A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, março 09, 2004

CMBBC concede novos incentivos a comunidades em Goiás

Cinco comunidades do nordeste de Goiás vão receber até R$ 5 mil cada uma para implantar projetos de sustentabilidade com a utilização dos recursos naturais do bioma Cerrado. O incentivo partiu de um projeto de cooperação técnica entre a Embrapa Cerrados, a Universidade de Brasília e o Ibama.
Financiado pelo Departamento para o Desenvolvimento Internacional do governo britânico (DFID) e com apoio da Finatec, o projeto Conservação e Manejo da Biodiversidade do Bioma Cerrado (CMBBC) avaliou 18 propostas. Para concorrer, as comunidades tinham de estar situadas em 34 cidades do Paranã-Pireneus, ter um plano de utilização dos recursos naturais locais, especialmente da flora e da fauna, e ter como objetivo a promoção do desenvolvimento social e econômico de seus membros.
Duas comunidades obtiveram incentivos com projetos de turismo ecológico. A Escola Bioma Cerrado / A D Capetinga, com o projeto "Gestão da sustentabilidade de um destino turístico: A Vila do Forte", e o Grupo Espeleológico Goiano - Greco (São João da Aliança), com um plano de capacitação de condutores turísticos de Mambaí (Mambaí).
Os outros projetos selecionados foram o de uma agroindústria para o beneficiamento de frutas nativas do Cerrado, apresentado pela Prefeitura Municipal de Mambaí, um viveiro para a produção de mudas no Assentamento de Mata Grande, da Associação Meridioneira dos produtores Rurais do projeto Assentamento Mata Grande (São Domingos), além de um trabalho de educação ambiental com jovens da Associação para Educação Cultural, Meio Ambiente - ASOL (Cavalcante) relacionado a temas do bioma, que envolve teatro e um viveiro de plantas.
É a segunda vez que o CMBBC concede incentivos para projetos de meios de vida sustentáveis no Cerrado. No ano passado, 15 comunidades foram beneficiadas.

Vivian de Moraes
Jornalista - Embrapa Cerrados
MTb/SP 294.621
Tel: (61)388-9953
Fax: (61)388.9884
Planaltina - DF

Nenhum comentário:

Arquivo do blog