A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, setembro 11, 2015

Carta de um cadete da AMAN em 2020



Autor desconhecido


Queridos Pai e Mãe,


Aproveitei um descuido dos meus inspetores cubanos e coloquei esta carta na bolsa da vovó. Acreditei que ela, devido à idade e ao mal de Alzheimer, não seria revistada e tive sorte. Caso contrário, teria sido detido para "interrogatório ideológico ".

Desde que o Presidente Lula assumiu o poder em 2018 e colocou as Forças Armadas sob o controle da UNASUL, a vida dos brasileiros, que já era ruim, ficou pior.

Mas, colocar a culpa no Lula sozinho, é injustiça. Lembro bem que, em 2015, o Exército foi omisso em relação ao decreto 8515, assinado pela então Presidente Dilma, hoje ministra da Fazenda, quando o nosso Comandante era o General Villas Boas. Mas nisto ele também não estava sozinho. Omissos foram o Almirante Bacellar, na Marinha, e o Brigadeiro Rossato na Força Aérea. Naquele momento, eles deixaram que o poder total fosse para as mãos dos vermelhos. E o que aconteceu com eles depois? Meu Deus! 

Hoje, metade da minha turma é formada por cotistas oriundos dos "Movimentos Sociais" e a maior parte deles tem como único mérito ser filho de gente ligada ao partido único . Como sou filho de sargento do Exército, sou discriminado pelos meus professores e colegas "progressistas". E por falar nos mestres, foi cruel o que fizeram com aquele velho professor de Geometria Descritiva que vocês conheceram quando meu irmão estudou aqui. O nosso novo Comandante Venezuelano achou que ele era "burguês " demais e aproveitou que ele tossiu enquanto fazíamos a saudação semanal à imagem de Hugo Chávez e o enviou para um campo de aprendizado na Bolívia. Sabemos que não retornará. Porém, ele ficará presente de forma limpa na nossa lembrança. O contrário do nosso professor de português, que aprovou todos os filhos e parentes dos membros do partido, mesmo aqueles praticamente analfabetos e com isso conseguiu assumir a chefia da Seção de Coordenação Pedagógica.

Amanhã teremos exercícios conjuntos com cadetes do Califado, embora oficialmente eles não existam.

Vou terminando e agradeço demais o envio escondido do papel higiênico e dos sabonetes. Sei como está difícil conseguir estes itens no mercado negro e o quanto meu pai se arrisca para me propiciar um pouco de conforto.

Abraços e beijos

Seu filho.






Depois do Fim 


Já se foram Os quatro cavaleiros
Terminada a terrível Missão
Olha o que restou sobre a terra
Se é a terra que 
olhamos agora
Agora compreendemos
Porque os que vivessem iriam chorar
Lamentando a triste sorte
Que o destino 
reservou



Se lembra das crianças

Que um dia vão nascer

Arranja uma pedra

Nela temos que 
escrever

Palavras esquecidas com o tempo

Mensagem pro futuro

Passado pro presente


Gen Gilberto Rodrigues Pimentel: PERSISTIR NO ERRO É BURRICE!


Ninguém, em sã consciência, pode prever como sairemos da caótica situação a que nos levaram esses anos de experiência petista. Muitos souberam desde logo que seu líder não era mais do que um aventureiro irresponsável, despreparado, desprovido de caráter e de condições morais e intelectuais.

Para esses últimos soava inacreditável o que ocorria num país com as dimensões e projeção do Brasil já próximo a ingressar no rol dos países desenvolvidos.

Entretanto a sociedade entendeu que devia embarcar na canoa furada.

Deu no que deu.

Valendo-se da nossa distorcida e frágil Democracia, aparelharam o Estado, montaram uma verdadeira quadrilha, roubaram tudo que puderam, corromperam, praticaram um populismo fiscal eleitoreiro insuportável e reelegeram-se de modo fraudulento.

Afundaram o País.
A Justiça está à caça de quase todos eles, inclusive dos principais chefes.

E o que desejam agora, em meio à bagunça social, política e econômica que se estabeleceu? Simplesmente mais impostos. Mas para quê? Para dar continuidade ao assalto? Para tentar comprar aqueles a quem caberá julgá-los?

Não vamos entrar nessa outra vez!

Que vamos pagar essa conta não tenho dúvidas. Mas tributos novos?

Se é o caso, gente, primeiro um novo governo. Fora todos eles. Depois recomeçamos. Nossa Constituição garante os caminhos institucionais e democráticos para ejetar do Poder a máfia petista.

Afinal, por muito menos Collor se foi.

Gen Gilberto Rodrigues Pimentel é Presidente do Clube Militar.

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog