A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, julho 11, 2017

Brasil amplia participação nos principais eventos de café especial do mundo



Brasil amplia participação nos principais eventos de café especial do mundo

Oitenta e três empresários podem movimentar até US$ 155 milhões em negócios com participação em feiras, road show e rodada de negócios na Europa e América do Norte

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), a participação de 60 empresários brasileiros em duas das principais feiras mundiais do segmento, a Global Specialty Coffee Expo, realizada em Seattle, nos Estados Unidos, e a World of Coffee, em Budapeste, na Hungria, pode gerar a realização de negócios na ordem de US$ 148,95 milhões, volume 19% superior aos US$ 125 milhões comercializados em 2016 nos dois eventos. As ações integram o calendário de atividades do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", que é desenvolvido em parceria pela BSCA com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Nos eventos, o trabalho centrou-se no estande da BSCA, que evidenciou o Brasil como a nação do café e apresentou, aos participantes de todo o mundo, a cultura, a tradição de sustentabilidade em produção e consumo e a história de sucesso do País na cafeicultura, destacando a paixão e o conhecimento pelo produto. No espaço, o público teve acesso a salas de degustação, onde foram realizadas sessões profissionais com os cafés especiais do Brasil e eventos particulares com os produtos dos associados.

O estande também contou com o "expresso bar", onde foram servidos cafés especiais de várias as regiões produtoras do Brasil, nas formas de preparo "espresso" e "filtrado", para evidenciar ao público que o País tem diversos cafés de excelência a oferecer. Os empresários brasileiros também contaram com um espaço reservado para a realização de encontros comerciais com parceiros internacionais e com novos compradores em potencial.

O levantamento da BSCA aponta que, na feira dos EUA, em abril, os números foram mantidos em relação ao ano passado, com 35 participantes brasileiros projetando negócios de aproximadamente US$ 80 milhões até março de 2018. Já na feira realizada este mês na Europa, houve crescimento na participação e na estimativa de comercialização, com 27 empresários nacionais (+35% ante os 20 de 2016) estimando a concretização de US$ 68,95 milhões (+53,2% frente aos US$ 45 milhões do ano passado) em negócios no ciclo de 12 meses.

A diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, explica que o trabalho de promoção realizado em parceria com a Apex-Brasil possibilita, desde seu início, em 2008, a ampliação dos contatos comerciais em mercados internacionais específicos. "O plano de trabalho do projeto Brazil. The Coffee Nation permite que exploremos todas as potencialidades e qualidades dos cafés especiais do Brasil e isso vem atraindo expertos na bebida e, consequentemente, o público em geral, ampliando o conhecimento sobre o produto e o poder de penetração nos países consumidores", destaca.

ROAD SHOW E RODADAS DE NEGÓCIOS
Além da participação nas feiras, a BSCA e a Apex-Brasil organizaram um road show para promoção dos cafés especiais do País em Toronto, no Canadá, no dia 25 de abril. Conforme os dados apurados junto às cinco empresas participantes, foram realizados mais US$ 380 mil em negócios durante o evento e há expectativa para a concretização de mais US$ 1,8 milhão até março de 2018.

Também como ação do projeto "Brazil. The Coffee Nation", foram realizadas este mês rodadas de negócios em Londres, na Inglaterra, e Berlim, na Alemanha. As ações contaram com a participação de 16 empresas nacionais e têm a expectativa de gerar negócios com cafés especiais do Brasil na ordem de US$ 3,3 milhões nos próximos 12 meses, elevando, dessa forma, a projeção total para US$ 155 milhões em todas as atividades exercidas.

SOBRE O PROJETO SETORIAL
O "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido em parceria pela BSCA e pela Apex-Brasil, tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.


BSCA – Assessoria de Comunicação
Paulo André Colucci Kawasaki
(61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br
BSCA - Brazil Specialty Coffee Association
Telefones: (35) 3212-4705 / 3212-6302
E-mail: ascom@bsca.com.br

Embrapa quer conhecer e interagir com seus clientes



Estabelecer um canal de comunicação com seus clientes é o principal objetivo do cadastro que está sendo elaborado pela equipe do Setor de Implementação da Programação de Transferência de Tecnologia (SIPT), da Embrapa Gado de Corte em Campo Grande (MS).

Para montar o cadastro foi utilizada uma lista de e-mail de 8.800 pessoas que participam ou já participaram de eventos promovidos pela Unidade. Cada cliente foi convidado a fazer parte do cadastro e em um mês mais de 300 pessoas preencheram o formulário. O que se espera é que esse número aumente a cada dia.

A Embrapa quer saber quais são os assuntos de maior interesse de seus usuários, sua região de atuação, sua ocupação, entre outras informações importantes para montar um cadastro mais completo possível. Apesar disso não se leva mais que cinco minutos para responder ao questionário. “A nossa ideia com o cadastro de clientes é criar um banco de dados da Gado de Corte onde o usuário, por meio de senha possa administrar seus dados procedendo a atualizações quando necessárias”, diz o analista Haroldo Queiroz, um dos responsáveis pelo trabalho.

Com o cadastro montado o cliente poderá receber convites para participar de eventos de seu interesse, ser informado de novas tecnologias, cursos, palestras, capacitações e muitas outras atividades que a Unidade promove.

Segundo a supervisora do SIPT, Thaís Basso Amaral, a Unidade quer conhecer e interagir mais e melhor com seus clientes. “Com o cadastro teremos como saber quais tecnologias tem sido adotadas, por quem e o motivo das que não estão sendo adotadas. De posse das informações trabalharemos no sentido de elaborar as adequações necessárias”. 

O cadastro está aberto para quem quiser preencher o formulário e está disponível na nossa página eletrônica www.cnpgc.embrapa.br


 
Eliana Cezar, jornalista (DRT/15410/SP)
Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)
Embrapa Gado de Corte
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Campo Grande/MS

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog