A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

segunda-feira, outubro 04, 2004

Hora de agir, opinião de “O Globo” sobre soja transgênica

Um dos fatores que têm atrasado a tramitação da Lei de Biossegurança, que já está há um ano no Congresso, é o tratamento ideológico que a questão tem recebido.
Estando incluídos no mesmo projeto dois temas polêmicos, ainda que muito distintos — o plantio e comercialização de alimentos transgênicos e a pesquisa com células-tronco — não admira que tenha havido tanta dificuldade para aprovar o texto.
Mas o fato é que os agricultores não podem mais esperar — mesmo porque, se for aprovado no Senado, o projeto terá de voltar para a Câmara dos Deputados, que tem a pauta trancada por uma série de medidas provisórias.
Como já propôs ao presidente da República o relator do projeto, senador Ney Suassuna, a esta altura, editar mais uma MP, autorizando o plantio de soja transgênica, parece ser a única forma de contornar o impasse.
A disposição firme dos agricultores gaúchos de plantar a soja geneticamente modificada, com ou sem a liberação do governo, é sinal claro de que a realidade atropelou a discussão política e ideológica.
A situação chegou a tal ponto que já está difícil encontrar sementes da soja comum, que hoje representa, se tanto, 10% da cultura.
A importância central da soja na agricultura, e portanto na economia brasileira, não permite que se continue adiando uma decisão indefinidamente. É lamentável, sem dúvida, que pressões de todos os lados tenham produzido tal atraso na tramitação do projeto.
Mas de pouco vale criticar a pouca resistência dos parlamentares aos lobbies, sejam eles econômicos ou ideológicos. Agora, o Executivo precisa agir.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Arquivo do blog