A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, outubro 05, 2004

Agricultor do RS começa plantio de soja transgênica, mesmo sem lei

Produtores de soja dos municípios gaúchos de Cruz Alta e Tupanciretã desistiram de esperar que o governo legalize o uso de sementes transgênicas e já começaram a plantá-las. A previsão é que a maior parte do plantio se inicie daqui a duas semanas.
O presidente do Clube Amigos da Terra, Almir Rebelo, um antigo defensor do plantio de transgênicos, acredita que haja cerca de 3% plantados na região de Tupanciretã. Um grupo de 20 agricultores resolveu plantar, segundo ele.
O presidente da Sociedade de Engenheiros Agrônomos de Cruz Alta, Nédio Giordani, concorda que cerca de 3% dos 120 mil hectares destinados ao plantio da soja nos municípios da sua região estejam sendo cultivados com transgênicos.
Um dos produtores que começaram o plantio afirmou confiar nas declarações do ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, que tem dito haver interesse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em resolver a situação.
O produtor, que não quis se identificar, disse que até agora só plantou uma pequena amostra, para estudar o comportamento da planta, mas que em meados deste mês vai começar o plantio "para valer" -as entidades agrícolas recomendam aos produtores que o plantio se inicie após 20 deste mês, devido ao clima. Antes disso, a planta não se desenvolve suficientemente.
As entidades rurais também emitiram nota criticando a União pela ausência de legislação sobre o tema. "Esse tipo de governo não nos serve", disse o presidente da Farsul (Federação da Agricultura do RS), Carlos Sperotto.
Na nota, as entidades pedem que Lula recorra a uma medida provisória para resolver a situação. "Entendemos que não haverá tempo hábil para uma solução a cargo do Congresso, considerando que o calendário agrícola não está subordinado às regras da burocracia."
"Neste início de primavera, as entidades representativas do agronegócio confiam em que o presidente da República, dada a relevância e urgência da matéria, saberá adotar medidas que garantam o "tempo de semear" sem o que não haverá o "tempo de colher'", diz a nota assinada por entidades como Farsul e Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.
A Lei de Biossegurança, que pode definir a situação dos transgênicos no país, aguarda votação no Senado. Ela deve ser a primeira matéria a ser analisada pela Casa, mas terá de voltar à Câmara depois, por ter sido alterada pelos senadores, o que deve inviabilizar sua aprovação antes do início da época de plantar.


Fonte: Folha de SP

Nenhum comentário:

Arquivo do blog