A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quinta-feira, março 13, 2014

ESCÂNDALO: Neri Geller foi indicado para o Ministério da Agricultura por Blairo Maggi

A presidente Dilma Rousseff confirma, nesta quinta-feira, a substituição do ministro da Agricultura, Antonio Andrade, pelo técnico Neri Geller. A indicação foi defendida pelo empresário Blairo Maggi, ex-governador de Mato Grosso, também conhecido como o "rei da soja". 
 
A ideia surgiu recentemente quando Dilma e Blairo anunciaram o Plano Safra 2014 em Lucas do Rio Verde (MT). Geller atuava até então como secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e tomará posse nesta sexta-feira.

Com a indicação, o Planalto traz um nome de peso do agronegócio para a Agricultura e se afasta da ala mais fisiológica do PMDB. É também uma indicação de que, na reforma ministerial, predominarão quadros técnicos – e não nomes impostos por aliados descontentes.

O anúncio do convite foi feito por ele mesmo nesta quarta-feira, após reunião com a presidente Dilma no Palácio do Planalto, que também teve a participação do atual ministro da Agricultura. Em seguida, ele foi informar o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, também do PMDB.

Neri Geller se filiou ao PMDB em 4 de outubro de 2013. Ele tem apoio dos parlamentares da área rural e do próprio setor. Antes, era ligado ao PP.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre as indicações do PMDB. O presidente da legenda, senador Valdir Raupp, afirmou que o nome de Neri Geller "foi um consenso no partido".


Raupp diz que nomes do PMDB para ministérios serão definidos hoje

O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), disse hoje (13) que todas as indicações do partido para a reforma ministerial que a presidenta Dilma Rousseff está fazendo serão definidas ainda hoje.

Um dos nomes indicados, segundo Raupp, é o do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, para assumir o comando da pasta no lugar de Antônio Andrade. "Esse foi um consenso no partido", disse.

Já o nome de Angelo Oswaldo (PMDB-MG), atual presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), para o Ministério do Turismo, atualmente comandado por Gastão Vieira, "não pacifica nem a bancada do PMDB mineiro", afirmou Raupp. Apesar de não sugerir outro nome para a vaga, a bancada peemedebista na Câmara não apoia a indicação de Oswaldo.

Com a expectativa da confirmação dos nomes ainda hoje, Raupp calcula que alguns ministros tomem posse amanhã (14) ou na próxima segunda-feira (17).

Apesar das indicações, a insatisfação da bancada peemedebista na Câmara deve continuar, segundo Raupp: "Ainda vai demorar um pouco", avaliou. Além dos ministérios, há problemas de entendimento em relação a alianças estaduais e liberação de emendas. Dos 12 ou 13 estados em que PT e PMDB estão em diálogo para formar aliança eleitoral, já há acordo em oito ou nove, de acordo com o presidente do partido.
Raupp se reuniu hoje de manhã com o vice-presidente Michel Temer e participou da cerimônia, no Palácio do Planalto, para anunciar recursos ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana.

Fonte: 247 e  Agência Brasil

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog