A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

segunda-feira, novembro 17, 2014

CETICISMO POLÍTICO: A história de Roger, um venezuelano. E um alerta para todos nós.


Conforme visto no Facebook de Cristine Nicolau, ela relata um encontro com o venezuelano (hoje vivendo no Brasil) Roger, que hoje vive no Brasil, durante as manifestações do último 15 de novembro, no MASP:
Este é Roger, um venezuelano que veio correndo para o Brasil depois da desgraça que sua nação virou sob o regime chavista.
Ele me mostrou seu passaporte. Ali estava escrito, em letras vermelhas e garrafais: “República BOLIVARIANA de Venezuela”.
Pois bem. O Roger sabe o que viveu e me relatou como as pessoas estão sendo perseguidas e perdem seus empregos por se oporem ao regime de Nicolás Maduro.
Relatou que as pessoas estão passando fome, que não há medicamentos, não há saúde, não há COMIDA.
Trabalho, só para quem vestir o vermelho.
Relatou que as pessoas, durante as manifestações, são perseguidas e ASSASSINADAS A TIROS DE FUZIL por milicianos do governo, que, por sua vez, acusa a oposição pelo feito.
Ele não me disse nada além ou aquém da verdade.
Ele me disse, senhores, que os venezuelanos estão sendo MASSACRADOS.
Não pude me conter em lhe abraçar e pessoalmente lhe desejar não só boas-vindas ao Brasil, mas também à nossa luta para evitar que o mesmo ocorra por aqui.
Bem-vindo, Roger!
Veja o vídeo abaixo:

Nenhum comentário:

Arquivo do blog