A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quinta-feira, maio 15, 2008

Comissão de Agricultura aprova revisão de índices de produtividade

Os parlamentares da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovaram, na quarta-feira (14/maio), o Projeto de Lei 78/07 do deputado Leonardo Vilela (PSDB-GO) que altera a Lei 8629/93. O relator do projeto, deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP), apresentou parecer favorável, com substitutivo. O PL estabelece alternativas à proposta do Governo Federal que pretende reajustar os índices de produtividade mínima das propriedades rurais.

No projeto são definidos novos parâmetros de produtividade do imóvel rural para fins de reforma agrária. Entre os parâmetros há um sistema que tem por base um laudo de avaliação técnico-agronômico, elaborado por profissional habilitado em ciências agrárias. O laudo deve considerar os níveis de produtividade, mas não de forma exclusiva nem estática.

Para Vilela a proposta de reajuste do governo é inaceitável. "Precisamos encontrar soluções compatíveis para o setor. Por isso trabalhamos exaustivamente", ressalta o deputado. Ele lembra que a proposta de reajuste da tabela dos índices de produtividade mínima, apresentada em audiência pública no Senado Federal, em maio de 2006, sofreu resistência de todo o setor ruralista. "Se a revisão dos índices for aprovada como quer o governo, boa parte das propriedades brasileiras poderão estar na mira do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)", destaca. Já o deputado Duarte Nogueira ressaltou que as medidas de produtividade para efeito de reforma agrária precisam considerar a racionalidade econômica em conjunção com a sustentabilidade. A matéria segue para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).



Audiência pública discutirá insumos agropecuários

Na mesma reunião, os parlamentares aprovaram requerimento de autoria de Vilela que solicita a realização de audiência pública para discutir as ações governamentais frente ao alto custo dos insumos agropecuários. De acordo com o deputado, o Governo Federal não tem adotado nenhuma ação no sentido de solucionar ou adotar estratégias que possibilitem o aumento da produção dos insumos e fertilizantes e a conseqüente redução de custo para o produtor e, em última análise, para o consumidor da cadeia produtiva. A reunião ainda não tem data prevista.



Samara Carvalho
Assessoria de Comunicação deputado federal Leonardo Vilela (PSDB-GO)
( (61) 3215-5934/ (61) 8178-9056

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog