A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, setembro 21, 2004

AGRICULTORES DEVOLVERAM 10,4 MIL TONELADAS DE EMBALAGENS DE AGROTÓXICOS ATÉ AGOSTO

Os produtores brasileiros retiraram 10.400 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos do meio ambiente entre janeiro e agosto deste ano, volume 122,7% superior ao mesmo período de 2003. Segundo balanço divulgado hoje pelo Instituto Nacional de Embalagens Vazias de Agrotóxicos (inpEV), os estados do Paraná, Mato Grosso e São Paulo detêm 61,2% do total recolhido pelo sistema brasileiro de destinação final de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Os agricultores desses estados devolveram, respectivamente, 2.465, 2.200 e 1.692 toneladas de embalagens.
De acordo com o inpEV, de janeiro a agosto a evolução no recolhimento dos estados é significativa. Os produtores rurais mineiros, por exemplo, devolveram 541% a mais de embalagens em relação a 2003 (de 150,4 para 964,5 toneladas). No Rio Grande do Sul, os índices de recolhimento aumentaram em 378,4% (de 146,3 para 700 toneladas). O Paraná recolheu 136,2% a mais de embalagens (de 1.043 para 2.465) e o Mato Grosso aumentou em 66,4% o volume devolvido (de 1.322 para 2.220 toneladas).
O presidente do inpEV, João César Rando, afirma que o desempenho é resultado da integração do trabalho de todos os elos da cadeia produtiva. “Os agricultores aumentaram seu nível de conscientização ambiental e de conhecimento sobre a legislação. Além disso, o processo todo conta com a colaboração de revendedores, cooperativas e da indústria fabricante de defensivos”, ressaltou.

Fonte: MAPA

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog