A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, outubro 15, 2013

"MAIS MÉDICOS" DÁ RECEITA MORTAL PARA PACIENTE

O médico argentino Juan Pablo Cajazus foi acusado nesta terça-feira (15) por diversos usuários do Twitter de ter recomendado uma superdosagem do antibiótico Azitromicina a um paciente idoso: 500 mg, de oito em oito horas, por oito dias seguidos. O certo, segundo recomendação da própria Anvisa, seria uma dose diária de 500 mg por três dias. Juan trabalha 40 horas semanais em Tramandaí, no Rio Grande do Sul, por meio do Programa Mais Médicos. Após repercussão nas redes sociais, o Ministério da Saúde decidiu designar uma Comissão para avaliar o desempenho do profissional. Em nota, a pasta disse que os profissionais registrado no Brasil estão sujeitos à fiscalização do Conselho Regional de Medicina. “De acordo com o Código de Ética Médica, os médicos que cometerem faltas graves e cuja continuidade do exercício profissional constitua risco de danos irreparáveis ao paciente ou à sociedade poderão ter o exercício profissional suspenso mediante procedimento administrativo específico”, informou. Em entrevista ao jornal Zero Hora, o secretário municipal de Saúde, Mário Mitsuo Morita, disse que Juan confirmou a veracidade da receita, feita com base no quadro clínico do paciente, idoso e fumante.


MINISTÉRIO DA SAÚDE TENTA NEGAR RESPONSABILIDADE MAS É DESMENTIDO POR INTERNAUTAS. PADILHA SE CALA.

Na matéria mais vista da história do blog Perito.med.br, o colega Heltron Xavier mostrou os resultados da primeira semana do Mais Médicos em alguns Estados. Atestados que circulam na rede mostram prescrições absurdas, algumas inclusive que colocam em risco a vida do cidadão, como a atribuída ao intercambista ("médico") Juan Pablo Cazajus, registrado no Cremers como "PMM" (Programa Mais Médicos) 038128, que teria  prescrito dose de azitromicina 380% superior à recomendada para os casos mais importantes.
Divulgado na internet há 72h, a foto da receita se transformou em um viral e rapidamente usuários não-médicos começaram a questionar o Ministro Padilha (@padilhando) e o Ministério da Saúde (@minsaude).

A receita assassina - dose prescrita de 24 comprimidos (8/8h por 8 dias) é 380% acima da dose máxima recomendada.

Para surpresa geral, o Ministério da Saúde em seu perfil oficial no twitter NEGOU que o médico prescritor fosse pertencente ao Mais Médicos, mas como mentira tem perna curta, rapidamente foi desmentido, com usuários mostrando o registro do intercambista junto ao CREMERS.
Este blog viu que na verdade existe até matéria da Prefeitura de Tramandaí-RS noticiando com alvíssaras a chegada do médico Juan Pablo Cazajus à cidade. Pego na mentira, o Ministro Padilha e o Ministério da Saúde se calaram e apagaram todos os posts, mas obviamente temos as cópias deles, abaixo expostas.
A Presidente Dilma também não se pronunciou. Vale lembrar que o CREMERS só emitiu esse registro por coação judicial promovida pela AGU. Este blog acha que se o/a paciente sofrer algum mal devido ao uso da receita mortal, devem ser responsabilizados além do intercambista o Ministro Padilha, o Ministro Adams (AGU), a Presidente Dilma e o Juiz de primeira instância que forçou o CRM a dar o registro, bem como todos os deputados que votaram a favor desse crime contra a nação.
Pelo visto, além do intercambista, o Mais Médicos vai ter que fornecer uma unidade do CEATOX (Centro de Assistência Toxicológica) para os municípios participantes do projeto assassino de Padilha.
Vejam a seqüência abaixo:
 Na primeira imagem uma usuária do twitter @sokris questiona a receita:
 Em seguida outro usuário tenta entender melhor qual seria o erro, e @sokris chama a atenção para a overdose (ela disse 300% mas de fato é 380% pois a dose ideal seria 500mg/dia por 5 dias):
 O usuário esclarecido provoca o Ministro Padilha (@padilhando) sobre o erro. Usando o Perfil Oficial do Ministério da Saúde no Twitter, Padilha se exime de responsabilidade dizendo que o médico não consta do cadastro do Mais Médicos:
 Imediatamente usuários respondem ao Ministério e a Padilha, acusando-o formalmente de MENTIR e mostram o registro do intercambista junto ao CREMERS:
 Usuário abaixo posta a portaria de nomeação do intercambista (clique aqui).
 Outro usuário posta imagem do site do Cremers confirmando o registro (conferimos e é verdade):
 Por fim, mais um cidadão reclama do fato de Alexandre Padilha achar que somos idiotas:
Abaixo imagem com matéria de jornal local de Tramandaí-RS com autoridades recebendo o intercambista Juan Pablo Cazajus:
Por fim, o link com a notícia completa (clique aqui).
Abaixo links mostrando o perigo fatal da overdose da azitromicina bem como a bula oficial e caso similar ocorrido em Brasília com médico não-intercambista, que teve participação de paramédico no erro.
Este é apenas um de milhares de erros que começarão a ocorrer, matando cidadãos inocentes vítimas da irresponsabilidade de Padilha e de Dilma. Este blog se recusa a chamar o cidadão prescritor de médico, pois não provou sê-lo mediante provas oficiais. Para nós, será sempre chamado de intercambista.

Última hora: MS acabou de soltar nota reconhecendo ser o profissional integrante do mais médicos e fará "diligência" ao local. Governo amador é isso ai.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog