A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, setembro 16, 2004

Biossegurança em votação

A expectativa é pela votação do projeto de lei de biossegurança, aprovado por três comissões ontem. A proposição libera as pesquisas científicas com as chamadas células-tronco, um tipo que têm a capacidade de se reconstituir em qualquer tecido, autoriza e disciplina o cultivo e a venda de organismos geneticamente modificados. A votação pode ser ameaçada pelo acirramento do embate entre oposição e governistas nos últimos dias.
Antes de votar o projeto de biossegurança, os senadores terão de apreciar duas medidas provisórias e um projeto de lei em urgência constitucional que obstruem os trabalhos. Uma delas isenta de impostos a importação de equipamentos para pesquisa científica; a outra permite o desconto na folha de pagamento dos empréstimos tomados por aposentados e pensionistas.
Os senadores terão de votar ainda o projeto que prorroga até 2019 a Lei de Informática. Depois de quase dois meses de negociação, a oposição, o governo e as bancadas dos estados envolvidos diretamente com a venda desse tipo de equipamento chegaram a um acordo.
Na pauta do Senado ainda existem 47 outras matérias esperando votação. Entre elas, os destaques à reforma do Judiciário, aprovada em primeiro turno antes do recesso parlamentar de julho.

Fonte: Congresso em Foco

Nenhum comentário:

Arquivo do blog