A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sábado, maio 31, 2014

MARXISMO CULTURAL: A deterioração da Sociedade Brasileira sob o domínio do PT

Caro amigo PeTista, agora que a Pensadora Contemporânea Valesca Popozuda é tema de Prova de Filosofia em escola pública do DF e tema de Dissertação de Mestrado na Universidade Federal Fluminense, o que mais poderia nos surpreender?!

Não sabe?
Então veja este videoclipe oficial de um grupo baiano de pagode chamado "Bonde do Serrote".

ADVERTÊNCIA: Antes de ver o vídeo eu recomendo que você tome um PLASIL, pois a podridão sociocultural é de dar nojo e levar ao vômito! Será que irão transformá-los nos MAMONAS ASSASSINAS dos tempos atuais?

É NISSO QUE O PT ESTÁ TRANSFORMANDO O BRASIL! ACORDA!



O DIÓXIDO DE CLORO USADO DE MANEIRA RESPONSÁVEL

Dióxido de cloro é uma maneira eficaz de realizar a desinfecção sem agredir o meio ambiente. Vários produtos do mercado nacional já cumprem essa função

Os processos de diferentes indústrias exigem a eliminação de microorganismos. Um exemplo disso é o tratamento que deve ser dado à água na intenção de evitar a contaminação de alimentos, isso para o caso de indústrias alimentícias, ou na agricultura, para que não se exportem frutas contaminadas por fungos ou bactérias. Entre as diversas formas de se obter bons resultados, o dióxido de cloro surge como uma saída viável e de alta eficácia.

Seu poder antimicrobial é reconhecido a mais de cem anos, e, em 1967, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), registrou pela primeira vez o dióxido de cloro na sua forma líquida, na função de sanitizante. Já no ano de 1988, o EPA classificou o composto na sua forma gasosa, como um esterilizante. Além dos Estados Unidos, ele também é utilizado em países como Alemanha e, também, aqui no Brasil.

Uma característica interessante desse composto é que ele não permite o surgimento de gerações de microorganismos resistentes, já que interrompe o Ciclo de Krebs sem expor o DNA.

Além disso, o dióxido de cloro (CLO2 ) tem algumas vantagens em relação à utilização do cloro comum, como o menor impacto ambiental, já que o processo de seu uso é "clean" de resíduos. Uma outra vantagem está no fato dele ser menos oxidante e possuir um maior potencial de desinfecção. Apesar de ter um preço maior, seus grandes benefícios e a necessidade de utilizar uma dosagem pequena para obter ótimos resultados fazem com que a sua relação custo/benefício seja positiva.

No mercado brasileiro existem duas possibilidades de encontrar o dióxido de cloro: gerado ou estabilizado. No primeiro caso, a formação do produto ocorre no local, por meio da reação de mistura entre o clorito, ou clorato, e um ácido, o que não possibilita sua utilização para determinados fins, devido ao tamanho da máquina geradora. Além do alto custo desse procedimento, existe toda uma preocupação de controlar a reação, existindo até o perigo de explosão caso ela não ocorra dentro do reator.

Na molécula estabilizada em solução ela já se encontra pronta para utilização e não existe a liberação de resíduos de clorito ou clorato, altamente tóxicos. No mercado nacional, o Tecsa-Clor, produto comercializado pela Serquímico, é um exemplo disso. Sua composição é à base do dióxido de cloro estabilizado a 5%; sem a necessidade de reação com ácido, não permitindo a formação de organoclorados.

Um ponto que deve ser observado pelo consumidor é a Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico – FISPQ, uma vez que algumas empresas têm vendido produtos catalogados como clorito ou clorato com o nome de dióxido de cloro.

A Serquímico oferece o produto Tecsa-Clor, desenvolvido no Chile pela empresa Protecsa, há aproximadamente quatro anos. Sua utilização se dá para diversos fins, como, por exemplo, nos papéis de coadjuvante tecnológico e aditivo alimentar, já que ele não é nocivo à saúde humana.


André Tito
Image Press - Assessoria de Imprensa
11-3966-8327
11-3951-3371

Novos tomates atendem às exigências de sanidade e qualidade do mercado




Novas variedades foram desenvolvidas pela Sakata com o objetivo de suprir as expectativas do produtor e do consumidor na busca por tomates mais produtivos, resistentes, saborosos e com alto padrão de qualidade



A Sakata Seed Sudamerica, empresa do Grupo Sakata com expertise de mais de 100 anos de atuação mundial, apresentará na Hortitec 2014, que acontece de 28 a 30 de maio, na cidade Holambra (SP), dois novos tomates do segmento Salada Indeterminado TY: o Valerin e o Santy. Além dos dois novos tomates, outras seis novas variedades de hortaliças (três pimentões, uma abobrinha e dois pepinos) serão lançadas durante o evento, reforçando o pioneirismo da empresa na pesquisa e no desenvolvimento de cultivares adaptadas às condições climáticas e características de solo do Brasil.

Desenvolvidos para atender a demandas específicas de mercado, os novos tomates Valerin e Santy possuem resistência à Vira-Cabeça e Geminivírus no mesmo híbrido, proporcionando segurança para o produtor no cultivo em regiões com alta incidência destas doenças virais. O tomate Valerin possui um grande diferencial que é o bom desempenho de colheita em períodos chuvosos, por apresentar um moderado nível de resistência a manchas e rachaduras nos frutos. Já o tomate Santy, se destaca por seu alto “teto” produtivo, indicado principalmente para produção em estações mais secas.

Dentre outras qualidades presentes nas novas variedades, vale ressaltar que ambas possuem alto rendimento de frutos, associado à excelente coloração, firmeza, classificação e uniformidade: Valerin com peso médio entre 230g-250g e Santy entre 240g-250g. As variedades apresentam ainda plantas de alto vigor, com alto nível de resistência a Vd 1; Fol 1 e 2; ToMV; Mi e Mj; TSWV; e ToSRV.


Textura e sabor para o paladar do consumidor
De acordo com Gustavo Veiga, coordenador de produto da Sakata, especialista em tomates, as características diferenciadas do Valerin e Santy também poderão ser percebidas não apenas pelo produtor, mas também pelo consumidor. “Os novos tomates da Sakata possuem uma qualidade de frutos diferenciada para o segmento. Eles chamam atenção por conta da uniformidade e do tamanho do fruto, características muito desejadas no mercado, com coloração vermelho intenso interna e externamente, excelente firmeza e preenchimento de polpa, entregando ao consumidor final maior satisfação e qualidade quanto à textura e ao sabor”, salienta. 

Condições de Manejo 
Por se tratarem de materiais rústicos e com ótima estabilidade, a produção dos novos tomates não requerem grandes demandas específicas de manejo. Veiga recomenda apenas que, devido ao alto vigor inicial de crescimento da planta, sejam utilizadas doses mais moderadas de Nitrogênio (N) nas adubações iniciais e mais Potássio (K), realizando-se um ajuste na relação N/K para equilibrar o crescimento inicial.

Potencial de Mercado
Segundo o especialista, a expectativa comercial da empresa para estes lançamentos é muito boa, uma vez que “os novos tomates, Valerin e Santy, possuem alto potencial no mercado, considerando os resultados já obtidos em testes a campo. O pacote de resistência, bem como o potencial de rendimento, mas principalmente a qualidade de frutos, serão os grandes diferenciais para o material obter alto desempenho de vendas no segmento Salada Indeterminado TY, o segundo mais valioso no país”, aponta Gustavo Veiga. 




HORTITEC 2014
Data: De 28 a 30 de maio de 2014
Horário: das 9h às 19h
Estande da Sakata: nº 27, localizado no Pavilhão Verde.
Local: Recinto da Expoflora – Alameda Maurício de Nassau, 675 | Holambra (SP)


Sobre a Sakata
A Sakata Seed Sudamerica é uma empresa de sementes de hortaliças e flores, afiliada ao Grupo Sakata – Sakata Seed Corporation (multinacional japonesa), com sede em Bragança Paulista (SP) e atuação em todo o território da América do Sul. Seu negócio envolve as áreas de pesquisa, produção, processamento, vendas e logística de distribuição de sementes. Com a filosofia de manter um processo de inovação contínuo, a Sakata reúne, até a atualidade, um portfólio de mais de 250 cultivares de hortaliças e 500 cultivares de flores, comercializadas em toda a América do Sul por meio de mais de 100 canais de distribuição. Com modernos laboratórios dotados de equipamentos de alta tecnologia, a Sakata Seed Sudamerica busca sempre aprimorar a excelência de suas sementes, cuidando para que todo o pacote tecnológico e o valor agregado a este insumo chegue ao produtor e, posteriormente, ao consumidor, com a qualidade desejada. Por isso, investe em capital humano altamente tecnificado e especializado, a fim de aprimorar a gestão de seus processos e o desenvolvimento de produtos diferenciados, além de prover suporte adequado às demandas dos produtores rurais. Com a expertise de cem anos de atuação, o Grupo Sakata continua a investir em novas cultivares, privilegiando sempre a genética, a sanidade e alto desempenho das sementes que produz, proporcionando, assim, qualidade, segurança, satisfação e bem-estar para todos os elos da cadeia. 


MyPress & Co. – Comunicação Corporativa

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog