A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, setembro 17, 2004

COMEÇA CAMPANHA EMERGENCIAL CONTRA AFTOSA EM MATO GROSSO DO SUL

Fiscais federais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e representantes da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) iniciaram hoje (16/09) a campanha emergencial de vacinação contra a febre aftosa na região da fronteira com o Paraguai. A campanha deverá imunizar cerca de 400 mil cabeças em 800 propriedades rurais nos municípios de Paranhos, Sete Quedas, Coronel Sapucaia e Aral Moreira.
A compra das doses de vacina foi feita com recursos do governo federal após a decretação de situação de emergência nos municípios de fronteira com o Paraguai. Segundo o gestor de Defesa Sanitária Animal da Iagro, Afonso Dutra de Oliveira, o balanço parcial da operação revela que já foram vistoriados cerca de 7 mil animais na região e abatidas 84 cabeças de gado em razão de sua procedência duvidosa.

Fiscalização
O delegado federal da Agricultura no Mato Grosso do Sul, José Antônio Roldão, informou que a fiscalização intensiva é resultado de um entendimento entre Brasil e Paraguai para criar a Comissão Fronteiriça Permanente, que tem como objetivo aumentar o controle do trânsito de animais na região. Segundo Roldão, cinco postos instalados pelo Exército Brasileiro com recursos do Ministério da Agricultura auxiliam a vigilância na fronteira.

Fonte: MAPA

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog