórter na rua fala em mais de 3 mil pessoas apenas, mas é o número de que dispunha em tempo real. Depois, em número ainda modesto, a PM estimou cerca de 10 mil manifestantes presentes.

Felipe Moura Brasil

POLÍBIO BRAGA: É a hora do povo ir para as ruas mobilizar e pressionar pelo fim imediato da corrupção e da impunidade.






A Justiça, o MPF e a Polícia Federal cumprem o seu papel de defensores e executores da lei e neste sentido precisam ser prestigiados ad nauseam pelo povo na rua, pela mídia e pelos representantes parlamentares que ainda possuem amplo acesso às tribunas das Casas Legislativas.


. As investigações, prisões e processos precisam chegar agora aos agentes políticos, o que inclui os governos Lula e Dilma, chefes incontestes de toda a organização criminosa que saqueou a Petrobrás.

. É sobre isto que o editor fala nos eu comentário de hoje, intitulado: É a hora do povo ir para as ruas mobilizar e pressionar pelo fim imediato da corrupção e da impunidade.



Percival Puggina: INCLUSÃO DO BRASIL NA PÁTRIA GRANDE BOLIVARIANA É TRAIÇÃO



por Percival Puggina. Artigo publicado em 14.11.2014


Doravante, cada vez mais, você ouvirá falar de "Pátria Grande". A expressão é cunhada nas elucubrações do Foro de São Paulo. Designa a unidade geopolítica a ser construída através da exportação do comunismo cubano e venezuelano aos demais países da outrora chamada América Latina ou Ibero-América, em marcha para se tornar "Pátria Grande". Pátria grande uma pinoia!

Exceto nas cabeças petistas (assista vídeos de Lula e Rui Falcão aqui), o Brasil nada tem a ver com essas pequenas nações que outrora integraram a Coroa espanhola. Se elas sonham com deitar à sombra da economia brasileira, se creem que continuarão, vida afora, contando com as prodigalidades proporcionadas pelo governo petista em seus sonhos de hegemonia continental, podem armar suas redes noutras varandas. Tivemos origem diversa, cursamos rumos diferentes na História e os dias do PT estão contados. Julgo oportuna esta advertência porque, do jeito que a coisa vai, em breve haverá cubanos, bolivianos, salvadorenhos e nicaraguenses fazendo projetos com os recursos do pré-sal... Vamos parar com isso! E vamos parar já.

Um dos elementos da identidade brasileira cuja construção inspira justificado sentimento de orgulho é a unidade do território e da língua comum. Ao longo dos séculos, essa não foi uma conquista fácil. Não nos faltaram invasores nem traidores. Não nos faltaram divisionistas e, em muitos momentos, não nos faltaram motivos para a divisão. A América Espanhola, seja como território, seja pelo vulto dos recursos populacionais, seja pelos minerais preciosos disponíveis para o custeio do povoamento, andou melhor e ensejou mais rápida prosperidade ao projeto da Coroa espanhola. Portugal, a seu turno, era carente de recursos humanos e materiais e o Brasil nunca lhe foi fonte de abundantes riquezas. Povoar defender um país continental, guardar a extensa Costa Atlântica, muito acessível à cobiça de ingleses, franceses, holandeses, envolveu gastos elevadíssimos. No entanto, enquanto o Brasil permaneceu unido, eles se dividiram e pagam a conta da divisão. Agora os bolivarianos querem "Pátria Grande". E conosco...

Quando, no início do século 19, Napoleão invadiu a Península Ibérica, a Coroa portuguesa percebeu que deveria mudar-se para o Estado do Brasil. O Brasil era, desde sempre, Província e Estado de Portugal como qualquer outro Estado lusitano. O ineditismo caracterizado pela transferência da Coroa para América foi motivo de surpresa em Portugal e de alegria no Brasil. Cogitaram do mesmo, mas não levaram a cabo suas intenções, os reis de Espanha, Carlos IV e Maria Luísa. Essa hesitação e demora, ensejou a invasão francesa e a designação de José Bonaparte para o trono espanhol. Nesse momento rompeu-se o laço com a matriz ibérica e com os Bourbons, desencadeou-se uma sucessão de fracionamentos e surgiram muitas novas nações, governadas por caudilhos e déspotas locais. Já o Brasil, com D. João, D. Pedro I e D. Pedro II, manteve-se uno, seja nas guerras da Independência, seja nas da República.

Essa história e nossa identidade não são patrimônio de desmiolados que deveriam estar declamando noutra freguesia seus projetos de Napoleão de hospício.


* Percival Puggina - membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país, autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia e Pombas e Gaviões, integrante do grupo Pensar+.

CETICISMO POLÍTICO: A história de Roger, um venezuelano. E um alerta para todos nós.


Conforme visto no Facebook de Cristine Nicolau, ela relata um encontro com o venezuelano (hoje vivendo no Brasil) Roger, que hoje vive no Brasil, durante as manifestações do último 15 de novembro, no MASP:
Este é Roger, um venezuelano que veio correndo para o Brasil depois da desgraça que sua nação virou sob o regime chavista.
Ele me mostrou seu passaporte. Ali estava escrito, em letras vermelhas e garrafais: “República BOLIVARIANA de Venezuela”.
Pois bem. O Roger sabe o que viveu e me relatou como as pessoas estão sendo perseguidas e perdem seus empregos por se oporem ao regime de Nicolás Maduro.
Relatou que as pessoas estão passando fome, que não há medicamentos, não há saúde, não há COMIDA.
Trabalho, só para quem vestir o vermelho.
Relatou que as pessoas, durante as manifestações, são perseguidas e ASSASSINADAS A TIROS DE FUZIL por milicianos do governo, que, por sua vez, acusa a oposição pelo feito.
Ele não me disse nada além ou aquém da verdade.
Ele me disse, senhores, que os venezuelanos estão sendo MASSACRADOS.
Não pude me conter em lhe abraçar e pessoalmente lhe desejar não só boas-vindas ao Brasil, mas também à nossa luta para evitar que o mesmo ocorra por aqui.
Bem-vindo, Roger!
Veja o vídeo abaixo:

PATRIA GRANDE: Ministério Público Federal em Goiás investiga recrutamento de crianças brasileiras para a Venezuela



Segundo órgão, elas seriam doutrinadas a atuar na 'revolução bolivariana'. 
Procurador diz que quer saber em quais circunstâncias o fato ocorreu.



Do G1 GO

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) instaurou inquérito civil para apurar um suposto recrutamento ilegal de crianças e adolescentes brasileiros pelo governo da Venezuela. Segundo o órgão, eles seriam levados para serem doutrinados a atuar na chamada "revolução bolivariana".

A ação contra a União é assinada pelo procurador da República Ailton Benedito. Ele diz que tomou a medida baseando em notícias veiculadas pela imprensa brasileira de que o vice-presidente setorial do Desenvolvimento do Socialismo Territorial da Venezuela e titular do Ministério das Comunas, Elías Jaua, leva adolescentes brasileiros para o país desde 2011.
saiba mais

No inquérito, consta ainda uma notícia veiculada no site do governo venezuelano de que 26 crianças e adolescentes participaram do treinamento no estado de Sucre das chamadas “Brigadas Populares de Comunicação”, com o intuito de moldá-los como "futuros jornalistas para servir o país".

"Temos que saber em que condições, quem levou e quem autorizou a ida dessas pessoas até a Venezuela. Abrimos o inquérito justamente para apurar em que circunstâncias isso ocorreu, qual a idade dos envolvidos, de onde são e qual a real quantidade deles", disse Benedito ao G1.

O procurador adiantou e que vai encaminhar ainda nesta segunda-feira (17) ofício ao Ministério das Relações Exteriores para saber quais as providências estão sendo tomadas nesse sentido. Segundo Benedito, esse é o órgão do governo federal que, neste caso, tem competência para estabelecer a relação com os outros países e esclarecer a questão. Depois de notificado, o ministério tem até dez dias para se manifestar.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

OLAVO DE CARVALHO: O BRASIL É O ÚNICO PAÍS NO QUAL APURAÇÃO SECRETA É DEMOCRÁTICO E EXIGIR CONTAGEM DOS VOTOS É ANTIDEMOCRÁTICO.





O Brasil é o único país da galáxia no qual apuração secreta é democrático e exigir recontagem de votos é antidemocrático. O tom de aparente sinceridade, até de inocência, com que tantas pessoas enunciam esses julgamentos mostra que os últimos vestígios de educação política desapareceram do cérebro nacional.




Olavo de CarvalhoRecebi de um leitor:

Data: 8 de novembro de 2014 07:47
Assunto: Smartmatics - Fraude made in Venezuela
Para: olavo@olavodecarvalho.org 

Bom dia Dr Olavo,
Fiz uma rápida pesquisa sobre a Smartmatics e fiquei impressionado com os fatos. Segue um resumo do que descobri:

O caso da Smartmatics, empresa responsável pela votação eletrônica é muito mais grave do que tem se falado até mesmo nas redes sociais. vejam os fatos:

1. A Smartmatics foi fundada no final da década de 90 por dois engenheiros Venezuelanos que até hoje são os donos da empresa, apesar da intrincada estrutura societária.

2. Era uma pequena empresa sem nenhuma experiência em votação quando foi contratada pelo Governo da Venezuela para a votação de 2004, votação extremamente suspeita.

3. Antes deste acordo o próprio governo da Venezuela injetou dinheiro na Smartmatics ficando com 28% da empresa.

3. Em 2005 adquiriu a Sequoia, terceira maior empresa norte-americana de votação eletrônica.

4. O Governo americano abriu uma investigação depois de uma votação em Chicago com forte suspeita de fraude e com as denúncias que o Hugo Chavez era o verdadeiro chefe.

5. Para evitar maiores danos ela se desfez da Sequoia em 2007.

6. Em 2012 o Brasil contratou a Smartmatics para ser a empresa responsável pelas eleições no Brasil.

Depois disso será que alguém acredita que podemos mudar a situação com o voto?

fontes:


❈❈❈
PETIÇÃO PARA QUE OLAVO DE CARVALHO POSSA SER ENTREVISTADO NA TV AMERICANA SOBRE O FORO DE SÃO PAULO E MENTALIDADE REVOLUCIONÁRIA

❈❈❈
GENERAL PEÑAZOLA DENUNCIA COMO AGÊNCIA CUBANA MANIPULOU URNAS ELETRÔNICAS E ELEIÇÕES NA VENEZUELA


❈❈❈
Brazil Electoral Commission Uses Smartmatic Technology to Expedite Presidential Election Results 


❈❈❈
U.S. Investigates Voting Machines’ Venezuela Ties


❈❈❈ 
NÚMEROS ESTRANHOS

❈❈❈
Governo venezuelano assina convênio com o MST
Documento foi assinado por Elias Jaua para ‘fortalecer o que é fundamental em uma revolução socialista 


❈❈❈
Venezuela vive como se fosse um "estado de exceção", diz ONU

❈❈❈ 
FORO DE SP - Carta da ANN parabeniza a vitória da Dilma antes mesmo das votações acontecerem! 
O documento foi upado no próprio site do Foro de SP e salienta a importância do triunfo do Partido dos Trabalhadores, e na própria carta, o qual foi redigida antes das votações, expressa que o resultado de diferença de mais de 3 milhões de votos demonstram o reconhecimento da população e aprovação as políticas públicas do PT.

❈❈❈
NINGUÉM RECLAMOU DO TEATRO ELEITORAL COMUNISTA BRASILEIRO


❈❈❈
ELEIÇÃO COM CONTAGEM SECRETA DE VOTOS NÃO É ELEIÇÃO, É FRAUDE - OLAVO DE CARVALHO

❈❈❈
INTERVENÇÃO MILITAR - OLAVO DE CARVALHO

❈❈❈
MADURO AMEAÇA SUSPENDER ELEIÇÕES MUNICIPAIS

❈❈❈

Criar uma organização secreta em parceria com quadrilhas de narcotraficantes e seqüestradores; articular em encontros clandestinos a interferência de governantes estrangeiros em nosso país e dos nossos governantes nos países deles; salvar com dinheiro dos nossos compatriotas a ditadura cubana moribunda; receber um representante do governo venezuelano que, armado, vem ao nosso território ensinar brasileiros a matar brasileiros; apossar-se do sistema judiciário para fazer dele o instrumento do interesse partidário; criar um sistema de corrupção mais vasto e predatório do que tudo o que já se viu antes no nosso país; e, por fim, criar um sistema eleitoral opaco, secreto e impenetrável, sob a guarda de uma empresa venezuelana já denunciada em outros países como máquina de produzir resultados convenientes: tudo isso, na opinião dos srs. Geraldo Alckmin e Aécio Neves, são probleminhas que em nada abalam os fundamentos da democracia. 
Mas que, durante uma passeata em prol da transparência eleitoral, um – exatamente um – cidadão brasileiro, não falando do alto do palanque, mas perdido no meio da massa, sussurre um apelo a uma intervenção militar para botar ordem nas coisas, e imediatamente os dois se levantam, com a grandeza dos heróis, bravamente sustentados no coro multitudinário da mídia e dos partidos, para rechaçar e ameaça de golpe e defender a democracia em perigo.
Isso é uma PALHAÇADA CRIMINOSA.



*
Dilma reeleita. E agora?

*
PETIÇÃO PARA QUE OLAVO DE CARVALHO POSSA FALAR NA TV AMERICANA SOBRE O FORO DE SÃO PAULO E MENTALIDADE REVOLUCIONÁRIAhttp://www.citizengo.org/en/13307-interview-olavo-carvalho-about-foro-sao-paulo-and-revolutionary-mentality?m=5&tcid=7907613


❈❈❈
Creciente penetración de iranies en puntos claves de Venezuela


❈❈❈
ASSIM NO BRASIL COMO FOI NA VENEZUELA: URNAS ELETRÔNICAS ☭ MÉDICOS CUBANOS ☭ BOLSA FAMÍLIA

❈❈❈
FRAUDE NAS URNAS - GERERAL VENEZUELANO EXPLICA 


❈❈❈
O BRASIL É O ÚNICO PAÍS NO QUAL APURAÇÃO SECRETA É DEMOCRÁTICO E EXIGIR CONTAGEM DOS VOTOS É ANTIDEMOCRÁTICO. - OLAVO DE CARVALHO

POLÍBIO BRAGA: MST invade, depreda e inviabiliza estações de pesquisa da Fepagro no RS




A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, Fepagro, responsável pelos patrimônios genético de animais e plantas do sistema produtivo do RS, vem sofrendo inúmeras invasões e depredações nas áreas de pesquisa e de patrimônio genético do sistema produtivo (mandioca, sorgo, frutíferas, forrageiras, plantas bioenergéticas) e animais (ovinos, bovinos, peixes, caprinos). Os resultados das pesquisa são os norteadores do desenvolvimento tecnológico para os sistemas produtivos de animais e plantas com qualidade desde os cultivos convencional, orgânicos e ecológicos.



. As invasões são predatórias, como áreas urbanas e ribeirinhas e obedecem motivações politicamente, sempre sob o comando do MST. o interesse é a desarticulação da pesquisa, que é um interesse comum, para arranjo específico de interesse individuais.


. A insegurança dos funcionários, pesquisadores e do patrimônio de Estado parece não ter importância para as autoridades atuais do governo do PT, até porque o MST é braço agrário do Partido. 


. As denúncias feitas no campo são reiteradamente ignoradas.


. As estações invadidas até esta tarde são as seguintes:


Fepagro Vale do Taquari, com duas invasões. 
Fepagro Tupanciretã, uma invasão.

AÉCIO NEVES: O PSDB reitera a posição de defesa intransigente da rigorosa apuração do maior escândalo de corrupção da história do País, através da Operação “Lava Jato”.



Nota do PSDB à Imprensa

15 de novembro de 2014

O PSDB reitera a posição de defesa intransigente da rigorosa apuração do maior escândalo de corrupção da história do País, através da Operação “Lava Jato”.

Para o partido e as oposições, tão importante quanto responsabilizar diretores da Petrobras que se transformaram em operadores do esquema, ou empresas que dele participaram, é identificar e punir os agentes públicos que permitiram o irresponsável aparelhamento da empresa e criaram as condições necessárias para a expropriação de recursos públicos, para dele se beneficiarem direta ou indiretamente.

O PSDB lamenta que, neste momento, o Governo Federal, através de suas autoridades, insista em tentar dar tratamento político a um caso que é, eminentemente, de polícia.

Não contribui para o livre encaminhamento das investigações a injustificada iniciativa do ministro da Justiça de abrir inquérito contra delegados da Polícia Federal que participam da operação, pelo simples fato de terem exercido o direito constitucional de manifestação política em suas redes sociais privadas.

As oposições continuarão vigilantes e mobilizadas no acompanhando das investigações da Polícia Federal e do Ministério Público, e esperam que todos que atuaram nesse esquema criminoso sejam efetivamente responsabilizados.

Aécio Neves
Presidente nacional do PSDB

CONTAS ABERTAS: Empresas da Lava Jato receberam R$ 576,1 mi de fundo de pesquisa da Ciência e Tecnologia




Por Dyelle Menezes e Gabriela Salcedo no CONTAS ABERTAS


As empresas denunciadas na operação Lava Jato receberam R$ 576,1 milhões da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública vinculada ao Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação. Ao todo, os valores celebrados em contrato chegam a R$ 682,4 milhões. Dentre os financiamentos, três foram concedidos a “fundo perdido”, quando não há reembolso.

O contrato de maior valor foi celebrado com a Queiroz Galvão, relativo ao projeto “Atlanta”, campo na Bacia de Santos de onde se extrairá petróleo e que, possivelmente, dobrará a receita da empresa. A iniciativa tem o custo total de R$ 266,1 milhões, dos quais R$ 252,8 milhões já foram liberados. O presidente da Queiroz Galvão, Ildefonso Colares Filho, foi um dos presos da Polícia Federal na última sexta-feira (14).

Confira aqui os valores!

Outro contrato de grande vulto também diz respeito à esfera petrolífera. Ele foi celebrado com a Odebrecht Participações e Engenharia com o valor total de R$ 103,1 milhões. A empresa deve realizar a transferência de tecnologia para a construção de sondas para o pré-sal. Cerca de R$ 63,8 milhões já foram liberados. O contrato tem vigência até junho de 2016. Além desse, a empresa possui mais três contratos fechados com a Finep.

O maior deles é de R$ 16 milhões para a construção do “Field Support e Torre de Riser” que, por enquanto, já obteve R$ 8 milhões. Em seguida, R$ 2,1 milhões de R$ 8,3 milhões já foram liberados para implantar biorrefinaria de etanol celulósico. O menor contrato celebrado com a empresa foi de R$ 3,7 milhões, dos quais de R$ 408,6 mil já podiam ser usados para a projeto de comunicação acústica submarina.

Os dois últimos contratos citados não são reembolsáveis. Isto é, o financiamento foi realizado em modalidade de apoio a projetos na qual os recursos obtidos pela empresa não precisam ser devolvidos à Financiadora. O outro contrato celebrado a “fundo perdido” é com a Engevix Engenharia, de R$ 1,4 milhão de para sistema de monitoração automática do Composto Odorante presente no Gás Natural, que teve vigência entre 2006 e 2010.

A OAS, por sua vez, possui o valor de R$ 183,3 milhões em contratos celebrados com a Finep, todos reembolsáveis. Do total, R$ 55,5 milhões são destinados à transferência de tecnologia para a construção de sondas para o pré-sal. A empresa já recebeu R$ 31,2 milhões da previsão estimada para a iniciativa.

A empreiteira, que teve o presidente José Adelmário Pinheiro Filho preso pela Polícia Federal, também recebeu R$ 51,3 milhões por estudos e projetos para pré-investimento em infraestrutura. O contrato teve vigência entre agosto de 2011 e fevereiro de 2014. Outros R$ 80,5 milhões foram pagos à OAS para estudos e projetos para pré-investimento e modernização entre 2009 e 2012.

As empresas restantes já receberam R$ 81,4 milhões dos R$ 101,8 milhões celebrados em contratos, que representam 14% do total de recursos disponibilizados. As verbas são de responsabilidade das construtoras Camargo Corrêa, Engevix e UTC. Entre os projetos estão, por exemplo, estudos de viabilidade ambiental de usinas hidrelétricas.

Este ano, a Financiadora elevou seus recursos disponíveis para R$ 12 bilhões. Do montante, cerca de R$ 7 bilhões a R$ 8 bilhões são voltados para crédito a empresas que investem em inovação. Outros R$ 800 milhões a R$ 900 milhões para startups (empresas recém criadas), pequenas e médias empresas e apenas R$ 2,2 bilhões para atividades de centro de pesquisa e universidades.

Tais créditos concedidos pelo governo federal, por meio da Finep, a instituições públicas e privadas tem como objetivo promover, pelo fomento à ciência, o desenvolvimento econômico e social do país. Para tanto, a empresa fornece recursos reembolsáveis e não reembolsáveis para atividades de inovação, considerados, pela Financiadora, essenciais para o aumento da competitividade no setor empresarial.

Comandante do Exército deve explicar ao MP o motivo da NÃO CASSAÇÃO da MEDALHA de José Genoino.



Comandante do Exército deve explicar ao MP o motivo da NÃO CASSAÇÃO da MEDALHA de José Genoíno.

A polêmica em torno da cassação da medalha do Pacificador, outorgada ao hoje condenado José Genoíno é assunto que indigna militares e civis. A medalha coloca o mensaleiro ao lado de grandes ícones da história nacional, como Caxias, Osório, Rondon e Sampaio. A revista SOCIEDADE MILITAR recebeu hoje, por email, uma informação interessante sobre o assunto, verificamos que foi publicada inicialmente no site A verdade Sufocada, ligado ao Coronel Brilhante Ustra.

O Coronel Ivo Moézia, que se destacou entre os militares que lutaram pela manutenção da democracia no Brasil, tomou providencias junto ao Ministério Público para que a questão da não cassação da condecoração não caísse no esquecimento. O oficial entrou com representação que foi acatada pelo MPF, gerando um ofício endereçado ao Comandante do Exército, para que o mesmo explicasse o motivo do não cumprimento dos regulamentos que determinam a cassação da medalha de todos aqueles que forem condenados na justiça.

Moézia protocolou a representação em 10 de março do corrente ano. Veja algumas partes:

“A concessão da comenda ao criminoso JOSÉ GENUINO, causou um grande mal estar nos meios militares, notadamente no Exército, por entenderem seus integrantes que mesmo antes da condenação, ele já não era digno de merecê-la. O referido meliante foi um terrorista, autor ou coautor de roubos e assassinatos que assombraram o Brasil no final dos anos sessenta e início dos anos setenta, obrigando o país a empregar suas FFAA e pelo que até hoje estão pagando um alto preço, em função da distorção do fato histórico pelos bandidos de outrora, que querem de toda maneira passar uma imagem de que foram heróis, mártires da democracia e não os ladrões e assassinos que tanto mal causaram ao Brasil. Então, por que condecorar um fora da lei, outrora um inimigo que causou a morte de vários militares na guerrilha do Araguaia? Qual o motivo para tal honraria a um criminoso?

Por fim o autor gostaria de dizer que foi distinguido com as duas honrarias e se sentiria ferido na sua honra e dignidade, como todos os demais que as possuem, tendo um bandido, um marginal, um assassino, um meliante como companheiro de mérito. Nossas medalhas de que tanto nos orgulhamos, não teriam o mesmo valor, nada significariam para nós. Urge, portanto, uma imediata interferência desse Digno MP, Fiscal da Lei, para que nossas crenças e nossos valores não sejam destruídos.... Brasília, DF, 10 de março de 2014 - ... MOÉZIA DE LIMA - OAB/DF 14 858 - ”

O Decreto nº 4.207, de 23 de abril de 2002, que regulamenta a concessão da maior honraria dada pelo Exército, é bem claro em casos como o de Genoíno. O Artigo 10 prescreve que perderá o direito ao uso da Medalha do Pacificador e será excluído da relação de agraciados o condecorado nacional ou estrangeiro que incorrer em crimes. Abaixo.

DECRETO Nº 4.207, DE 23 DE ABRIL DE 2002. DA CASSAÇÃO.

Art. 10. Perderá o direito ao uso da Medalha do Pacificador e será excluído da relação de agraciados: I - o condecorado nacional que: a) tenha perdido a nacionalidade ou a cidadania; b) tenha cometido atos contrários à dignidade e à honra militar, à moralidade da organização ou da sociedade civil, desde que apurados em sindicância ou inquérito; e II - o condecorado nacional ou estrangeiro que: a) tenha sido condenado pela justiça do Brasil, em qualquer foro, por sentença transitada em julgado, por crime contra a integridade e a soberania nacionais ou atentado contra o erário, as instituições e a sociedade brasileira;

O ofício do MPF tem data de 30 de outubro. Portanto, o comandante Enzo tem até essa segunda-feira para explicar o que está acontecendo.

VLADY OLIVER: Smartmatic e as reiteradas fraudes bolivarianas levadas a cabo pela quadrilha do Foro de São Paulo na latrino américa





Por VLADY OLIVER na Veja.com

Faço parte de uma comunidade que ajuda gratuitamente pessoas que trabalham com os tipos de softwares com os quais trabalho, tirando dúvidas, fazendo sugestões ou simplesmente ouvindo seus argumentos. Infelizmente, a coisa parece um cursinho básico de inglês. As mensagens de erro desses softwares aparecem na tela e as pessoas “printam” (e publicam) sem ter a menor ideia do que o Gúgol traduziu. E qual o mote para um blog político? O mote é a tal “Smartmatic”, empresa cujas informações simplesmente não existem em português confiável. Mesmo os “esquerdistas ianques”, que tendem a dourar a pílula como toda a canalhada socialista a soldo aqui aboletada, não conseguem esconder os odores que emanam das reiteradas fraudes bolivarianas levadas a cabo pela quadrilha do Foro de São Paulo na latrino américa.



Se há suspeitas em todos os países que utilizaram os serviços da tal empresa na auditoria das apurações, o que fazem seus técnicos de braços dados com a turminha da nossa Justiça Eleitoral? Parece que o buraco na camada de ozônio da decência destes picaretas é realmente muito maior do que se imagina, não é mesmo? Fui um defensor do sistema eleitoral informatizado até que ele fosse inexplicavelmente “blindado” ao distinto público pagante. Com a chegada de exilados do sistema aos EUA e a denúncia dos métodos utilizados pela quadrilha, fica muito suspeito negar a transparência ao pleito. A indignação crescente da sociedade frente à postura magnânima e cartorial dos déspotas aprendizes começa a despertar a desconfiança internacional.

São diversos os temas cruzados entre o trabalho escravo exportado pela ditadura cubana e seu estoque de médicos sem a fronteira da decência cívica, as epidemias na ilhota coalhada de vagabundos fundamentalistas, que são acobertadas para que os Castro continuem a enviar navios negreiros para toda a América Latrina, a grana que eles amealham de republiquetas vagabundas como a nossa, que pagam pela nova escravatura e agora a tal “empresa de tecnologia”. As coisas estão fedendo, meus caros. Se for comprovado o que está sendo denunciado lá nos EUA, voltaremos a votar em urnas de tijolo, hehehe. As fraudes não foram só pontuais, nem movidas pelas ameaças dos cretinos aos beneficiários das bolsas miséria.

As abjeções retóricas se juntaram a ameaças físicas. Mais um escândalo. Enquanto isso, o PSDB, aquele partido que prometeu “uma oposição atuante a combativa” parece que foi dormir o sono dos insolentes. Você liga pra lá e ninguém atende. Só uma secretária eletrônica, que parece com a boca ocupada em outros microfones para dar uma satisfação – ou uma insatisfação – para um turba considerável de eleitores insatisfeitos com o produto recebido. Tem um PROCON pra devolver a mercadoria, se comprovado que ela está estragada? O cheiro já está insuportável por aqui.

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog