A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, outubro 05, 2004

CHINA VAI ABRIR O MERCADO AOS CITROS BRASILEIROS

A fruticultura brasileira vai carimbar o passaporte para entrar no cobiçado mercado chinês. Em sua visita a Brasília, prevista para meados de novembro deste ano, o presidente da China, Hu Jintao, anunciará a liberação das importações de frutas cítricas do Brasil. O anúncio foi feito hoje (05/10) por autoridades do Ministério da Agricultura e Quarentena da China.
Durante a visita do presidente Hu Jintao ao Brasil, os dois governos assinarão um protocolo ratificando a abertura do comércio bilateral da fruticultura, informa Gilson Cosenza, assessor para Assuntos Internacionais do Departamento de Defesa e Inspeção Vegetal (DDIV) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Para obter autorização às exportações de citros, o Brasil permitirá as importações de duas frutas produzidas na China - lichia e longan. A contrapartida consta do acordo acertado entre os dois países no ano passado. “Toda vez que formos exportar uma fruta para aquele país, teremos que abrir nosso mercado a um produto da fruticultura chinesa”, diz Cosenza.
Os produtores brasileiros ainda não dimensionaram o potencial da China – maior pólo mundial da fruticultura – para importação de citros. Apesar disso, a iminente abertura do mercado chinês é comemorada no Brasil. “A decisão pode favorecer a liberação das exportações brasileiras de frutas para outros países asiáticos”, destaca Cosenza.
O gerente da Central de Serviço de Exportação do Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf), Maurício de Sá Ferraz, explica que os exportadores brasileiros devem agora buscar informações sobre as preferências de consumo dos chineses. “Temos que saber quais as variedades de citros que eles gostam e quais as características que mais apreciam”.
Os citros estão entre os principais itens da pauta brasileira de exportação de frutas. Neste ano, segundo Ferraz, as vendas externas do setor devem crescer 15% em valor e volume. O faturamento previsto é de US$ 44,2 milhões, contra US$ 36,8 milhões de 2003. Os embarques devem chegar a 138 mil toneladas, contra 120,8 mil toneladas do período anterior.
A laranja é o destaque nas exportações brasileiras de citros. De acordo com Ferraz, as vendas externas do produto aumentaram 50% de janeiro a agosto, em comparação com igual período de 2003, com faturamento de US$ 9,6 milhões, contra US$ 6,3 milhões. Em volume, o crescimento foi de 23%, passando de 31 mil para 38,2 mil toneladas.


Fonte: MAPA

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog