A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, novembro 17, 2014

VLADY OLIVER: Smartmatic e as reiteradas fraudes bolivarianas levadas a cabo pela quadrilha do Foro de São Paulo na latrino américa





Por VLADY OLIVER na Veja.com

Faço parte de uma comunidade que ajuda gratuitamente pessoas que trabalham com os tipos de softwares com os quais trabalho, tirando dúvidas, fazendo sugestões ou simplesmente ouvindo seus argumentos. Infelizmente, a coisa parece um cursinho básico de inglês. As mensagens de erro desses softwares aparecem na tela e as pessoas “printam” (e publicam) sem ter a menor ideia do que o Gúgol traduziu. E qual o mote para um blog político? O mote é a tal “Smartmatic”, empresa cujas informações simplesmente não existem em português confiável. Mesmo os “esquerdistas ianques”, que tendem a dourar a pílula como toda a canalhada socialista a soldo aqui aboletada, não conseguem esconder os odores que emanam das reiteradas fraudes bolivarianas levadas a cabo pela quadrilha do Foro de São Paulo na latrino américa.



Se há suspeitas em todos os países que utilizaram os serviços da tal empresa na auditoria das apurações, o que fazem seus técnicos de braços dados com a turminha da nossa Justiça Eleitoral? Parece que o buraco na camada de ozônio da decência destes picaretas é realmente muito maior do que se imagina, não é mesmo? Fui um defensor do sistema eleitoral informatizado até que ele fosse inexplicavelmente “blindado” ao distinto público pagante. Com a chegada de exilados do sistema aos EUA e a denúncia dos métodos utilizados pela quadrilha, fica muito suspeito negar a transparência ao pleito. A indignação crescente da sociedade frente à postura magnânima e cartorial dos déspotas aprendizes começa a despertar a desconfiança internacional.

São diversos os temas cruzados entre o trabalho escravo exportado pela ditadura cubana e seu estoque de médicos sem a fronteira da decência cívica, as epidemias na ilhota coalhada de vagabundos fundamentalistas, que são acobertadas para que os Castro continuem a enviar navios negreiros para toda a América Latrina, a grana que eles amealham de republiquetas vagabundas como a nossa, que pagam pela nova escravatura e agora a tal “empresa de tecnologia”. As coisas estão fedendo, meus caros. Se for comprovado o que está sendo denunciado lá nos EUA, voltaremos a votar em urnas de tijolo, hehehe. As fraudes não foram só pontuais, nem movidas pelas ameaças dos cretinos aos beneficiários das bolsas miséria.

As abjeções retóricas se juntaram a ameaças físicas. Mais um escândalo. Enquanto isso, o PSDB, aquele partido que prometeu “uma oposição atuante a combativa” parece que foi dormir o sono dos insolentes. Você liga pra lá e ninguém atende. Só uma secretária eletrônica, que parece com a boca ocupada em outros microfones para dar uma satisfação – ou uma insatisfação – para um turba considerável de eleitores insatisfeitos com o produto recebido. Tem um PROCON pra devolver a mercadoria, se comprovado que ela está estragada? O cheiro já está insuportável por aqui.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog