A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

segunda-feira, julho 19, 2004

Representantes da Venezuela e Cuba vêm ao Brasil para equipar usina de US$ 150 mi

Uma comitiva da Venezuela e de Cuba, liderada pelo Secretário da Presidência da Venezuela, Richard Viva, e pelo Cônsul de Cuba, Rafael Rivacoba, veio ao Simtec 2004 para adquirir equipamentos e discutir o projeto de uma usina do setor sucroalcooleiro que deverá começar a operar na Venezuela até dezembro de 2005, com capacidade de moagem de 7 mil toneladas/dia de cana-de-açúcar.
De acordo com a Fertron, empresa responsável pelo projeto de automação global da usina, os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e da Venezuela, Hugo Chávez, trataram pessoalmente dos acertos para a formação da usina, que terá base na cidade de Sabaneta, será totalmente equipada com máquinas brasileiras (há três consórcios nacionais na concorrência) e terá auxílio de assessores técnicos de Cuba.
Orçado em US$ 150 milhões, o empreendimento será bancado pela PDVSA (espécie de Petrobrás da Venezuela). Durante o Simtec, o grupo começou também a realizar as compras de tratores e colheitadeiras para a parte agrícola da usina.

Exal equipa destilaria mexicana
Um grupo de empresários mexicanos da Zucarmex veio Brasil para firmar contrato de compra de equipamentos da Exal para uma destilaria de álcool fino e aproveitou a viagem para estender a visita ao Simtec 2004. O grupo do México foi liderado pelo diretor Administrativo da empresa, Tomas Gejudo. A destilaria irá produzir 60 mil litros de álcool por dia e o projeto para o desenvolvimento desta área da usina pela Exal envolve a cifra de US$ 500 mil.
De acordo com o gerente Comercial da Exal, Rodney Roston, o grupo se entusiasmou com o Simtec e aproveitou a ocasião para estudar a compra de acessórios brasileiros para a destilaria. A Exal irá embarcar todos os equipamentos para o grupo mexicano até o dia 20 de julho e a destilaria começará a produção de álcool fino em novembro deste ano.

Multinacional canadense aposta no mercado sucroalcooleiro do país
Presente no Simtec para apresentar sua máquina de resfriamento de açúcar com sistema à água e para ministrar no evento palestra sobre esta tecnologia, o belga Jean-Marc Reichiling, engenheiro de aplicações e vendas da Bulkflow, afirmou que o Brasil é um mercado de grande interesse para a empresa que tem sede no Canadá e conta com escritórios em três países da Europa (Alemanha, Bélgica e Holanda).
“A Bulkflow é líder em resfriamentos em grãos e pós e depois de termos conquistado a Europa, o Brasil é nosso destino natural, afinal trata-se do maior produtor de açúcar do mundo”, diz.
Reichiling também veio ao país para pesquisar possíveis parceiros e estudar a produção da parte mais pesada de seu equipamento no Brasil
O trocador de calor Bulkflow consiste em uma série de placas verticais ocas de aço inoxidável. Os sólidos a granel ou em pó descem vagarosamente entre as placas, enquanto os líquidos de transferência de calor correm dentro das mesmas para aquecer ou esfriar o material por condução.
“Como não há motores de grande potência ligados ao equipamento, o consumo de energia é bem menor que o dos produtos concorrentes”, afirma Reichiling.
As aplicações do trocador não são apenas para açúcar, servem também para outros produtos alimentícios, além de químicos, fertilizantes, minerais, plásticos, resinas, detergente, entre outros.

Holandeses querem homologar fornecedores brasileiros
Representantes da empresa holandesa Stork – sistema de processamento de aves - visitaram o estande do Grupo JC Antonelli, no Simtec, na noite da última quinta-feira. O grupo está em visita ao Brasil com o intuito de homologar fornecedores brasileiros para o fornecimento de componentes utilizados na construção de equipamentos para abatedouros de aves. Orientados pelo gerente de Produção e Compras da Stork no Brasil, Fernando Rochelle, os empresários holandeses têm como meta o aumento da comercialização deste tipo de equipamento no mercado brasileiro.

Consultor alemão cita crescimento do Simtec
O consultor alemão Pedro Avram ficou satisfeito com o crescimento do Simtec. Pedro visitou a primeira edição do evento em 2003 e ficou surpreso ao chegar ao parque do Engenho. “Me surpreendi com o aumento dos expositores e da estrutura da feira”, disse o consultor alemão.
Pedro Avram é vice-diretor e co-proprietário da empresa Ipro Industrieprojekt Gmbh, especializada na área de consultoria de projetos em usinas de açúcar. O engenheiro alemão explica que um representante da empresa em Piracicaba é responsável pela intermediação das ações entre Alemanha e Brasil.

Pesquisador busca subsídios para tese de mestrado
O pesquisador peruano Jean Santa Cruz Yabarrena, da cidade de Juliaca (localizada do sul do Peru) acompanhou a programação de palestras do Simtec, na tarde da última quinta-feira. Jean está morando há seis meses no Brasil, mais especificamente em São Carlos, onde desenvolve sua tese de mestrado, cujo tema é a automação de usinas.
A convite da EEP – Escola de Engenharia de Piracicaba – o pesquisador peruano explica que decidiu visitar o simpósio para buscar subsídios e contatos para suas pesquisas. “Estou gostando do conteúdo e da possibilidade de estender minha pesquisa acadêmica”, disse Jean Yabarrena.

2º SIMTEC - Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria Sucroalcooleira
Período: 13 a 16 de julho de 2004
Local: Engenho Central/Piracicaba – SP
Público-alvo: Empresários e técnicos do setor agroindustrial sucroalcooleiro do mercado nacional e internacional
Coordenação: José de Jesus Vaz, Matheus Balarin Berto, Mateus Galvani Antonelli.
Realização: Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras), Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo), Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Ciesp/Regional Piracicaba e Prefeitura Municipal de Piracicaba.
Patrocínio: Bayer CropScience, Caterpillar, Dedini, FMC, Cosan e Grupo J.C. Antonelli.
Informações: (19) 3417.8604/ www.simtec.com.br

Nenhum comentário:

Arquivo do blog