A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, fevereiro 06, 2004

AGRALE APRESENTA NOVO TRATOR BX 6.110 NO SHOW RURAL COOPAVEL, EM CASCAVEL

Empresa também expõe outros produtos, como os tratores das linhas de médio e pequeno portes

A Agrale, tradicional fabricante brasileira de tratores, apresenta o seu novo trator BX 6.110, no Show Rural Coopavel 2004, que acontece no período de 9 a 13 de fevereiro, em Cascavel (PR). O início da comercialização do equipamento está previsto para o final do primeiro semestre deste ano. Com esse modelo, a Agrale ampliará a oferta de tratores na sua linha de médio/grande portes, conhecida no mercado pelo bem-sucedido BX 6.150, também presente na exposição.
O novo modelo foi desenvolvido pela Agrale para a utilização no sistema de plantio direto, em médias e grandes propriedades que cultivam produtos como soja, milho e trigo, e será comercializado, principalmente, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Mais compacto e leve, o BX 6.110 apresenta baixo índice de compactação do solo e é equipado com motor MWM Turbo de quatro cilindros e 105 cv de potência. Conforme Flávio Crosa, diretor de Vendas e Marketing, "com essa configuração, o novo BX proporcionará ao usuário ainda maior economia, especialmente de combustível".
Assim como o BX 6.150, o novo modelo possui transmissão totalmente sincronizada com 12 marchas à frente e 4 à ré, eixo dianteiro ZF, barra de tração oscilante, com regulagens horizontal, vertical e longitudinal, tomada de potência do tipo independente, sistema hidráulico de 3 pontos com capacidade de levante de 4.500 kg, direção hidrostática, freios a disco em banho de óleo, ampla plataforma de operação fixada sobre coxins de borracha e controle remoto independente de alta vazão.

Linhas de pequeno e médio portes
A Agrale também expõe suas linhas de tratores de pequeno e médio portes, como os compactos 4100.4 e 4230.4. Esses modelos foram desenvolvidos para atender às necessidades dos horticultores, fruticultores, pecuaristas, avicultores e suinocultores. Seu uso é indicado para pequenas propriedades e apresentam baixo custo operacional e consumo médio de um litro de óleo diesel por hora de trabalho.
Na linha de tratores médios, a empresa também dispõe dos modelos 5075 e 5085 nas versões 4x2 e 4x4. Esses modelos são equipados com o motor MWM D229-4. O modelo 5075.4 possui potência de 75 cv a 2.400 rpm e apresenta bomba injetora rotativa CAV. O Agrale 5085.4 tem potência de 85 cv a 2.300 rpm e é equipado com bomba injetora Bosch em linha.
O 5075.4 e o 5085.4 contam com sistema hidráulico com capacidade de levante de 2.600 kg e opcional de levante com capacidade de 3.300 kg. Apresentam ainda caixa de câmbio de 10 marchas à frente e 2 à ré, plataforma de operação sobre coxins de borracha e controle remoto independente.
Essa é a segunda participação da Agrale no Show Rural Coopavel. Em sua 16ª edição, a feira é um dos maiores e mais diversificados eventos agropecuários do País e reúne mais de 200 expositores e 100 mil visitantes.


Secco Consultoria de Comunicação
Tel.: (11) 5641-7407
www.secco.com.br

ALIANÇA DO BRASIL LEVA NOVIDADES EM SEGURO AGRÍCOLA PARA COOPAVEL

Feira recebe produto com novo nome, BB Seguro Agrícola, e as vantagens já comprovadas oferecidas aos produtores

A Aliança do Brasil Companhia de Seguros, empresa coligada do Banco do Brasil, participa pela primeira vez do Show Rural Coopavel, um dos maiores e mais diversificados eventos agropecuários do País, que acontece em Cascavel, PR, entre os dias 09 e 13 de Fevereiro.
Para a Aliança, a participação na feira é fundamental para levar aos principais produtores agrícolas as vantagens oferecidas pelo BB Seguro Agrícola. Este ano, a empresa escolheu a Coopavel, pelo destaque que ela possui nacionalmente, para anunciar o novo nome do produto, que deixa de se chamar Seguro Ouro Agrícola e passa a ser BB Seguro Agrícola.
“A Coopavel vem, a cada ano, se destacando como feira de tecnologia agrícola, dirigida para a comercialização e demonstração de produtos e máquinas, reunindo os principais produtores do País. Ano passado, o BB acolheu cerca de 4 mil propostas durante o evento, no valor de R$ 161 milhões. Por ser uma das principais feiras do país, escolhemos a Coopavel para divulgar o produto”, destaca Walter Malieni Jr, diretor comercial.

O produto
O BB Seguro Agrícola protege as lavouras contra prejuízos decorrentes de riscos climáticos, como tromba d’água, ventos fortes, ventos frios, granizo, chuva excessiva, seca, geada, variação excessiva de temperatura, incêndio e queda de raio.
Para a safra 2003/2004, o BB Seguro Agrícola teve suas taxas revisadas e reduzidas em até 22% e passou a ser disponibilizado para três novas culturas: feijão irrigado, sorgo e trigo. Arroz irrigado, algodão, milho e soja permanecem sendo atendidos pelo BB Seguro Agrícola na safra 2003/2004.
A Aliança do Brasil também está adotando a cobrança de taxas do BB Seguro Agrícola de forma regionalizada, em função do risco de sinistros em cada região. No Paraná, por exemplo, o estudo para a regionalização das taxas já foi totalmente concluído. O resultado é que as lavouras de regiões que empregam maior tecnologia ou que tenham o solo ou o clima mais adequados ao plantio passaram a ter taxas mais baixas.
O valor mínimo da importância segurada precisa ser igual ao do financiamento. O máximo que se pode segurar é o valor do orçamento do custeio da produção. Para lavouras financiadas pelo BB, a importância segurada poderá ainda ser acrescida em até 20%. O limite de aceitação automática também está mais flexível na safra 2003/2004: aumentou 50% passando de R$ 400 mil para R$ 600 mil. As propostas com valores superiores são encaminhadas para a análise da seguradora.
Os proprietários das lavouras que não são integralmente financiadas pelo BB podem contratar o BB Seguro Agrícola para toda a área cultivada.
E ainda há desconto de até 15% para os segurados que renovarem o seguro, desde que não tenham avisado nenhum sinistro e que seja a mesma propriedade. Para a safra 2003/2004, há também um bônus especial para as culturas de inverno de trigo ou sorgo: o segurado terá direito a um desconto que pode chegar a 33% caso tenha feito seguro da cultura anterior de verão dentro do mesmo ciclo agrícola.

Produtividade individual é valorizada
O BB Seguro Agrícola apresenta ainda outra grande vantagem. Ele garante a produtividade individual do agricultor, o que significa que a aceitação do seguro não é feita pela média do que é produzido na região e sim conforme a produtividade de cada segurado. “Nós seguramos as lavouras pela tecnologia que o agricultor emprega. Por isso que se pode dizer que a função do seguro agrícola é induzir tecnologia”, afirma Malieni. Além disso, o valor pago pelo seguro (prêmio) pode ser financiado pelo Banco do Brasil. Não há incidência de I.O.F (Imposto sobre Operações Financeiras), os processos são digitalizados e não há custo de inspeção para o produtor.
De acordo com último levantamento feito pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), considerando os meses de janeiro a novembro de 2003, a Aliança do Brasil está em primeiro lugar no ranking de seguros rurais, com 68,1% da carteira.
Historicamente a Companhia sempre foi a maior contribuinte do Fundo de Estabilidade do Seguro Rural. Todo ano é feito um balanço por ramo das modadalidades de seguro rural. Se a seguradora tiver lucro com determinada modalidade, ela deposita um percentual ao fundo.
A extensão geográfica atendida pelo BB Seguro Agrícola é a maior do Brasil e uma das maiores do mundo no oferecimento de seguro da produção agrícola. São treze estados do país atendidos pela Aliança do Brasil nessa modalidade de seguro rural que protege as lavouras.

Máquina da Notícia
Tel: (11) 3147-7900 R: 7934

Custo de produção do trigo aumentou cerca de 20% no Mato Grosso do Sul

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, acaba de elaborar uma estimativa do custo de produção do trigo, em Sistema de Plantio Direto, no Mato Grosso do Sul, para auxiliar o agricultor em suas tomadas de decisões. O estudo concluiu que o produtor de Mato Grosso do Sul terá que investir cerca de 20% a mais que no ano passado. Como o entusiasmo em torno do trigo está por conta da exportação, não se sabe ainda se o custo vai influenciar ou não na expansão da área cultivada, que na última safra foi de 90 mil hectares em todo o Estado.
Segundo o cálculo dos pesquisadores Alceu Richetti e Geraldo Augusto de Melo Filho, da Embrapa Agropecuária Oeste, a estimativa de custo, por hectare, é de R$ 803,65. No ano passado foi de R$ 674,00. Os itens que mais oneram a produção são a semente, o fertilizante e os fungicidas. A maior diferença de preço ocorreu com o fertilizante, que está saindo por R$ 820,00 a tonelada, sendo que custava R$ 750,00 há um ano. Os valores da semente e dos fungicidas não sofreram grandes alterações.
Os pesquisadores também calculam que, se a produtividade ficar na média de 2.400 Kg/ha (40 sacas/ha), o custo por saco será de R$ 20,09. Considerando que o preço fique em torno do praticado em dezembro de 2003, que foi de R$ 22,32 por saco de 60 Kg, o custo de produção ficará R$ 2,23/saca abaixo do valor médio de mercado. Com base nesses números, calcula-se que a produtividade mínima para não apresentar perdas financeiras ao produtor seja de 2.160,60 Kg/ha. Alceu esclarece que esses valores fazem parte de uma estimativa de custo padrão e devem ser utilizados apenas para servir de base para o produtor, pois eles podem variar conforme negociações feitas direto nas revendas.

Mais informações:
Embrapa Agropecuária Oeste
Jornalista: Isabela Schwengber – DRT/MS: 167
Telefone: (67) 425-5122

Técnica chinesa que barateia o cultivo será tema do curso de 11 a 14 de fevereiro

Os cogumelos são alimentos muito nutritivos - com quantidade de proteínas quase equivalente a da carne e acima de alguns vegetais e frutas, ricos em vitaminas e carboidratos, e com baixo teor de gordura. Além disso, possuem propriedades medicinais e podem ser importantes aliados no tratamento complementar de muitas doenças que afligem a humanidade, como câncer, lupus, HPV (Vírus do Papiloma Humano) e até AIDS, já que estimulam o sistema imunológico. A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 40 unidades de pesquisa da Embrapa, localizada em Brasília, DF, com o apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa "Dalmo Catauli Giacometti", vai promover um curso no período de 11 a 14 de fevereiro, na própria unidade, sobre o cultivo de cogumelos através de uma tecnologia chinesa adaptada para o Brasil, denominada Jun-Cao, que permite baratear a produção desses fungos, já que utiliza substratos de gramíneas, ao invés de troncos de árvore e serragem, usados nos meios de cultivo tradicionais.
Em 1995, a pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Arailde Urben, trouxe essa técnica da China e adaptou-a para o Brasil. De lá para cá ela vem se preocupando em divulgá-la entre os produtores brasileiros, através de cursos, para tornar o cultivo de cogumelos mais popular no país, já que a produção desses fungos é ainda inexpressiva, quando comparada com outros países. O consumo de cogumelos per capita no Brasil é de apenas 30g/ano, contra 2 kg na França, por exemplo. "Infelizmente, em função do alto custo do produto comercializado, os cogumelos não fazem parte da cultura e da dieta alimentar do povo brasileiro", comenta Arailde.
Esse é o 30° curso realizado pela pesquisadora e sua equipe até o momento, e o primeiro este ano. Cerca de 650 pessoas de vários estados brasileiros já foram treinadas e hoje utilizam a tecnologia Jun-Cao para produção de cogumelos. Além dos cursos, Arailde também apresenta palestras sobre a tecnologia chinesa pelo país, e vai coordenar a realização do II Simpósio Internacional sobre Cogumelos na Alimentação, Saúde, Tecnologia e Meio Ambiente (II Sicog), no Rio de Janeiro, ainda este ano.
A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia fica no Parque Estação Biológica, final da W5 Norte, Brasília - DF. Mais informações com Dra. Arailde Fontes Urben pelos telefones 448-4627/4631 ou correio eletrônico arailde@cenargen.embrapa.br. As inscrições podem ser feitas na Coordenação Administrativa de Treinamento pelo telefone 448-4660 ou pelo e-mail catcurso@cenargen.embrapa.br.

Fernanda Diniz
Jornalista
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia
Fones: (61) 448-4769 e 448-4770

EXPORTAÇÃO DE CARNE DE FRANGO PARA A CORÉIA DEVE COMEÇAR EM DOIS MESES, DIZ SECRETÁRIO

A Coréia deve fechar, dentro de 60 dias, os primeiros contratos para importar carne de frango brasileira. Durante este período, o governo coreano colocará os certificados de exportação sob consulta pública. Este foi um dos principais resultados da ida de uma delegação brasileira à Ásia entre 26 de janeiro e 03 de fevereiro, informou hoje o secretário de Defesa Agropecuária, Maçao Tadano, que liderou a missão. A expectativa é de que o Brasil exporte 50 mil toneladas de carne de frango para Coréia no ano de 2004, gerando uma receita de US$ 80 milhões. Japão e Taiwan manifestaram interesse em comprar frutas brasileiras.
Missões empresariais da Coréia, Japão e Taiwan estarão no Brasil entre fevereiro e maio para conhecer os sistemas produtivos de carnes e frutas. Segundo Tadano, o Brasil deve acertar protocolo bilateral com o Japão para exportação de manga. O assunto estava pendente há 23 anos por causa de barreiras sanitárias.
Além disso, o Brasil, que já exporta carne processada cozida e frango para o Japão, quer vender carne bovina in natura, fornecendo parte do volume que era vendido para aquele país pelos Estados Unidos. O mercado asiático compra cerca de 450 mil toneladas de carne bovina por ano dos Estados Unidos. Só o Japão importa 130 mil toneladas/ano. Mas as compras foram suspensas a partir da ocorrência do mal da vaca louca no rebanho norte-americano.
As negociações em Taiwan resultaram no início dos entendimentos para importação de uva e maçã brasileira. O Ministério da Agricultura enviará ao país relatórios sobre a situação fitossanitária do Brasil, com informações sobre as doenças existentes e inexistentes no território nacional e os programas de defesa sanitária implementados pelo governo. Taiwan também é potencial comprador das carnes brasileiras.
O secretário disse que ao convidar as missões asiáticas para visitar o Brasil, o governo espera demonstrar a qualidade dos produtos. “Vamos mostrar que temos qualidade, quantidade e preços competitivos. No caso da carne brasileira, além da carne orgânica, proveniente de gado criado a pasto, temos preços de 30% a 70% mais baratos”, afirmou Tadano.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – DIVISÃO DE IMPRENSA
FONES (61) 218-2203/2204/2205 - FAX: 322-2880

Chega ao mercado agropecuário o "Guia Xclusive Ruminantes & Avestruz"

A publicação, que já é considerado o maior banco-de-dados deste segmento, é o mais recente trabalho da Xclusive Mídia, dirigida pelo jornalista Osvaldo Penha Gessulli, criador de revistas consagradas como Duas Rodas, Raízes, Avicultura e Suinocultura Industrial

Lançado recentemente, o Guia Xclusive Ruminantes & Avestruz é considerado um veículo único: moderno, completo e dirigido. A publicação, com 468 páginas e em capa dura, reúne toda a informação necessária sobre este setor, tornando-se recurso fundamental para os profissionais da agropecuária. Completo, seguro e constantemente atualizado, o Guia, além da versão impressa, apresenta ainda versões em CD-ROM e na Internet, no endereço www.xclusive.com.br/guia/ruminantes.
O usuário do Guia Ruminantes & Avestruz encontrará mais de 5 mil informações distribuídas nas Seções Mercado, Genética, Nutrição, Farmacologia, Equipamentos e Serviços, criadas com o respaldo de instituições e associações importantes, como o CEPEA/ESALQ-USP, Sindirações, SINDAN, ASBIA, ACNB, CBNA e outras, juntamente com o Caderno Especial Avestruz. Essa organização torna a pesquisa mais fácil e eficiente, trazendo, dessa forma, acesso rápido e eficaz ao já considerado maior banco-de-dados do segmento. "É um produto muito bem acabado, com capa dura, padrão livro-enciclopédia, para que agüenta o manuseio durante todo o ano por vários profissionais", ressalta Osvaldo Penha Gessulli, Diretor-Editor da Xclusive Mídia.
A publicação possui ainda a orientação de especialistas como Marcelo Hernandes, Consultor Técnico em Farmacologia, e Marcelo Silva Sader, médico-veterinário e coordenador do Banco de Dados da Xclusive Mídia. Outro ponto importante para a confiabilidade do trabalho realizado está no fato de todo conteúdo ser coletado junto às empresas, sendo publicado apenas após autorização das fontes. A divulgação gratuita das informações recebidas garante sua abrangência.
Seguindo as maiores tendências deste novo século, especialmente da evolução da mídia eletrônica (Internet e CD-ROM), e somados aos conceitos de comunicação segmentada, os Guias Xclusive agregam a praticidade nas consultas diárias, permitindo agilidade nos negócios, com a união de todo o segmento envolvido sem perda de tempo, com informações rápidas e precisas.
O Guia Ruminantes & Avestruz pode ser encontrado em empresas distribuidoras de produtos agropecuários - ração, sal mineral e produtos veterinários. Além disso, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), dona da marca Nelore Natural, estará comercializando o Guia em seu stand, em todas as feiras que participa. Também há a opção de adquirir a publicação diretamente no Departamento de Circulação da Xclusive Mídia, pelo telefone (15) 262-4142.
A elaboração do Guia - Em 1998, a Xclusive Mídia ingressou na edição de guias de turismo nos EUA. Após várias pesquisas e estudos de mercado, Osvaldo Penha Gessulli percebeu que o agronegócio nacional necessitava de um veículo que atendesse sua demanda por informações preferenciais. Neste sentido, com investimentos em torno de 500 mil reais, um novo desafio estava lançado: atender a demanda e recuperar a desgastada imagem dos guias de informações no Brasil.
Inicialmente, a proposta envolvia a criação de um banco de dados seguro e confiável, onde todos envolvidos na coleta e atualização dos dados, pudessem trabalhar ao mesmo tempo; uma vez concluído, o conteúdo poderia ser disponibilizado na Internet imediatamente, mesmo antes de ser impresso. A saída em CD-ROM também seria facilitada em virtude do formato escolhido, onde todas as páginas do site são disponibilizadas "off-line", apenas inserindo o CD no computador.
Em seguida, sem desmerecer a importância referente ao seu conteúdo na versão original, foi necessário resumir as bulas em Farmacologia, visando adequá-las ao propósito dos Guias Xclusive : facilitar a consulta de dados sem que o conteúdo fosse comprometido a descaracterizar a proposta do medicamento. Para tanto, foi fundamental a escolha de um médico-veterinário para a formatação das bulas, onde a vivência deste profissional permitiu conferir com bom senso a forma como o material seria resumido.
Já na Redação, os Guias Xclusive são elaborados por um time qualificado, que desenvolve junto às empresas as melhores maneiras de apresentação dos textos, das informações para cada assunto e das matérias, com temas duradouros, buscando assim atender adequadamente ao perfil e às necessidades do leitor e anunciantes. "A idéia foi elaborar um produto inédito, com custo baixo para quem compra e quem anuncia", conclui Osvaldo Penha Gessulli.

CONTEÚDO DAS SEÇÕES DO GUIA RUMINANTES & AVESTRUZ
Mercado
Parceria exclusiva com o CEPEA - CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM ECONOMIA APLICADA, da ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiróz"/Universidade de São Paulo), referência internacional em agro-economia; neste espaço serão apresentados infográficos, tabelas, indicadores e dados relativos aos mais importantes segmentos da agropecuária nacional - seja Pecuária de Corte ou Leite – com informações sobre preços, custos dos principais insumos, números sobre rebanhos, produção de carne e leite por regiões e comércio internacional (exportação e importação).

Genética
Perfil e características de raças bovinas, bubalinas, além de ovinos e caprinos, incluindo os dados completos das associações que representam. Esta seção mostra ainda as maiores Centrais de Sêmen do Brasil, trazendo informações técnicas sobre os principais touros do mercado.

Nutrição
Esta seção reúne as principais demandas nutricionais existentes na criação de Ruminantes, no intuito de atender às necessidades de pesquisa e informação de criadores, pecuaristas e profissionais, como nutricionistas, zootecnistas e demais técnicos especializados em nutrição animal. Você encontrará centenas de empresas e indicações de produtos para alimentação animal, como suplementos, concentrados, premixes, sais minerais, sementes de forrageiras, ingredientes para indústrias de rações, etc.

Farmacologia
Seção totalmente reeditada e atualizada com o resumo das bulas, para facilitar as consultas em todos os níveis profissionais, e com indicações terapêuticas atualizadas, tornando-se assim uma referência básica para profissionais da indústria farmacêutica, médicos-veterinários, zootecnistas, criadores e outros que, no dia-a-dia, concentram seus esforços no combate às enfermidades e as doenças que envolvem a agropecuária brasileira.

Equipamentos
Criada devido à necessidade de apresentar ao mercado as principais inovações tecnológicas à disposição dos criadores de hoje, além mostrar aos empresários do setor os produtos de seus concorrentes. Nesta seção você encontra o que há de mais moderno e atual em se tratando de máquinas e equipamentos, materiais e demais acessórios para a fazenda, indústria agropecuária e de rações.

Serviços
A agropecuária e suas inúmeras atividades se fazem presente: são Associações, Instituições, Universidades, Sindicatos, Órgãos de Pesquisa, Certificadoras SISBOV, Laticínios e Frigoríficos e Mídias Rurais, publicada pela 1ª vez e contendo dados completos de mais de 500 jornalistas do agronegócio brasileiro. Aqui, o Guia Xclusive Ruminantes indica quem são e aonde estão os principais e mais atuantes organismos, governamentais e não-governamentais, nacionais e internacionais.

Caderno Especial Avestruz
Neste caderno especial estão as Associações de Criadores, os mais bem sucedidos criadores da estrutiocultura nacional, além das principais empresas de nutrição, equipamentos, acessórios, cursos e consultorias.


XCLUSIVE PRESS
Gualberto Vita / Bianca Proença
(15) 262-4142

Chega ao mercado agropecuário o "Guia Xclusive Ruminantes & Avestruz"

A publicação, que já é considerado o maior banco-de-dados deste segmento, é o mais recente trabalho da Xclusive Mídia, dirigida pelo jornalista Osvaldo Penha Gessulli, criador de revistas consagradas como Duas Rodas, Raízes, Avicultura e Suinocultura Industrial

Lançado recentemente, o Guia Xclusive Ruminantes & Avestruz é considerado um veículo único: moderno, completo e dirigido. A publicação, com 468 páginas e em capa dura, reúne toda a informação necessária sobre este setor, tornando-se recurso fundamental para os profissionais da agropecuária. Completo, seguro e constantemente atualizado, o Guia, além da versão impressa, apresenta ainda versões em CD-ROM e na Internet, no endereço www.xclusive.com.br/guia/ruminantes.
O usuário do Guia Ruminantes & Avestruz encontrará mais de 5 mil informações distribuídas nas Seções Mercado, Genética, Nutrição, Farmacologia, Equipamentos e Serviços, criadas com o respaldo de instituições e associações importantes, como o CEPEA/ESALQ-USP, Sindirações, SINDAN, ASBIA, ACNB, CBNA e outras, juntamente com o Caderno Especial Avestruz. Essa organização torna a pesquisa mais fácil e eficiente, trazendo, dessa forma, acesso rápido e eficaz ao já considerado maior banco-de-dados do segmento. "É um produto muito bem acabado, com capa dura, padrão livro-enciclopédia, para que agüenta o manuseio durante todo o ano por vários profissionais", ressalta Osvaldo Penha Gessulli, Diretor-Editor da Xclusive Mídia.
A publicação possui ainda a orientação de especialistas como Marcelo Hernandes, Consultor Técnico em Farmacologia, e Marcelo Silva Sader, médico-veterinário e coordenador do Banco de Dados da Xclusive Mídia. Outro ponto importante para a confiabilidade do trabalho realizado está no fato de todo conteúdo ser coletado junto às empresas, sendo publicado apenas após autorização das fontes. A divulgação gratuita das informações recebidas garante sua abrangência.
Seguindo as maiores tendências deste novo século, especialmente da evolução da mídia eletrônica (Internet e CD-ROM), e somados aos conceitos de comunicação segmentada, os Guias Xclusive agregam a praticidade nas consultas diárias, permitindo agilidade nos negócios, com a união de todo o segmento envolvido sem perda de tempo, com informações rápidas e precisas.
O Guia Ruminantes & Avestruz pode ser encontrado em empresas distribuidoras de produtos agropecuários - ração, sal mineral e produtos veterinários. Além disso, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), dona da marca Nelore Natural, estará comercializando o Guia em seu stand, em todas as feiras que participa. Também há a opção de adquirir a publicação diretamente no Departamento de Circulação da Xclusive Mídia, pelo telefone (15) 262-4142.
A elaboração do Guia - Em 1998, a Xclusive Mídia ingressou na edição de guias de turismo nos EUA. Após várias pesquisas e estudos de mercado, Osvaldo Penha Gessulli percebeu que o agronegócio nacional necessitava de um veículo que atendesse sua demanda por informações preferenciais. Neste sentido, com investimentos em torno de 500 mil reais, um novo desafio estava lançado: atender a demanda e recuperar a desgastada imagem dos guias de informações no Brasil.
Inicialmente, a proposta envolvia a criação de um banco de dados seguro e confiável, onde todos envolvidos na coleta e atualização dos dados, pudessem trabalhar ao mesmo tempo; uma vez concluído, o conteúdo poderia ser disponibilizado na Internet imediatamente, mesmo antes de ser impresso. A saída em CD-ROM também seria facilitada em virtude do formato escolhido, onde todas as páginas do site são disponibilizadas "off-line", apenas inserindo o CD no computador.
Em seguida, sem desmerecer a importância referente ao seu conteúdo na versão original, foi necessário resumir as bulas em Farmacologia, visando adequá-las ao propósito dos Guias Xclusive : facilitar a consulta de dados sem que o conteúdo fosse comprometido a descaracterizar a proposta do medicamento. Para tanto, foi fundamental a escolha de um médico-veterinário para a formatação das bulas, onde a vivência deste profissional permitiu conferir com bom senso a forma como o material seria resumido.
Já na Redação, os Guias Xclusive são elaborados por um time qualificado, que desenvolve junto às empresas as melhores maneiras de apresentação dos textos, das informações para cada assunto e das matérias, com temas duradouros, buscando assim atender adequadamente ao perfil e às necessidades do leitor e anunciantes. "A idéia foi elaborar um produto inédito, com custo baixo para quem compra e quem anuncia", conclui Osvaldo Penha Gessulli.

CONTEÚDO DAS SEÇÕES DO GUIA RUMINANTES & AVESTRUZ
Mercado
Parceria exclusiva com o CEPEA - CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM ECONOMIA APLICADA, da ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiróz"/Universidade de São Paulo), referência internacional em agro-economia; neste espaço serão apresentados infográficos, tabelas, indicadores e dados relativos aos mais importantes segmentos da agropecuária nacional - seja Pecuária de Corte ou Leite – com informações sobre preços, custos dos principais insumos, números sobre rebanhos, produção de carne e leite por regiões e comércio internacional (exportação e importação).

Genética
Perfil e características de raças bovinas, bubalinas, além de ovinos e caprinos, incluindo os dados completos das associações que representam. Esta seção mostra ainda as maiores Centrais de Sêmen do Brasil, trazendo informações técnicas sobre os principais touros do mercado.

Nutrição
Esta seção reúne as principais demandas nutricionais existentes na criação de Ruminantes, no intuito de atender às necessidades de pesquisa e informação de criadores, pecuaristas e profissionais, como nutricionistas, zootecnistas e demais técnicos especializados em nutrição animal. Você encontrará centenas de empresas e indicações de produtos para alimentação animal, como suplementos, concentrados, premixes, sais minerais, sementes de forrageiras, ingredientes para indústrias de rações, etc.

Farmacologia
Seção totalmente reeditada e atualizada com o resumo das bulas, para facilitar as consultas em todos os níveis profissionais, e com indicações terapêuticas atualizadas, tornando-se assim uma referência básica para profissionais da indústria farmacêutica, médicos-veterinários, zootecnistas, criadores e outros que, no dia-a-dia, concentram seus esforços no combate às enfermidades e as doenças que envolvem a agropecuária brasileira.

Equipamentos
Criada devido à necessidade de apresentar ao mercado as principais inovações tecnológicas à disposição dos criadores de hoje, além mostrar aos empresários do setor os produtos de seus concorrentes. Nesta seção você encontra o que há de mais moderno e atual em se tratando de máquinas e equipamentos, materiais e demais acessórios para a fazenda, indústria agropecuária e de rações.

Serviços
A agropecuária e suas inúmeras atividades se fazem presente: são Associações, Instituições, Universidades, Sindicatos, Órgãos de Pesquisa, Certificadoras SISBOV, Laticínios e Frigoríficos e Mídias Rurais, publicada pela 1ª vez e contendo dados completos de mais de 500 jornalistas do agronegócio brasileiro. Aqui, o Guia Xclusive Ruminantes indica quem são e aonde estão os principais e mais atuantes organismos, governamentais e não-governamentais, nacionais e internacionais.

Caderno Especial Avestruz
Neste caderno especial estão as Associações de Criadores, os mais bem sucedidos criadores da estrutiocultura nacional, além das principais empresas de nutrição, equipamentos, acessórios, cursos e consultorias.


XCLUSIVE PRESS
Gualberto Vita / Bianca Proença
(15) 262-4142

ALIMENTOS COM TRANSGÊNICOS TERÃO SÍMBOLO DE IDENTIFICAÇÃO AINDA ESTE MÊS

Após 23 de fevereiro os consumidores já terão como identificar os produtos geneticamente modificados mais conhecidos como transgênicos. Pelo menos é o que prevê a portaria do Ministério da Justiça publicada no dia 26 de dezembro no Diário Oficial da União dando 60 dias para que a identificação seja feita pelos fabricantes.
O símbolo tem duas versões: um T maiúsculo em preto dentro de um triângulo com bordas pretas e outro semelhante, porém com fundo interno em branco, para ser utilizado em rótulos a serem impressos em preto e branco.
O símbolo vai servir como identificador de produtos destinados ao consumo humano ou animal embalados, a granel ou in natura que contenham ou tenham sido produzidos a partir de OGMs. A definição de um símbolo para identificar a transgenia nos produtos estava prevista no Decreto 4.680 de 24 de abril de 2003, que regulamenta os casos e a forma em que o consumidor deverá ser informado da presença de transgênicos.
A idéia é que o novo símbolo venha padronizar a informação da presença de transgênicos nos produtos, que até então deveria ser definida pelo próprio fabricante.
O símbolo definido pela portaria publicada foi sugerido pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) e colocado em consulta pública durante o mês de outubro para que pessoas físicas e jurídicas pudessem oferecer suas contribuições.
Durante a consulta pública foram enviadas 157 manifestações de pessoas físicas e jurídicas, sendo 88 favoráveis e 54 desfavoráveis. Outras 15 manifestações correspondiam a dúvidas ou comentários sobre o símbolo.
O que são os transgênicos? - Os OGMs, são alimentos manipulados em laboratório com determinada finalidade. Os cientistas inserem o gene de uma espécie (vegetal, animal, bactéria ou vírus) em outro organismo para obter, por exemplo, espécies mais resistentes. A grande polêmica sobre seu consumo é que até hoje, não se sabem os efeitos negativos dos transgênicos para a saúde e o meio ambiente, pois faltam avaliações de risco rigorosas e independentes.
De acordo com o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), para o meio ambiente um impacto negativo dos transgênicos é que, com o tempo, as pragas e ervas que normalmente atingem as lavouras podem adquirir a mesma resistência, o que exigirá maior uso de agrotóxicos pelos agricultores. Conseqüentemente, aumentará a poluição da água e do solo e a quantidade de substâncias tóxicas nos alimentos.
Segundo o Instituto, a liberação dos transgênicos representa uma desvantagem econômica para o Brasil, pois o país perderia a preferência de importantes mercados externos que não aceitam esses produtos, como a União Européia, o Japão, entre outros.
A lista de produtos Transgênicos já disponíveis no mercado virou cartilha da organização não governamental Greenpeace, que pode ser encontrada através do endereço:
www.greenpeace.org.br

BASF PARTICIPA DA COOPAVEL 2004 - Agregar valor por meio de crescimento e inovação

A Unidade Agro da BASF, uma das principais fornecedoras de defensivos agrícolas para a agricultura brasileira, estará presente no Show Rural Coopavel 2004, que acontece de 9 a 13 de fevereiro, em Cascavel/PR. A empresa montou três áreas de plantio com soja, milho e feijão, para que os participantes do evento possam avaliar os resultados positivos obtidos com a aplicação dos defensivos produzidos pela multinacional alemã.
A BASF também reservou um espaço especial em seu estande, onde montará Estação Segurança. O objetivo dessa iniciativa é difundir as normas e práticas de segurança no trabalho para garantir a máxima proteção e a saúde do trabalhador rural, durante as aplicações dos defensivos.

BASF. A QUÍMICA DA VIDA
A BASF é a empresa líder mundial no segmento químico, oferecendo a seus clientes uma gama de produtos de alta performance, incluindo produtos químicos, plásticos, produtos de performance, produtos para a agricultura, química fina, bem como óleo cru e gás natural. Sua distinta abordagem – conhecida no alemão como "Verbund" – integração total – é a sua força. Ela torna a BASF apta a atingir a liderança de custo e dá vantagem competitiva à companhia. A BASF conduz seus negócios em acordo com os princípios do desenvolvimento sustentável. Em 2002, a BASF alcançou vendas de aproximadamente 32 bilhões de euros (cerca de 34 bilhões de dólares) e conta com mais de 89 mil colaboradores no mundo todo. Na América do Sul registrou vendas totais de 1,7 bilhão de euros*. Desse total, 960.4 milhões de euros representam vendas totais das empresas da BASF do Brasil. As ações da BASF são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA), Nova Iorque (BF), Paris (BA) e Zurique (BAS). Mais informações sobre a BASF estão disponíveis na internet no endereço: www.basf.com.

*Esse resultado inclui os negócios da Wintershall (empresa situada na Argentina, voltada a produção de óleo cru e gás). A empresa é independente da organização regional da BASF e seus números foram incluídos para que a matriz da BASF na Alemanha pudesse consolidar o resultado das empresas do Grupo na região América do Sul.


Mais informações
CL-A Comunicações: Fone- (11) 3082-3977, fax – (11) 3082-4066, com Paulo Damião (r.27) paulo@cl-a.com / Anna Barcelos (r.32) anna@cl-a.com

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog