A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, dezembro 02, 2014

REINALDO AZEVEDO: O país da piada e do trocadilho prontos: Rêgo será vital para enterrar o caso Petrobras também no TCU. E arrumou um empregão até 2033! É um escárnio!





A indicação do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), já aprovada pela CAE (Comissão de Assuntos Econômicos), para uma vaga no Tribunal de Contas da União (TCU) evidencia como o Brasil está longe ainda de ser uma República digna desse nome. Vamos ver por quê. O homem preside as duas CPIs que, em tese, apuram irregularidades na Petrobras: a do Senado e a Mista. Nem uma nem outra chegarão a lugar nenhum.

A primeira foi instalada para servir de ringue ao governismo, que tentou negar a roubalheira na estatal. A segunda ameaçou alguma independência, mas sucumbiu à maioria governista. A Petrobras tem muito mais receio da investigação feita pela SEC — o órgão dos EUA que regula a atuação de empresas nas bolsas daquele país — do que das duas apurações conduzidas pelo Parlamento brasileiro. Isso deveria ser considerado uma humilhação. Mas só sente a sua honra ofendida quem tem honra a defender.

A indicação para o TCU do presidente das CPIs da Petrobras que não chegam a lugar nenhum— e isso no momento em que o país se defronta com o maior escândalo da sua história, que tem justamente a estatal como epicentro — é, por si, um escárnio, ainda que ele venha a se mostrar um homem independente, o que é pouco provável. A questão não é pessoal, mas institucional.

O tribunal é composto de nove membros: três são indicados pela Câmara; três, pelo Senado; um, pela Presidência da República, e dois são escolhidos entre auditores e membros do Ministério Público que atuam no tribunal. Vital do Rêgo está sendo indicado pela cota do Senado, sob as bênçãos de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente da Casa. É aquele que detém também, sabe-se lá por quê, a prerrogativa de indicar o presidente da Transpetro, também sob investigação.

Vital do Rêgo já foi aprovado por unanimidade pela CAE, em meio a elogios e rapapés. Não terá dificuldade nenhuma em ser aprovado pelo plenário da Casa. Ele tem as bênçãos de Renan, mas também as do Planalto. Vai herdar o caso Petrobras, que estava sob os cuidados de José Jorge, que vinha causando severos incômodos ao governo e à direção da estatal. Assim como foi um diligente coveiro da apuração nas duas CPIs, Rego pode ser vital — foi inevitável o trocadilho — para fazer com que tudo termine numa farsa também no TCU.

Ah, sim: o homem tem 51 anos. Ficará no TCU nos próximos 19, até 2033. Isso é que é vida, Vital. O país que se dane!

BLOG DO CORONEL: Depoimento explosivo! Paulo Roberto Costa enrola vida de Dilma na CPI da Petrobras.



Atenção! Fato novo!

Paulo Roberto Costa enviou o e-mail para a presidente Dilma Rousseff por determinação da Casa Civil, chefiada por Erenice Guerra, com o conhecimento de José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras.

Fato novo 2!

Paulo Roberto Costa afirma que enviou o e-mail no sentido de solicitar que as irregularidades fossem cessadas e que Dilma Rousseff, presidente da República, por conseguinte, foi informada e não tomou providências.

O depoimento é explosivo!

O depoimento altamente comprometedor!

ALUIZIO AMORIM: EXCLUSIVO! FORÇAS ARMADAS DO BRASIL: O ALVO PRINCIPAL DO PROJETO COMUNISTA DO PT E DO FORO DE SÃO PAULO. NA VENEZUELA MILITARES BEIJAM A MÃO DOS COMUNISTAS BOLIVARIANOS.

O terrorista José Genoíno recebeu a mais alta condecoração do Brasil, das mãos do então ministro da Defesa do PT, Nelson Jobim.

O finado caudilho Hugo Chávez era coronel do Exército e teve o beneplácio da Armada para chegar ao poder. Lá instalado, iniciou as ações para transformar a Venezuela numa República Comunista nos moldes cubanos. E, para tornar mais palatável o processo de comunização do país, o defunto caudilho cunhou o termo “bolivariano”, que na novilíngua do Foro de São Paulo, do qual é sócio o regime de Caracas, significa comunismo. Com um detalhe: o regime bolivariano tem um viés mais comunista do que todos os regimes comunistas já surgidos no planeta! É a expressão da psicopatia em mais alto grau.

Esse dito neo-comunismo que já não faz mais guerra de guerrilhas é muito mais insidioso do que o velho comunismo que escravizou os povos agrupados na marra em torno da ex-URSS e há mais de meio século continua matando de fome o povo cubano enquanto os dissidentes apodrecem nos calabouços do regime.

De forma ligeira, pode-se dizer que o objetivo do Foro de São Paulo, que é dirigido pelo PT, tendo como presidente de honra o Lula da Silva, é estatizar tudo e nivelar por baixo todos os estratos sociais. Escapam, ora bolas, os dirigentes comunistas, os quais comporão um casta altamente privilegiada associada aos grande grupos empresariais quando lograrem, se é que vão lograr, os seus objetivos. 

Nesse tipo de comunismo a liberdade individual é anulada em favor do que denominam “comunas” ou “coletivos”. Goza portanto de total e irrestrita liberdade apenas a camarilha do poder.

Como terão o poder total sobre todas as associações civis, como os sindicatos de trabalhadores, acenam para seus sócios empresários com a segurança no controle das mobilizações proletárias. E mais do que isso, oferecem a segurança e o sigilo absoluto nas negociatas entre empresas privadas e governo. É que neste regime comunista do século XXI as instituições que promovem a transparência no trato da coisa pública, como o Legislativo, o Judiciário e a imprensa livre, passam a ser meras extensões do poder central. Continuam existindo, porém como fantoches do poder. 

NOVO TIPO DE GOLPE
Portanto, como se pode notar, não haverá mais o golpe de Estado clássico, ou seja, revolução cruenta. A comunização do país segue passos planejados com avanços e recuos. Dentro dessa estratégia a cereja do bolo são as Forças Armadas. Tanto é que no Brasil o governo do PT já iniciou de mansinho o avanço em direção ao estamento militar. O primeiro passo já está em curso, que é a campanha de desmoralização das Forças Armadas e das Polícias Militares. A primeira providência será a desmilitarização das Polícias Militares. São cúmplices nesse maquiavélico plano os jornalistas e os donos da maioria dos grandes veículos de comunicação. Tanto é que recentemente a Folha de S. Paulo contratou como colunista um agitador do movimento sem teto do PT, Guilherme Boulos. Este é apenas um exemplo mais escancarado daquilo que na Venezuela seria designado como "imprensa boliburguesa".

Para tornar palatável para a população civil a transformação lenta e gradual da democracia representativa num regime pautado pelo “centralismo democrático”, ou seja a ditadura do Partido, o PT, o Foro de São Paulo criou os ditos “Conselhos Populares”, que emulam o sovietes das ex-URSS. Essa providência é uma forma de levar ao cidadão comum (funcionários públicos, trabalhadores em geral, operários, pequenos comerciantes, etc...) a sensação de que terá poder e será ouvido diretamente pelo governo por meio dos “conselhos”, do qual trata o decreto 8.243, assinado recentemente pela Dilma e que se encontra sub judice do Senado, já que na Câmara foi derrubado.

Dependendo a situação política e social esse esquema do Foro de São Paulo pode avançar ou recuar, mas jamais será abandonado. O objetivo é o domínio das Forças Armadas que, afinal é onde tem origem o Poder do Estado. 


Fardas reluzentes ao lado do tiranete Nicolás Maduro: os militares viabilizam a ditadura comunista na Venezuela. (Foto: El País)

MILITARES CORROMPIDOS
Na Venezuela, apesar do finado caudilho Hugo Chávez ser um ditador egresso da caserna, pois era Coronel do Exército, a conquista total do poder militar pelo chavismo, a versão venezuelana do petismo, consumiu pelo menos uma década. O chavismo já está no poder há 15 anos!

Na Venezuela o esquema para conseguir a fidelidade militar ao projeto de comunização do país nos moldes do socialismo do século XXI, foi aplicado por meio da corrupção. E a prova disso está expressada numa reportagem do jornal El País da Espanha, cujo lead, afirma o seguinte:

“A cada mês de julho os oficiais promovidos à alta hierarquia militar das Forças Armadas venezuelanas luzem seus novos uniformes e divisas nos melhores restaurantes de carne de Caracas, em refeições regadas com abundante whisky. No início eram celebrações discretas porque eram uns poucos, mas desde alguns anos são muitos.

Na Venezuela há mais generais e almirantes que cargos vagos no estamento militar, mas isso não parece ser um obstáculo para o governo de Nicolás Maduro. Este ano se somaram a essas fileiras 229 coronéis e capitães, seguindo um costume iniciado há quatro anos por seu antecessor, Hugo Chávez. Tem sido a maneira que tem encontrado o chavismo não apenas para honrar suas origens castrenses, mas de estimular quem lhes tem servido de principal suporte em três lustros, mais além da obrigação imposta na Constituição venezuelana. O de Maduro é um Governo militar com uma fachada civil.”

Numa análise ligeira e concisa é este o modus operandi do Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro, em 1990, num evento em São Paulo, informação que naquela oportunidade os obsequiosos jornalistas “simpáticos à causa” simplesmente esconderam da opinião pública brasileira. E mais: transformaram o Foro de São Paulo num tabu. Não fosse o filósofo, jornalista e escritor Olavo de Carvalho, um especialista nesta matéria, ninguém saberia da existência desse plano comunista transnacional cujo objetivo é sequestrar a democracia e a liberdade em toda a América Latina.

Ninguém sabe, por enquanto, o que pensam sobre isso os militares da ativa no Brasil. Se sabe apenas que o ministro da Defesa é o ex-diplomata Celso Amorim, também conhecido como 'megalonanico' e que se tem notabilizado por ser um zeloso serviçal do PT e do Foro de São Paulo.

Por enquanto os militares brasileiros da ativa não fazem comemorações em mesas fartas de restaurantes de carnes com generosas rodadas de whisky, como vem acontecendo todos os meses de julho como seus homólogos na Venezuela. Entretanto, o projeto comunista do PT continua avançando. Esta é a realidade dos fatos.

ALERTA TOTAL: Armas em Funeral - E agora General Enzo?







Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ney de Oliveira Waszak



E agora Gen Enzo? Sou de um tempo em que o assassino já estaria nas mãos da tropa.


Quem são os verdadeiros assassinos? Os que determinaram cumprir missão fora do previsto, para ganho político?


O Exército não é para fazer patrulha de polícia e nem ação da chamada pacificação de favelas, que todos sabemos ser promoção política.


Conforme disse no artigo “O EXÉRCITO NÃO É MILÍCIA V”, se o Estado não consegue combater os bandidos, com o previsto no Art 144 da Constituição, entregue às Forças Armadas (FFAA), o Comando e não a missão de policiamento ostensivo.


A atual missão não deveria ocorrer, pois claramente não atente a legislação, não é episódica e nem por tempo limitado, se tornou permanente.


A missão para acabar com o tráfico de drogas e armas, deve ser feito com planejamento detalhado e sem preocupação partidária ou com o politicamente correto da Escola de Frankfut, muito bem usado pela esquerda.


O primeiro passo é fazer com que o Estado mude de lado, que deixe de proteger bandido e garantir ao bandido que o cidadão estará desarmado, o governo de esquerda procura fazer a implementação do previsto no “Decálogo de Lênin”, onde um dos itens é desarmar a população.


O segundo passo é agir na “Cabeça”, em quem realmente comanda, e tais mandatários não estão em nenhuma favela, eles ocupam mansões.


Não tenham dúvidas que surgirão nomes conhecidos e de “prestígio”. Alguém imagina que as negociações para tráfico de drogar e armas no exterior é feita por traficantes de favelas?


Se observarmos as chamadas ações sociais nas favelas, que ao invés de retirar as famílias mal assistidas da região, para um local com estrutura, o Estado constrói teleférico. Qual o objetivo? Turismo?


Comandante do Exército, Gen Enzo está em dívida com seus comandados, pois além de deixar um governo corrupto manipular a instituição que muito bem reconhecida pela população, ser levada a falácia da chamada “pacificação”, que agora causou a morte de um militar de forma covarde.


Não sei dos detalhes, mas houve reação e perseguição? Os bandidos já foram detidos? Acredito que após a intensificação, aparecerá um “menor” assumindo a culpa.


Com a palavra o Gen Enzo e o Alto Comando, que é a esperança, principalmente os Generais recém promovidos.


Se for necessário que se corte a própria carne, devemos nos lembrar que além de jurarmos ir até o sacrifício da própria vida, aprendemos a defender nossos subordinados e faço esta cobrança.


Ordem absurda não se cumpre!

Ney de Oliveira Waszak é Coronel, na reserva.

ALERTA TOTAL: Petistas fazem harakiri com ameaça de processar Aécio por reclamar de derrota para organização criminosa



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Os petistas cometeram ontem um de seus mais graves atos falhos políticos nunca antes praticados na mal contada história do Brasil. O presidente do PT, Rui Falcão, e os senadores Humberto Costa e Lindbergh Farias passaram recibo de otários. Culparam e condenaram seus próprios correligionários partidários, ao interpretarem que a qualificação "organização criminosa" usada pelo senador tucano Aécio Neves foi direcionada ao PT. Não foi!


Por isso, a cúpula do Partido dos trabalhadores transforma em pura palhaçada a ameaça de interpelar judicialmente e processar Aécio pelo que ele absolutamente não disse na entrevista ao jornalista Roberto D´Ávilla, na GloboNews. Pressionados por tantas denúncias de corrupção, que tornam o segundo mandato de Dilma ingovernável e com alto risco de pedido de impeachment, os petistas cometeram um harakiri político. Suas ameaças se voltam contra eles mesmos. Falcão, no Twitter, ainda deu de valente: "Já estamos interpelando senador mineiro derrotado. Em seguida, processo crime no STF. O PT não leva recado para casa...".


Rui Falcão se comportou como um desprezível Chapolim Colorado de Monte Aprazível. O petista interpretou como quis a declaração de Aécio Neves - que foi bem clara: "Na verdade, eu não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras patrocinadas por esse grupo político que aí está aí". Na manjada tática de posarem como vítimas, sempre que a conjuntura lhes parece desfavorável, os petistas só assumiram, publicamente, seu desespero com o atual tsunami de falcatruas bilionárias do Mensalão, Petrolão e Eletrolão.


Ontem mesmo, Aécio Neves rebateu a autoritária e descabida intenção do PT de interpelá-lo judicialmente ou processá-lo: "O PT tem esse vício, ao invés de interpelar seus membros que cometeram crimes, como, por exemplo, na época do mensalão, os tratou como heróis nacionais. Agora, ao invés de interpelar o tesoureiro do seu partido, acusado por um dos membros da quadrilha de ser parte desse processo, quer processar o acusador, como ameaça fazer com a própria Policia Federal".
O líder do PSDB na Câmara, o baiano Antônio Imbassahy, também jogou pesado contra a babaquice cometida pelo stalinista Rui Falcão: "Não vejo legitimidade do presidente do PT, Rui Falcão, que até ontem festejava os três grandes detentos da Papuda como heróis da Pátria e incentivava aplausos para o atual tesoureiro do PT, João Vaccari. Essa ação na Justiça contra Aécio é desprovida de qualquer credibilidade. Ademais, quem identifica essa organização criminosa que se instalou no governo Lula e foi ampliada no governo Dilma, é a Polícia Federal".



A nazicomunopetralhada está apertadinha. Os "colaboradores premiados" nos processos da Operação Lava Jato forneceram denúncias e provas concretas para incriminar 77 deputados federais e 14 senadores. Outros 112 parlamentares foram citados como beneficiários de esquemas de corrupção, mas apenas com fortes indícios, e também correm risco de denúncia, se forem delatados por colegas ou parceiros de negociatas interessados em deletá-los. O escândalo, que evoluiu do Mensalão para o Petrolão, tem tudo para ficar maior e mais chocante se chegar ao Eletrolão, incriminando, além de grandes empreiteiras, os gigantescos fundos de pensão.


O PT tem muito a explicar sobre tantos escândalos. Seus principais políticos e dirigentes suportariam uma auditoria na evolução patrimonial pessoal, de seus familiares ou de pessoas muito próximas, principalmente durante estes 12 anos que aparelham o poder federal? Como o ex-Presidente Lula da Silva e a atual presidenta reeleita Dilma Rousseff têm a coragem de alegar que nada sabiam sobre os escândalos nas estatais, se nada é decidido nestas empresas de economia mista sem a anuência e consulta direta do Palácio do Planalto, representando a União, o acionista majoritário delas?

SOCIEDADE MILITAR: Em caso de IMPEACHMENT Temer assumiria? Não necessariamente. Respondendo a questionamentos.



Em caso de IMPEACHMENT Temer assumiria? Não necessariamente. Respondendo a questionamentos sobre mobilização, impeachment e intervenção militar.

Conversando sobre o momento, e respondendo à questionamentos e reclamações que dizem que se Dilma for impedida “´fica a mesma coisa´, pois Michel Temer, do PMDB assumiria”. Vejamos.

O que nos foi colocado foi: “Expliquem como o IMPEACHMENT não deixará o MICHEL TEMER assumir a PRESIDÊNCIA que não falaremos mais em INTERVENÇÃO CONSTITUINTE.”

Como já dissemos aqui, a história recente nos ensina que nas ruas o que é mais relevante é o número de pessoas concentradas. E que em uma mobilização a médio prazo, as demandas sempre tendem a se unificar. Por isso talvez o que nesse primeiro momento seja menos importante são as frases colocadas em cartazes, porque no fim a “voz das ruas” será: Esse governo é corrupto, é indesejável, apurem rigorosamente os escândalos”. Pedindo impeachment, golpe militar ou um ataque de marcianos a mobilização será atacada pela mídia esquerdista.

REPETINDO: O que vem de fora não é capaz de destruir facilmente movimentos sociais, ao contrário, tende a aumentar a coesão. Movimentos populares quase sempre são destruídos quando infectados por dentro. E isso pode ser facilmente constatado nesse momento, em que obviamente o movimento de oposição nas ruas está “rachado”. Se o grupo permanecesse unido como no inicio a manifestação do ultimo sábado seria maior do que as anteriores. Negar que exista qualquer divisão tenderia a reforçar a inabilidade de dirigentes, isso é mais do que perceptível. Se nenhum dos "organizadores" possui outras aspiração que não seja mudar esse país para melhor não ha motivo para não se unirem novamente. Ha tempo suficiente para reverter a stuação. Movimentos populares desse tipo só existem enquanto crescem, no momento em que param de crescer se dispersam (VEJA AQUI).

" notorio que o grande grupo que tem se reunido nas redes sociais e lutado pela deposição do governo petista tende a ficar cada vez mais coeso. O movimento tem um grande diferencial, alem de ser embasado filosoficamaente, é extremamente esclarecido quanto ao passado e perspectivas de sucesso. Quando as demandas se reduzirem a uma ou duas, se tornará praticamente invulnerável a ataques vindos de fora, e o crescimento se tornará exponencial. A massa social se solidifica quando é afligida de fora pra dentro. Os membros ainda um pouco apartados são atraídos vigorosamente uns para os outros na mesma medida em que são afligidos de fora pra dentro. Portanto, a liderança deve sempre considerar os ataques como fontes de coesão. O que deve realmente ser evitado a todo custo é a auto-cisão, ou um ataque vindo de dentro, sejam estes causados pelo ego de componentes ou por alguém ter dados ouvidos à panfletagem do inimigo.

P.S. Algumas pesssoas tem mencionado aqui que manifestações aos sábados são prejudicadas, muitos não residem nos grandes centros e, após uma semana de trabalho voltar para o centro aos sábados é "complicado".

QUANTO ao Impeachment. Vejamos.

A razão da solicitação de impedimento de DILMA existe sim. Há suspeitas de que as campanhas de Dilma Roussef de 2010 e de 2014 possam ter sido financiadas por dinheiro ilícito. Há ainda a possibilidade de crime de responsabilidade de Dilma, por não ter impedido a corrupção generalizada que ocorreu na maior empresa do país.

Desde que existe uma prescrição constitucional para o processo de Impeachment é obvio que solicitá-lo não é golpismo. Todas as democracias decentes do planeta prevêem a possibilidade de impeachment do chefe de governo.

O artigo 15, da lei 1.079, de 10 de abril de 1950, que “define os crimes de responsabilidade e regula o respectivo processo de julgamento”, diz: “denúncia só poderá ser recebida enquanto o denunciado não tiver, por qualquer motivo, deixado definitivamente o cargo”.

De acordo com o parágrafo primeiro e seus incisos, do artigo 86 da Constituição Federal, “O Presidente ficará suspenso de suas funções: I – nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal; II – nos crimes de responsabilidade, após a instauração do processo pelo Senado Federal”.

Se a acusação for o financiamento da campanha eleitoral por dinheiro ilegal provindo de fonte ilícita, mensalão, petrolão etc., Michel Temer estará impedido, pois é a chapa inteira que deve ser impugnada.

E assim, de acordo com o artigo 81 caput, da Constituição Federal, teremos novas eleições em 90 dias. E aí sim, pode ocorrer certos transtornos no país e ser necessário que os poderes constituídos acionem as Forças Armadas para que a normalidade seja mantida no Brasil. Como ocorreu na Tailândia, onde a mídia insiste em dizer que ocorreu golpe militar.

Ainda que Michel Temer não ficasse impedido, no caso de IMPEACHMENT de Dilma por crime de responsabilidade, este se tornaria significativamente fraco após a grande derrota infringida ao governo por ininciativa popular. E o mais importante, e primeiro objetivo, seria alcançado, que é retirar o PT do controle da máquina administrativa. Uma guerra se ganha batalha após batalha.

Resposta do Deputado Carlos Sampaio ao presidente do PT Rui Falcão






As declarações do presidente do PT, Rui Falcão, de que interpelará Aécio Neves, nos levam a crer que este partido terá que realizar, nos próximos meses, uma quantidade incontável de interpelações, pois, a cada dia, mais e mais vozes se levantam para reconhecer que foi instalada uma quadrilha criminosa na Petrobras durante os Governos de Lula e Dilma.

Poderia começar interpelando agentes e delegados da Polícia Federal que definiram o grupo nomeado para dirigir a Petrobras como uma verdadeira “organização criminosa”. Em seguida, poderia interpelar o ministro do Superior Tribunal de Justiça Félix Fischer, que afirmou que o Brasil nunca viveu “tamanha roubalheira”. Poderia, ainda, interpelar o ministro Newton Trisotto, também do STJ, que afirmou ser a corrupção brasileira “uma das maiores vergonhas da humanidade”.

Por fim, poderia, ainda, interpelar o procurador-geral da República, Dr. Rodrigo Janot, que considera já comprovada a engrenagem que movimentou o esquema de corrupção da Petrobras.

A verdade é que o Brasil já sabe que sua maior empresa, a Petrobras, foi utilizada em benefício de partidos políticos, por meio de um esquema de desvio de recursos públicos.

As informações, até agora conhecidas das delações premiadas, revelam que há indícios sérios de que o dinheiro desviado da Petrobras foi utilizado em favor de campanhas eleitorais de diversos partidos da base de Dilma Rousseff. Foi esta a realidade que o PSDB enfrentou nestas eleições.

Esta verdade é inegável, inexistindo qualquer outro esclarecimento necessário a quem quer que seja. Os fatos são notórios, o que demonstra a ineficácia da interpelação que o presidente do PT, Rui Falcão, diz que irá fazer.

Não nos preocupam acusações infundadas ou interpelações do PT. Não é o nosso partido que tem um histórico de tratar como heróis criminosos presos que desviaram dinheiro público. Não foi o presidente nacional do nosso partido quem puxou palmas, no último fim de semana, para um tesoureiro acusado de se beneficiar do esquema de corrupção da Petrobras. Portanto, não somos nós, o PSDB, que devemos explicações ao país.

Deputado Carlos Sampaio

Coordenador Jurídico Nacional do PSDB

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog