A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quarta-feira, março 12, 2014

ALUIZIO AMORIM: O MÁXIMO DE CINISMO E O MÍNIMO DE VERGONHA NA CARA

LULA CHAMA DITADOR ASSASSINO DA VENEZUELA DE "COMPANHEIRO"

Na foto acima Lula afagando o "companheiro" Maduro; abaixo a prisão do líder oposicionista Leopoldo López, que Lula e seus sequazes simplesmente ignoram. López continua confinado num calabouço sofrendo tortura psicológica e incomunicável.
Lula, como é notório e sabido, depois que explodiu o escândalo Rose Noronha, a sua amante que dirigia a representação do Palácio do Planalto em São Paulo, foge da imprensa como o diabo foge da cruz. Só fala esporadicamente a jornais estrangeiros. Suas rompantes, mentiras e incitação à luta de classes são verberadas por meio de seus ventríloquos, em especial o baiano João Santana, o ministro sem pasta da Dilma, marketeiro do PT, do Lula e demais tiranetes latino-americanos.
Desta feita aparece no site da Folha de S. Paulo desta quarta-feira, uma dessas declarações de Lula, uma carta que enviou a Nicolás Maduro, o tiranete da Venezuela. Na maior cara de pau, o que não é novidade, Lula chama Maduro de “companheiro”, um dia depois que mais um estudante foi baleado e morto pela polícia da ditadura chavista assassina. Até agora são 22 mortos, assassinados a mando de Nicolás Maduro cuja polícia e milícias comunistas atiram contra a população desarmada.
 
E Lula, além de de declarar que Nicolás Maduro é seu “companheiro”, ainda exerce o seu contumaz cinismo sugerindo que o tiranete comunista dialogue com “todos os democratas”, enquanto o líder oposicionista Leopoldo López segue preso incomunicável num calabouço há quase um mês.
 
As informações que chegam da Venezuela mostram que os protestos nas ruas em todo o país não param. Seguem noite e dia, a indicar que os venezuelanos decidiram por fim ao regime despótico e assassino. 
 
Transcrevo a matéria do site da Folha que reproduz a carta de Lula ao seu “companheiro” Maduro, um tirano todo lambuzado pelo sangue derramado pelos jovens estudantes assassinados: 
 
Este vídeo mostra as milícias chavistas atacando um prédio de apartamentos em Mérida, Venezuela. Esses são os amigos do Lula, da Dilma e seus sequazes, protagonistas da "democracia" exortada por Lula, vulgo 'Barba".


Leia o restante no Blog do Aluizio Amorim

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog