A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, outubro 04, 2004

Produtores do Mato Grosso já plantaram soja e algodão modificados

Produtores de Mato Grosso estão cultivando na safra 2004/2005 soja e algodão transgênicos na região sul do Estado. Fiscais do Ministério da Agricultura já identificaram fazendas localizadas nos municípios de Primavera do Leste, Santo Antonio do Leste e Novo São Joaquim, cujos proprietários foram surpreendidos com os testes que apontaram as irregularidades. No Estado, foram apreendidas, em agosto, 40 toneladas de grãos de soja identificadas como transgênica. A carga apreendida tinha como origem o município de Tapera, no Rio Grande do Sul, e seria entregue em Rondonópolis (MT).
Dois produtores rurais da região sul de Mato Grosso, que pediram para não serem identificados, confirmaram o cultivo dos transgênicos, tanto de soja como de algodão. As sementes teriam sido adquiridas no Rio Grande do Sul. Eles alegam que estão perdendo competitividade para o mercado internacional e, a exemplo dos produtores gaúchos, não vão esperar a definição do Congresso ou do governo para o iniciar o cultivo dos transgênicos.

Legalidade
As denúncias de plantio de sementes transgênicas nesta safra no Estado estão sendo apuradas pelo Indea - Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso e a DFA - Delegacia Federal de Agricultura. O secretário de Estado de Desenvolvimento Rural, Homero Pereira, defende a regulamentação do plantio dos transgênicos com base na Lei de Biossegurança. "O governo do Estado prima pela legalidade, mas queremos que o Congresso aprove a Lei de Biossegurança para dar tranqüilidade ao produtor", informou Homero, por meio de sua Assessoria de Imprensa. "É o mínimo que o Congresso pode fazer pelo setor do agronegócio, que hoje é quem dá as respostas que o Brasil precisa na balança comercial, como é o caso do algodão."

Fonte: Agência Estado

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog