A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

Embrapa lança nova forrageira e mangueiro digital na Dinapec




A Embrapa Gado de Corte lançará a cultivar de Panicum maximum híbrida BRS Tamani e o mangueiro digital na edição 2015 da Dinâmica Agropecuária (Dinapec). O evento acontece de 11 a 13 de março, na vitrine tecnológica da Empresa, em Campo Grande (MS). Catorze Unidades da Embrapa estarão presentes, além de parceiros, apresentando tecnologias, palestras e oficinas.


A BRS Tamani tem porte baixo, com muitas folhas e perfilhos, que proporcionam boa cobertura de solo e alto valor nutritivo. “É um capim de fácil manejo, indicado para solos de média a alta fertilidade, sendo importante opção para sistemas de produção no bioma Cerrados”, diz a pesquisadora da Embrapa Gado de Corte, Liana Jank, líder da equipe responsável pelo trabalho de desenvolvimento da nova cultivar. 


Outra vantagem observada no ensaio de pastejo, realizado no Cerrado do Distrito Federal, foi o bom estabelecimento quando implantada, além de elevada persistência nos períodos seco e chuvoso. “Lembrando que apresenta baixa tolerância ao encharcamento do solo e, portanto, não é indicada para áreas sujeitas a alagamentos temporários”, acrescenta a pesquisadora. 


O desempenho da BRS Tamani demonstra elevada capacidade produtiva, com a vantagem de oferecer forragem de melhor valor nutritivo quando comparada à cultivar Massai. 


A cultivar é resultado de cruzamento feito na Embrapa Gado de Corte em 1992. Os trabalhos de seleção foram realizados em parceria com a Embrapa Acre, Embrapa Cerrados, Embrapa Gado de Leite, Embrapa Pecuária Sul, Embrapa Rondônia, e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. “A forrageira foi registrada no ano passado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento”, informa Liana.


Ela explica que, avaliada em parcelas sob cortes manuais, a BRS Tamani alcançou a produção anual de 15 toneladas/hectare de matéria seca de folhas em Campo Grande. “Em experimento em rede conduzido em sete locais, a cultivar destacou-se pela maior porcentagem de folhas que as cultivares Tanzânia-1 e Massai e pela qualidade da forragem, tendo apresentado 9% mais proteína bruta que a Tanzânia, durante o ano, e 3% maior digestibilidade no período de chuvas”, destaca. 


Com previsão de chegar ao mercado a partir de agosto deste ano, a BRS Tamani foi desenvolvida em parceria com a Unipasto e é resultado de um trabalho conjunto, sob a coordenação da Embrapa Gado de Corte, com as Unidades Embrapa Acre, Embrapa Cerrados, Gado de Leite, Embrapa Pecuária Sul e Embrapa Rondônia.


Mangueiro digital


Outra novidade que será apresentada na Dinapec 2015 é o novo mangueiro digital, ou seja, um mangueiro antiestresse, desenvolvido em parceria com a Tramasul, para o manejo dos bovinos de acordo com o Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) – Bovino de Corte, da Embrapa. A estrutura também servirá como laboratório para o desenvolvimento de projetos pelos alunos do curso de mestrado profissional em Pecuária de Precisão da Faculdade de Computação da UFMS, em parceria com a Embrapa. 


Segundo o chefe de Transferência de Tecnologia, Pedro Paulo Pires, no mangueiro digital serão geradas informações sobre os bovinos a partir de ferramentas eletrônicas desenvolvidas pela Embrapa Gado de Corte e por parceiros. Alguns exemplos são a balança de passagem e o e-apart, uma estrutura composta de eletrônica, mecânica e software responsável pelo aparte automático de animais, por meio de filtros inteligentes desenvolvidos por softwares associados ao uso do chip eletrônico, que identifica os animais por rádio frequência, de modo rápido, inquestionável e seguro para o manejo. 



Texto: Kadijah Suleiman
Jornalista, MTb RJ 22729JP
Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)
Embrapa Gado de Corte
Campo Grande/MS
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Telefone: +55 (67) 3368-2203

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog