A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, setembro 21, 2004

Mercado hortigranjeiro terá levantamento do Ipea

A Ceagesp e a Ceasa/MG podem ser as primeiras, entre mais de 30 centrais de abastecimento distribuídas pelo Brasil, a terem um diagnóstico da situação operacional do mercado hortigranjeiro. O plenário do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), ligado à Presidência da República, aprovou proposta solicitando ao Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) checar essas informações.
O documento se baseia no Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort) coordenado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com apoio da associação dos mercados atacadistas. Segundo o diretor de Gestão de Estoques da Conab, Eledil da Silva Bessa, “há uma preocupação do setor hortigranjeiro com a dispersão de informações, a diversidade dos mecanismos de gestão e ações relacionadas à comercialização e às embalagens de produtos hortigranjeiros nas Ceasas”.
Isto começou a ocorrer, segundo ele, devido à desintegração do Sistema Nacional de Centrais de Abastecimento (Sinac) que foi responsável, até meados de 80, pela política nacional de abastecimento para o setor. “A transferência da gestão das centrais do plano federal para as esferas estaduais, a privatização de algumas e a desativação de equipamentos comprometeu o sistema”, lembrou.
A proposta para a pesquisa leva em conta os efeitos dessa mudança, cuja “fragmentação do sistema contribuiu para o enfraquecimento dos instrumentos de gestão, perda de referenciais e diminuição sensível da capacidade de produzir políticas que contribuíssem para a melhoria das condições de acesso da sociedade aos alimentos de qualidade e com preços compatíveis com a renda”.
O diagnóstico deverá centrar-se na busca de informações, como a gestão do espaço, a comercialização entre agentes atacadistas com fornecedores e usuários e a classificação, padronização e qualidade de alimentos. A opção de iniciar pelas centrais atacadistas da Ceagesp (SP) e da Ceasa/MG é devido ao fato de movimentarem quase a metade do volume de hortigranjeiros comercializados pelas centrais existentes no Brasil, fundamentais para a política de abastecimento e às propostas do Prohort.


Fonte: CONAB

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog