A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, março 13, 2014

SOCIEDADE MILITAR: Jornalistas verdadeiros ou politicamente incorretos são ameaçados no Brasil

Emissoras podem perder verba publicitária


Depois que Rachel Sheherazade resolver dizer, em pleno horário nobre, que compreende a ação dos cariocas que deram uma surra e acorrentaram a um poste um delinquente conhecido nas redondezas, menor de idade, mas não menos perigoso por isso, o SBT tem sido ameaçado de perder a concessão e verbas publicitárias. Ora bolas, TODA a sociedade brasileira esclarecida compreende o que aconteceu ali, foi indignação misturada com insegurança e falta de eficácia do estado em cumprir com suas obrigações para com o contribuinte. É obvio que compreender não significa aprovar. Mas tem gente querendo fazer disso mais um show de autoritarismo da esquerda.
 
Notem que no parágrafo anterior usamos as palavras delinquente e perigoso, e não os termos usados pela imprensa politicamente correta, que são: jovem, adolescente, coitadinho, menor desamparado etc. Lembramos que poucos dias depois de ser medicado e virar o coitadinho da semana o cara foi notícia novamente, ele tentava assaltar uma turista canadense. Quando foi preso o "coitainho" usou sua fama pra se defender, "Você sabe quem sou eu? Sou o menor da tranca", disse.
 
Antes que alguém nos acuse de chamar o cara de delinquente gostaríamos de dizer que delinquente, segundo o dicionário, é quem infringe uma lei e/ou certas normas morais pré-estabelecidas. Portanto, ele é um delinquente.
 
Agora, voltando a questão da verba publicitária. Ao longo dos últimos anos percebe-se claramente que o jornalismo brasileiro, principalmente o televisivo, não possui nem um pouco da neutralidade esperada para esse segmento, e isso pode ser claramente explicado pelo simples facto do governo federal ser o grande cliente das empresas de publicidade. Se as empresas de comunicação sobrevivem por conta da publicidade, como poderia-se esperar que houvesse neutralidade? Como falariam qualquer coisa que desabonasse seu principal cliente, ou seus aliados? Lembram que há alguns anos jornalistas da rede Globo ousavam falar a verdade sobre Hugo Chávez, criticavam as ações que realizou contra as emissoras de TV da Venezuela e denunciavam outros fatos? Perceberam que hoje a coisa se inverteu? Pois é, culpa da maldita verba publicitária.
 
O SBT realmente tem surpreendido nessa questão. Ao manter Sheherazade em seus quadros, realizar uma cobertura razoável das revoltas na Venezuela e agora, contratar o polêmico e odiado pela esquerda, Danilo Gentili e sua equipe, a emissora mostra que não está muito impressionada com as ameaças de censura feitas pelo PCdoB, que representou na Procuradoria Geral da república contra o SBT.
 
Por que será que Partido Comunista quer que Dilma deixe de gastar dinheiro com publicidade na emissora de Sílvio Santos? Na verdade o PCdoB é mais um satélite do PT, e como este não quer receber sobre si mais uma acusação de tentar censurar a imprensa, deixou essa tarefa a cargo de Jandira Feghali, que pode até aproveitar para aparecer um pouco. Afinal, ela pretende ser governadora do Rio de Janeiro, local onde ocorreu o fato que gerou toda essa discussão.
 
Já deu pra todos nós percebermos que, no final das contas, o que se pretende é calar a boca da apresentadora, âncora do jornal do SBT, e de quebra intimidar qualquer um que ouse ir contra a política de tratar delinquentes de todo tipo, desde invasores da propriedade alheia à políticos larápios, como os pobre coitados, as vítimas da sociedade. Afinal, esse ano teremos eleições, e nada seria mais nocivo para o PT do que pessoas falando a verdade em horário nobre. 
 
Se o SBT continuar nessa linha jornalística poderemos até fingir que não percebemos a propaganda subliminar da Jequití que pisca vez por outra no meio da programação.
 
Você acha que Sheherazade exagerou?

Robson A.K.S.– http://sociedademilitar.com.br

Arquivo do blog