A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, fevereiro 03, 2004

ProCana promove workshop sobre Marketing Sucroalcooleiro 2004

Evento discutirá ferramentas indispensáveis para ampliação dos negócios na indústria sucroalcooleira

A Procana — Centro de Informações Sucroalcooleiras, empresa líder em comunicação do agronegócio canavieiro, promove no dia 4 de março, o Workshop ProCana Marketing Sucroalcooleiro 2004, no Hotel Ca´d´oro, em São Paulo, das 9h às 13h10.
O objetivo do evento é oferecer conhecimentos, atualizações, práticas e discutir sobre as ferramentas indispensáveis para as empresas para a ampliação dos negócios na indústria sucroalcooleira. O setor passa por profundas mudanças em suas atividades produtivas, comerciais e administrativas, tema que também será abordado no seminário.
O encontro é destinado a empresários e executivos de unidades produtoras e também às empresas fornecedoras de equipamentos, produtos e serviços. Podem participar consultores e profissionais da área de marketing, comercial e logística.
O diretor do Departamento de Acúçar e Álcool do Ministério da Agricultura e do Abastecimento, Ângelo Bressan Filho, irá falar sobre as perspectivas do Governo Federal para o agronegócio sucroalcooleito na safra 2004/05. Outro destaque, é a palestra de Fábio Soares Rodrigues, do ProCana, que terá como tema "Conheça os atuais investimentos das usinas e conquiste uma fatia do mercado".
Plínio Nastari, da Datagro, discutirá o cenário econômico do setor sucroalcooleiro na safra de 2004/05. As "Perspectivas de produção de cana, açúcar e álcool na região Centro/Sul", será abordada por Antônio Pádua Rodrigues, da ÚNICA e para encerrar o evento, Josias Messias, diretor do ProCana, vai proferir palestra sobre "A Profissionalização da Gestão das Usinas e seus impactos nos relacionamentos e negócios do setor sucroalcooleiro.
O tema "Políticas de investimentos e compras do Grupo Unialco", será apresentado pelo empresário sucroalcooleiro Luiz Guilherme Zancaner, diretor do Grupo Unialco e presidente da Udop — Usinas e Destialrias do Oeste Paulista.

Mais informações estão no site www.procana.com.br/workshop ou pelo telefone (16) 3968 4010 com Heloisa.


Fonte Assessoria de Imprensa
(16) 610 0697

EQUIPAMENTOS PARA PRODUÇÃO DE LEITE

WestfaliaSurge levará soluções em qualidade de leite aos produtores durante o 15º Show Rural Coopavel

A WestfaliaSurge, empresa líder em sistemas de produção de leite e produtos para limpeza de equipamentos e higiene do úbere, mostra suas novidades e soluções em qualidade de leite durante o Show Rural Coopavel, importante exposição agropecuária que acontecerá entre 9 e 13 de fevereiro de 2004, em Cascavel (PR). Além dos equipamentos de resfriamento e ordenha - cuja gama de produtos tem como principal característica a plena abrangência das demandas dos produtores de leite brasileiros, seja qual for o tamanho da produção -, a empresa levará ao Show Rural sua linha de acessórios e itens de consumo da fazenda leiteira, como produtos para higiene e desinfecção de tetos, limpeza de equipamentos, cercas elétricas e peças de reposição em geral.
Outra novidade da WestfaliaSurge no Show Rural Coopavel será o seu novo “Pega-Mosca”, um recipiente em vidro com parte em alumínio e cobertura metálica com pequenos furos, por onde as moscas entram e não conseguem sair mais devido à ação de uma solução atrativa com feronômio natural colocada dentro do vidro. Além de simples, esta solução é ecologicamente correta, pois não contém qualquer tipo de veneno.
O produtor que passar pelo estande da empresa também poderá conhecer os programas de gerenciamento que auxiliam na gestão da propriedade, melhorando o desempenho da fazenda produtora de leite. Os softwares desenvolvidos pela WestfaliaSurge objetivam a melhoria contínua dos índices gerais de produtividade, sanidade, reprodução e de custos dos rebanhos.
Para o gerente regional da WestfaliaSurge no Paraná, Nestor Hüller, a empresa leva uma ampla linha de produtos e equipamentos ao Show Rural Coopavel porque o evento atrai cerca de 130 mil visitantes, tornando-se uma excelente opção de contato direto com os produtores de leite da região Sul do Brasil e também de países vizinhos, como Argentina, Uruguai e Paraguai.
A WestfaliaSurge estará no Pavilhão de Pecuária de Leite, estande 06 – Oeste / Externo. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone (19) 3837 9500 ou pelo e-mail info@westfaliasurge.com.br

Atendimento à Imprensa:
Texto Assessoria de Comunicações: telefone (11) 3675-1818
Jornalista Responsável: Altair Albuquerque (MTb 17.291)

Relatório da Biossegurança é adiado para amanhã

O presidente da Comissão Especial da Biossegurança (PL 2401/03), deputado Silas Brasileiro (PMDB-MG), acaba de anunciar que o relatório do deputado Renildo Calheiros (PcdoB-PE) será votado amanhã, às 9 horas.
O adiamento deve-se à solicitação do relator que pediu para prorrogar para as 19 horas de hoje o prazo para conclusão de seu trabalho. Ainda hoje deverão ser distribuídas cópias do relatório para os membros da comissão.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

CITY TOUR E PASSEIO RURAL INTEGRAM PROGRAMAÇÃO DA FESTA DA UVA

Durante os finais de semana de fevereiro, a partir do dia 7, acontece a 43a Festa da Uva de Vinhedo, promovida pela Prefeitura Municipal. Como parte da intensa programação organizada pela Secretaria de Cultura, Comércio, Indústria e Turismo de Vinhedo, destacam-se o City Tour e o Passeio Rural.
Como forma de mostrar aos turistas que comparecerão à 43a Festa da Uva todos os atrativos que Vinhedo possui, a Secretaria de Cultura, Comércio, Indústria e Turismo preparou dois passeios especiais pela cidade: o City Tour e o Passeio Rural. Confira os roteiros:

City Tour:
A saída será no Parque Municipal, passando pelo Cristo Redentor, Mosteiro de São Bento e Represa (com parada nestes dois últimos pontos), Centro da Cidade, Aquários, Estrada da Boiada e retorno ao Parque.
O trajeto poderá ser feito em microônibus ou no Trem Turístico. Veja as opções:
Microônibus com ar condicionado: O tempo estimado do trajeto é de 90 minutos e custa R$ 5,00.
Saídas diárias: 10h, 10h30, 11h, 11h30, 12h, 12h30, 13h, 13h30, 14h, 14h30, 15h30, 16h, 16h30 e 17h.

Mini City Tour com Trem Turístico
Saída do Parque, com destino ao Cristo Redentor, onde se tem uma bela vista da cidade, com retorno ao Parque. O tempo estimado do passeio é de 30 minutos e custa R$ 5,00.
Saídas diárias: 10h, 11h30, 13h, 14h30, 16h, 17h30 e 19h30. Caso a demanda pelo passeio seja grande, as saídas poderão ocorrer de hora em hora.

Passeio Rural

Há três opções de passeio rural. Confira:
1) Plantação de Uvas do Macan e Bosque dos Eucaliptos, onde se encontram plantas ornamentais, mata nativa, a escadaria da vovó e o trole. O tempo estimado do passeio é de 90 minutos e custa R$ 7,00.
Saídas: 9h30 , 10h30, 11h, 12h, 13h, 13h30, 14h30 e 15h.

2)Plantação de figo e uva e Rancho Catavento, com passeio a cavalo e trole, café colonial e plantações diversas.
O tempo estimado é de 90 minutos e custa R$ 7,00. Para os passeios a cavalo, trole e para o café colonial, há um preço à parte.
Saídas: 9h, 10h, 11h, 11h30, 12h30, 13h30, 14h, 15h, 15h30 e 16h.

3) Circuito das Frutas de Valinhos, com visita às plantações de serigüela, goiaba e pêra, com degustação. No local, também há produtos artesanais. Tempo estimado: 120 minutos. Preço: R$ 10,00.
Saídas: 10h30, 12h, 13h30 e15h30.

4) Circuito das Frutas de Louveira, com visita à fazenda histórica centenária e aos pomares, com degustação de frutas. Tempo estimado: 120 minutos. Preço: R$10,00
Saídas: 10h, 13h, 11h30 e 15h30.


SERVIÇO
FESTA DA UVA DE VINHEDO (FUV 2004) – ENTRADA FRANCA
Local: Parque Municipal Jayme Ferragut - Estrada da Boiada, s/nº.
Mês: Fevereiro 2004
Dias: 7 – sábado - abertura oficial da festa, às 17 horas até 1 da manhã; 8 – domingo, das 9 horas até meia noite; 13 – sexta-feira, das 18 horas até 1 da manhã; 14 – sábado, das 9 horas até 1 da manhã; 15 – domingo, das 9 horas até meia noite; 20 – sexta-feira, das 18 horas até 1 da manhã; 21 – sábado, das 9 horas até 1 da manhã, 22 – domingo, das 9 horas até meia noite, 23 e 24 – segunda e terça de Carnaval, das 9 horas até meia noite; e 27 – sexta-feira, das 18 horas até 1 da manhã; 28 – sábado, das 9 horas até 1 da manhã; 29 – domingo, das 9 horas até meia noite.


PREFEITURA DE VINHEDO - 43a FESTA DA UVA
Diretoria de Comunicação - Jornalista responsável: Sabrina Bombonatti (Mtb 25.843) comunicacao@vinhedo.sp.gov.br - Fones: 19 3826-7828, 19 3826-7829 e 19 9774-4537
Assessoria de Imprensa: Ricardo Viveiros – Oficina de Comunicação
Jornalistas Responsáveis: Marisa Ramazotti (MTb. 22.838) e Patrícia Ribeiro (MTb.29.495)
Fone: 11 3675-5444
Home Page: www.viveiros.com.br

Embrapa Pecuária Sudeste fará dia de campo sobre silagem de capim

A Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos-SP) realizará nesta sexta-feira (dia 6 de fevereiro), das 8 hs às 17 hs, dia-de-campo sobre produção de silagem de capim, dirigido a pecuaristas, técnicos, extensionistas e profissionais de áreas afins. Com palestras e demonstrações práticas, o evento terá como instrutores os engenheiros agrônomos André Novo, Eli Schiffler, Geraldo Maria da Cruz e Luciano de Almeida Corrêa, da Embrapa Pecuária Sudeste.
Inscrições e mais informações pelo telefone (0xx16) 261-5611.


Jorge Reti - MTb 12693-SP e MS 14130/SJPSP/FENAJ
Assessor de imprensa
Embrapa Pecuária Sudeste
São Carlos-SP
Fone (0xx16) 261-5611

Abertas inscrições de animais para ExpoZebu 70 anos

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) começa a receber a partir de hoje (02/02) as inscrições de animais para as provas de julgamento da ExpoZebu, maior feira pecuária do mundo. A mostra, que este ano vai comemorar os 70 anos da entidade, deve receber mais de 2,4 mil bovinos de nove raças zebuínas. Uma das novidades na pista da ExpoZebu este ano promete ser o retorno da raça sindi. Ultimamente a mostra estava contando com a participação das raças brahman, gir, gir mocha, guzerá, indubrasil, nelore, nelore mocha e tabapuã. A ExpoZebu 70 anos irá acontecer de 29 de abril a 10 de maio em Uberaba (MG).
As inscrições podem ser feitas pela página da ABCZ na internet (www.abcz.org.br). A ficha também está disponível na sede da entidade e pode ser solicitada pelo telefone (34) 3319-3920 (Falar com Goretti). Cada expositor tem direito de inscrever dez animais de cada raça, dentro de cada categoria de registro. O prazo termina impreterivelmente no dia 8 de março. O Parque Fernando Costa tem 23 pavilhões com capacidade para abrigar em torno de 2,4 mil exemplares. A exemplo dos outros anos, pavilhões provisórios, com total infra-estrutura, serão montados no interior do parque caso a quantidade de animais inscritos supere os 2,4 mil.

Jornalista Responsável: Luciano Bittencourt
Telefones (34) 3319-3824/3826
Jornalista Responsável: Altair Albuquerque (MTb 17.291)
Telefone (11) 3675-1818

Canal Tortuga promove chat sobre Nutrição Animal nesta quarta

A importância de uma correta suplementação mineral é indiscutível. Segundo a Embrapa, a suplementação mineral é o insumo de menor custo para o aumento da produção animal a pasto. Apesar disso, cerca de 70% dos pastos brasileiros estão degradados e apenas 1/3 do rebanho bovino, por exemplo, do Brasil tem acesso à alimentação de média ou alta qualidade.
Pensando em apresentar aos produtores/criadores, técnicos, jornalistas e ao público em geral a importância da nutrição animal, os benefícios do uso de minerais orgânicos na alimentação e para tirar dúvidas, o Canal Tortuga (www.canaltortuga.com.br) - portal de informações sobre o agronegócio brasileiro – promoverá um chat sobre Nutrição nesta quarta-feira, dia 4 de fevereiro.
O bate-papo online será com o Dr. Rubens Pinheiro, Gerente de Desenvolvimento de Produtos da Tortuga, maior empresa de alimentação e saúde animal do País. O especialista tratará da importância dos minerais orgânicos para a pecuária de corte, leite, aves, suínos e eqüinos, além de estar à disposição para as dúvidas dos participantes.


O que: Chat sobre Nutrição Animal
Quem: Dr. Rubens Pinheiro – Gerente de Desenvolvimento de Produtos da Tortuga
Quando: Quarta-feira (04/02)
Onde: www.canaltortuga.com.br / Sala Nutrição
Horário: 9h – 12h
Texto Assessoria de Comunicações – Tel.: (11) 3675-1818
Jornalista Responsável: Altair Albuquerque (MTb. 17.291)

O que as cooperativas querem

Evaristo Camara Machado Netto*

A geração de riqueza compartilhada não é resultado de manobra contábil, os postos de trabalho não dependem de aventuras financeiras e a transparência da gestão não é garantida só por uma auditoria externa. A solidariedade, a eficiência e a credibilidade são valores fundamentais praticados no cotidiano das cooperativas brasileiras e paulistas.
Nós, do movimento cooperativista, não queremos medalhas no peito e privilégios no bolso por seguir os princípios mantidos nesses 100 anos de Brasil e 160 anos em todo o mundo. Reivindicamos o reconhecimento às cooperativas. Primeiro, à excelência produtiva e social do ato cooperativo. E, não menos importante, ao fato de sermos uma das raras categorias econômicas de gestão e capital brasileiros.
Dados preliminares do cooperativismo paulista mostram um movimento de R$ 7,56 bilhões no ano passado apenas no ramo agropecuário, o que representa 30% de aumento sobre 2002 e mais de 30% sobre o valor anual da produção agropecuária paulista.
Agora, quem é mais importante? O cooperado produtor do grande sucesso da economia em 2003 e multiplicador do desenvolvimento sustentado? Ou o capital global volátil, sempre à procura de mão-de-obra barata e recursos naturais a explorar? O Banco Central sabe. O cooperativismo recebeu aval e estímulo relevantes da autoridade monetária com as novas normas de microcrédito, que facilitaram a formação de cooperativas de crédito. A importância do incentivo pode ser medida por exemplos de economia no crédito cooperativo. Para citar só um caso, o Bancoob (Banco Cooperativo do Brasil) poupou, em 12 meses, R$ 63 milhões dos associados, que seriam gastos em operações de compensação de cheques.
No caso das cooperativas de transporte, o crescimento significativo fez a Ocesp preparar a criação de novo ramo de representação. A formação de novas cooperativas de trabalho indica que o modelo de organização encontra espaço entre os tomadores de serviços terceirizados. Para ajudar a combater o déficit de um milhão de moradias no estado, as cooperativas entregaram mais de 80 mil unidades em dez anos. As cooperativas de pais são uma opção educacional de qualidade a custos menores. O sistema de saúde cooperativo serve de modelo a outros países. As cooperativas de consumo eliminam intermediários e garantem gêneros mais baratos.
Em São Paulo, o cooperativismo já mostrou sua força. Somamos 1.025 cooperativas no Sistema Ocesp/Sescoop-SP e 108 novos registros foram aceitos em 2003. Também impressiona o número de consultas de interessados na formação de cooperativas: um total de 757 durante o ano.
Para garantir o bom funcionamento do sistema, a Ocesp orienta as cooperativas novas: analisa o cumprimento das exigências legais, verifica o funcionamento e concede registro provisório por um ano. Se, durante este período, a cooperativa não se adequar às normas, o registro é suspenso. Afinal, temos muitos interessados em entrar para o sistema: a freqüência às palestras gratuitas sobre cooperativismo duplicou. Diante da procura crescente pelo modelo cooperativista, a Ocesp investe em educação. Só em 2003 foram 237 cursos, atingindo mais de 6.500 pessoas. No Programa de Autogestão foram capacitados 700 cooperativistas no ano passado.
Ainda temos muito trabalho pela frente, mas se as reivindicações claras e justas das cooperativas não puderem ser atendidas, o país estará premiando não só quem não trabalha e especula, mas aqueles que prejudicam o Brasil e os brasileiros.

*Presidente da Organização das Cooperativas do Estado de S. Paulo (Ocesp




Cintia Beck
Assessora de Imprensa
Ex-Libris Comunicação Integrada

MAPA E SETOR PRIVADO VÃO DESENVOLVER CAMPANHA DE PREVENÇÃO À GRIPE DO FRANGO

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Milho e Sorgo, Aves e Suínos decidiu criar um grupo temático para desenvolver uma campanha de reforço às ações de prevenção à influenza aviária no país. Entre as possíveis medidas a serem adotadas, está a instalação de pedilúvios - equipamentos para desinfecação – nos portos e aeroportos, visando um maior controle dos passageiros que chegam ao Brasil procedentes da Ásia. O anúncio foi feito pelo hoje (02/02) pelo secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Amauri Dimarzio, pouco depois de presidir a reunião da câmara do setor convocada para analisar uma estratégia de prevenção à gripe do frango.
Maior produtor e exportador mundial de aves, o Brasil nunca teve qualquer caso de gripe do frango. “Mesmo assim, temos que adotar medidas preventivas contra a influenza”, ressaltou Dimarzio. Até quinta-feira, ele receberá do grupo temático as sugestões para o desenvolvimento da campanha. Algumas propostas já foram apresentadas pelo próprio Dimarzio: elaboração de um documento com perguntas e respostas sobre a influenza aviária para ser distribuído à população; a edição de resumo técnico para ser enviado à cadeia produtiva; reforço no programa de capacitação de técnicos especializados no combate à gripe do frango e revisão de legislação sanitária sobre avicultura.
“A avicultura brasileira, por seu avanço tecnológico, é uma das mais modernas do mundo e tem risco praticamente zero para a doença”, reforçou Dimarzio. No entanto, acrescentou, é preciso tomar medidas adicionais às que já são empregadas hoje pelo programa nacional de sanidade avícola para eliminar qualquer possibilidade de entrada da gripe do frango no país. O secretário-executivo defendeu ainda o desenvolvimento de campanhas de prevenção à influenza aviária no Mercosul e na América do Sul. Ele informou também que nos próximos dias chegarão ao país missões de empresários japoneses e sul-coreanos interessados em comprar aves do mercado nacional.
“Esta é uma grande oportunidade para a avicultura brasileira”, disse o presidente da Associação Brasileira dos Exportadores de Frango (Abef), Júlio Cardoso, referindo à possibilidade de o Brasil aumentar ainda mais sua participação do mercado internacional de carne de aves, em razão da ocorrência da gripe do frango na Ásia. Ao elogiar a decisão do governo de reunir a cadeia produtiva para discutir uma estratégia de prevenção à doença, ele revelou que as exportações de frango devem crescer cerca de 10% neste ano. No ano passado, o país assumiu a liderança mundial do setor, com vendas externas de US$ 1,8 bilhão, representando embarques de 1,9 milhão de toneladas.
A pesquisadora Liana Brentano, da unidade de Suínos e Aves da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), também garantiu que são remotas as chances de a influenza aviária chegar ao Brasil. Ela afirmou, porém, que o país precisa reforçar seus mecanismos de controle do material importado e manter um monitoramento constante dos plantéis de aves. A pesquisadora fez uma palestra sobre a gripe do frango no mundo durante a reunião, que contou com as presenças do presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Clayton Campanhola, e da União Brasileira de Avicultura, Zoe da Silveira D’Ávila, entre outros.


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – DIVISÃO DE IMPRENSA
FONES (61) 218-2203/2204/2205 - FAX: 322-2880

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog