A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quarta-feira, junho 23, 2004

MAPA SUSPENDE ETAPA DE 90 DIAS NO SISBOV

Atendendo solicitação do setor produtivo, o secretário da Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Maçao Tadano, assinou portaria - divulgada no Diário Oficial de ontem (21/06)- suspendendo a etapa de 90 dias para ingresso e permanência de animais na Base Nacional da Dados do Sistema Brasileiro de Identificação de Origem Bovina e Bubalina (Sisbov).
A medida - motivada pela impossibilidade das empresas produtoras de brincos atenderem, com rapidez, a crescente demanda dos dois últimos meses - mantém, até o dia 29 de novembro próximo, o prazo de 40 dias para ingresso e permanência de bovinos e bubalinos na base de dados. A coordenação do Sisbov espera que o atendimento a esta demanda esteja normalizado até o final de julho.
A coordenadora do Sisbov, Denise Euclydes Mariano da Costa, lembra porém que os demais prazos do cronograma foram mantidos. Assim, a partir de 30 de novembro, a permanência exigida será de 180 dias, prazo que aumenta para 365 dias em 31 de maio de 2005. Em dezembro de 2005 todo o rebanho bovino e bubalino da zona livre de febre aftosa deverá estar cadastrado no Sistema Brasileiro de Identificação e Certificação de Origem Bovina e Bubalina.
Segundo Denise, a base de dados já registra mais de 22,8 milhões de animais cadastrados e a demanda vem crescendo significativamente graças ao apoio dos produtores, que têm respondido aos esforços do governo no sentido de aderir ao sistema.

Fonte: MAPA

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog