A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quinta-feira, setembro 16, 2004

Comissões aprovam projeto de biossegurança, Meio Ambiente e Saúde perdem poder

Durante todo o dia, os senadores das comissões de Constituição e Justiça e Cidadania, Assuntos Econômicos e Assuntos Sociais discutiram o parecer apresentado pelo senador Ney Suassuna (PMDB-PB) ao projeto que disciplina a venda e a pesquisa com organismos geneticamente modificados e libera, parcialmente, as pesquisas com embriões.
Suassuna acabou retirando a clonagem terapêutica do texto. O item enfrentava resistência da bancada religiosa. Mas, pelo acordo, o governo deve enviar ainda este ano um projeto de lei para tratar especificamente dessa questão. O relator manteve a possibilidade de uso de estoques de embriões congelados, resultantes de fertilização in vitro, há três anos.
Mesmo que o projeto seja aprovado nesta quinta-feira pelo Senado, setores do governo admitem a necessidade de se editar nova medida provisória para liberar o plantio da soja transgênica. Como o texto foi modificado pelos senadores, ele terá de ser reexaminado pelos deputados em outubro. Até lá a safra 2005 já terá começado.
Pela proposta aprovada pelas comissões, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), colegiado formado por cientistas, poderá decidir se um produto precisa ou não de licenciamento ambiental ou da vigilância sanitária. Com isso, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) perdem poder, em relação ao substitutivo da Câmara. Pelo texto dos deputados, esses órgãos seriam ouvidos sempre.
Na versão atual, o Ibama e a Anvisa terão de recorrer ao Conselho Nacional de Biossegurança (CNBS), formado por 11 ministros, caso discordem da decisão da comissão técnica. As mudanças enfrentam resistência de parlamentares ligados à ministra do Meio Ambiente, a senadora Marina Silva (PT-AC). De qualquer forma, o projeto deve acirrar o conflito entre ambientalistas e ruralistas na Câmara.

Fonte: Congresso em Foco

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog