A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quinta-feira, outubro 09, 2014

Embrapa - Simpósio expõe os avanços e as perspectivas da pecuária de precisão


Simpósio expõe os avanços e as perspectivas da pecuária de precisão

Evento acontece de 26 a 28 de novembro na Embrapa em Campo Grande, MS

A gestão eficiente da propriedade rural passa pela redução de custos aliada ao aumento da produtividade e a pecuária de precisão entra como um suporte de peso, maximizando os recursos, reduzindo desperdícios e aproveitando, correta e sustentavelmente, cada centímetro da área. As inovações tecnológicas utilizadas no conceito, incluindo novas ferramentas de tecnologia da informação e comunicação, permitem monitorar o animal em seu ambiente contribuindo com o processo de tomada de decisão do produtor.

Segundo dados do IBGE, os abates bovinos dos rebanhos sul-mato-grossenses subiram 32%, entre 2009 e 2014, tendo a Rússia como maior importadora de carne in natura do Estado. Apesar dos ganhos, a bovinocultura em Mato Grosso do Sul ainda carece de um aporte de conhecimento focalizado nas demandas do mercado, situação partilhada com outros Estados brasileiros. "Estados Unidos, Canadá, Austrália e alguns países da Europa possuem um sistema de produção mais intensivo, no qual o custo da mão-de-obra é alto e, assim, estão bem avançados em pesquisas na linha de pecuária de precisão. É uma tendência mundial e não terá volta. No Brasil, os produtores ainda são resistentes a essas mudanças, principalmente, por acreditarem que os custos de implantação das tecnologias sejam elevados. Porém, o cenário está mudando", assegura Thaís Basso Amaral, pesquisadora de Sistemas de Produção da Embrapa.

Por acreditar nessa mudança e incentivados pela nova conjuntura e perspectivas otimistas para a cadeia da carne bovina, um grupo de pesquisadores da Embrapa, em parceria com Faculdade de Computação da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)/Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (NESPRO), realiza o l Simpósio Brasileiro de Pecuária de Precisão aplicada à bovinocultura de corte, de 26 a 28 de novembro, em Campo Grande-MS, na Embrapa Gado de Corte.

"Sentimos a necessidade de reunir pesquisadores que trabalham com pecuária de precisão, no sentido de promover uma discussão ampla sobre o tema, bem como, identificar o que vem sendo realizado no Brasil e vislumbrar um norte para essa linha de pesquisa. Sabemos que se somarmos esforços da iniciativa privada, Embrapa e universidades podemos avançar mais rapidamente no conhecimento, promovendo a inovação no campo", atesta Thaís Basso, uma das coordenadoras do Simpósio.

As 100 vagas oferecidas são para especialistas, professores, técnicos, acadêmicos e também produtores interessados em aprofundar-se no assunto. A engenharia da computação na produção animal, o uso de sensores, a nutrição de bovinos com precisão e os softwares para manejo pecuário estão entre os temas a serem apresentados. Para Thaís Basso, "os avanços obtidos na capacidade de processamento dos computadores, na tecnologia dos sensores, na engenharia de controle e nos sistemas e dispositivos móveis, tornaram viável a análise frequente e confiável de dados relacionados à produção animal em tempo real".

O encontro ainda permitirá o envio de trabalhos científicos, na forma de resumos, até o dia 24 de outubro, nas áreas de computação aplicada à produção animal, soluções tecnológicas para gestão e manejo da propriedade, softwares aplicados à pecuária de corte, geotecnologias e automação. As normas e informações adicionais estão disponíveis no portal do Simpósio (http://cloud.cnpgc.embrapa.br/pecuariaprecisao2014/), que conta com o apoio financeiro da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect/Seprotur) e o patrocínio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/BA) e Coimma.

Inovações – A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, está empenhada em fortalecer esse novo segmento. Em execução está a Rede Agricultura de Precisão, que congrega mais de 20 Unidades da Empresa e tem um componente destinado à pecuária em seu escopo. No ano passado, em São Carlos-SP, na Embrapa Instrumentação Agropecuária, inaugurou-se o Laboratório de Referência Nacional em Agricultura de Precisão (Lanapre). A Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos) atua com calagem e adubação de pastagens, alimentação de bois confinados, produção em sistemas integrados e uso de brincos eletrônicos.

E desde 2001, a Embrapa Gado de Corte e parceiros desenvolve soluções nessa direção, como "o chip de identificação umbilical, o teclado do peão, a balança de passagem, o chip umbilical com termômetro e o colar com GPS para identificar a trajetória dos animais na pastagem", dispõe a veterinária Thaís. Também especialista na área, o pesquisador Pedro Paulo Pires reforça que essas ferramentas permitem ao produtor avaliar o rendimento de cada animal, desde o seu nascimento, individualizando os dados e ao final de "seis meses, um ano, dois anos, o pecuarista saberá se teve prejuízo ou não, o quanto e a possibilidade de pensar em novas estratégias ou reforçar as já adotadas ".

Serviço:
l Simpósio Brasileiro de Pecuária de Precisão aplicada à bovinocultura de corte
Data: 28 a 20 de novembro de 2014
Local: Embrapa Gado de Corte, Campo Grande-MS

Inscrições:
Até o dia 16 de novembro, com desconto:
- Estudantes (mediante comprovação): R$100,00
- Profissionais e demais interessados: R$ 150,00

De 17 a 26 de novembro:
- Estudantes (mediante comprovação): R$150,00
- Profissionais e demais interessados: R$ 200,00




Redação: Dalízia Aguiar (DRT/MS 28/03/14), jornalista Embrapa
Foto (Dalízia Aguiar): Projeto de pesquisa em andamento sobre pecuária de precisão na Embrapa Gado de Corte. 
Colaboração: Jorge Reti (MTb 12693-SP), jornalista




Núcleo de Comunicação Organizacional - NCO
Embrapa Gado de Corte
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Campo Grande/MS

Telefone: +55 67 3368-2000 + 55 67 3368-2150
www.embrapa.br | twitter.com/embrapa | twitter.com/GadodeCorte
www.facebook.com/agrosustentavel | www.facebook.com/gadodecorte




Nenhum comentário:

Arquivo do blog