A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, outubro 05, 2004

Biopiratas furtam terras amazônicas

Apesar das barreiras da Funai - Fundação Nacional dos Índios e da fiscalização do Ibama - Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis, pesquisadores europeus e norte-americanos continuam visitando a Amazônia e furtando amostras de plantas e animais. Segundo a ONG Amazonlink, que lidera uma campanha nacional por uma lei de marcas e patentes, os biopiratas ampliaram a lista de itens contrabandeáveis. Nesta sexta-feira (1), o pesquisador Frederico Arruda, do Departamento de Ciências Fisiológicas da Ufam - Universidade Federal do Amazonas, denunciou ao Jornal de Brasília (DF) que os grupos internacionais passaram a se interessar pelo sangue dos índios, devido às características imunológicas especiais de alguns povos.
Ainda segundo Arruda, os pesquisadores também se interessam pela chamada Terra Preta Arqueológica (TPA), de alto índice de fertilidade. A terra existe em vários locais da Amazônia, incluindo o Acre. A denúncia é confirmada pelas ONGs ambientais acreanas. A principal delas, a Amazonlink, mantém uma campanha nacional pelo registro de marcas e patentes da Amazônia. "Precisamos fazer um trabalho consciente com várias populações indígenas e ribeirinhas para conscientizá-los de que a floresta é um patrimônio nosso e que podemos até incluir alguns produtos no mercado, desde que participemos dos lucros", explica o pesquisador Michael Schmidlehner, presidente da Amazonlink.
Segundo a Amazonlink e a Ufam, os biopiratas mapearam via GPS (aparelho que usa satélites para elaborar mapas digitalizados) as áreas com grande concentração de TPA, o principal alvo dos biopiratas do momento. Rica em cálcio, carbono, magnésio, manganês, fósforo e zinco, ela está sendo testada na Espanha e na Áustria para aumentar a fertilidade dos solos onde se pratica a agricultura.

Fonte: Amazônia.org

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog