A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, outubro 10, 2005

DEPOIS DE ENCONTRO COM MINISTRO PALOCCI RONALDO CAIADO CONCEDERÁ ENTREVISTA COLETIVA HOJE 16 HORAS NA COMISSÃO DE AGRICULTURA

Parlamentares membros da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, entre eles, o Presidente da Comissão, deputado Ronaldo Caiado (PFL/GO), e os deputados federais Zonta (PP/SC), Waldemir Moka (PMDB/MS), Kátia Abreu (PFL/TO), Moacyr Micheletto (PMDB/PR) serão recebidos hoje pelo ministro da Fazenda, Antônio Palocci, no Palácio do Planalto.
No encontro, serão discutidos os termos da negociação feita entre a bancada ruralista e o líder do governo, Arlindo Chináglia (PT/SP), com o compromisso assumido em plenário do Núcleo Agrário do PT, que levou à votação favorável da MP 257 na última quarta-feira.
Por meio da MP257, o governo propôs a liberação de R$1,2 bilhão para o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Deste montante, R$ 700 milhões serão utilizados para atender à reivindicação do MST (Movimento dos Sem-Terra), na aquisição de terras pelo INCRA para fins de Reforma Agrária.
Em contrapartida, o governo prometeu atender a três itens da negociação da bancada ruralista que favorecem diretamente o Ministério da Agricultura e a produção da próxima safra agrícola.

A Bancada apresentará ao Ministro Palocci, os seguintes itens:

a) a liberação de R$ 600 milhões para a comercialização da safra 2004/2005;
b) a liberação de R$ 90 milhões para a área de Defesa Sanitária;
c) a liberação de R$ 2 bilhões para o custeio da safra 2005/2006.

Caso não haja acordo entre governo e oposição, a bancada promete obstruir pautas importantes para o governo no Congresso, com apoio, inclusive, do núcleo agrário do Partido dos Trabalhadores (PT) e partidos da base do governo.
Após a reunião no Palácio, o deputado Federal Ronaldo Caiado e demais membros da Comissão concederão entrevista coletiva para fazer uma avaliação do encontro e apresentar o avanço da negociação. A Coletiva vai acorrer, hoje, a partir das 16 horas, na Comissão de Agricultura.

INFORMAÇÕES: ASSESSORIA DE IMPRENSA: (61)3216-6402 E 9275-6890

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog