A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, novembro 20, 2014

Ossami Sakamori: O "petrolão" movimentou R$ 23,7 bilhões!




Segundo Folha, o presidente do COAF - Conselho de Controle de Atividades Financeiras, disse ontem (19), que mais de 4.000 pessoas ligadas à Operação Lava Jato teria feito movimentações financeiras atípicas no montante de R$ 23,7 bilhões. 


Isto não significa que todo o volume de dinheiro movimentado se refere à Operação Lava Jato, nem quer dizer que os R$ 23,7 bilhões seja o montante da propina que correu no âmbito da Operação Lava Jato. O mesmo dinheiro deve ter passado pelo menos em duas contas, o do operador das propinas e dos beneficiários.


Lembrando que, nesta fase, a Operação Lava Jato não chegou à área internacional da Petrobras e nem à empresa subsidiária da Petrobras, a Transpetro. Lembrando que na área internacional é que ocorreu a compra superfaturada na compra da refinaria Pasadena. O diretor da Transpetro, Sérgio Machado, indicação do PMDB, está sob suspeição de abastecer os políticos ligados ao partido. A evidência da falcatrua é tanta que a empresa Price Waterhouse Cooper recusou-se a auditar o balanço patrimonial da Companhia com o Machado à frente da presidência da Transpetro.


O fato é que a Operação Lava Jato, ainda, não investigou as duas áreas da Petrobras onde teria ocorrido propinas que envolve outros nomes além dos diretores citados que ainda não consta do rol de investigados pela Operação Lava Jato. Não consta da relação de investigados, a própria presidente da Petrobras, a Graça Foster para quem os diretores envolvidos se reportavam. Se a Graça Foster na presidência da Companhia aconteceram falcatruas e propinodutos R$ bilionários, ou ela está metido até o pescoço com as irregularidades ou ela é totalmente incompetente.




Não pode, também, ficar de fora da responsabilidade de tanta maracutaia e de roubo dos cofres da maior Companhia estatal do País controlada pela União a própria presidente da República Dilma Rousseff. Sob o seu comando que ocorreu a partilha com a base aliada as nomeações dos diretores envolvidos no maior roubo da história da República. 


Se isto tivesse ocorrendo nos EEUU, Japão ou Alemanha, a Dilma Rousseff já tinha sido enxotado da cadeira de presidente da República. A questão já ultrapassa o Judiciário, mas a Dilma não tem mais sustentação moral e político. Cabe sim, o processo de impeachment, independente de ser processado ou não pelo Judiciário.


O "petrolão" movimentou R$ 23,7 bilhões!


Nenhum comentário:

Arquivo do blog