A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

segunda-feira, abril 26, 2004

Ceará desenvolve água-de-coco em pó

Pesquisadores da Universidade Estadual do Ceará (UECE) padronizaram a água-de-coco na forma de pó (ACP) e já requereram o registro da patente do produto que promete provocar uma revolução em vários nichos de mercado.
O produto conserva todas as características físico-químicas do coco in natura e tem várias aplicações industriais, desde o segmento de bebidas de reposição energética para atletas ao uso de diluente para inseminação artificial.
Também é próprio para a conservação de órgãos destinados a transplante, como a córnea. A inovação tecnológica terá forte impacto econômico nas áreas de diluente para vacinação de aves, com redução de custo em torno de 80% nas granjas.
Para passar do laboratório ao balcão, da pesquisa para o mercado, foi criada a empresa ACP Biotecnologia, que está sendo incubada no Parque de Desenvolvimento Tecnológico de Fortaleza (PADETEC).
Laboratórios multinacionais e empresas da área de alimentação esportiva estão interessados no produto e podem patrocinar o desenvolvimento da pesquisa. No momento, conta apenas com financiamento da Fundação Cearense de Amparo à Pesquisa (FUNCAP) e apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
O histórico dos estudos que culminou com o processamento da água-de-coco em pó vem desde as décadas de 80 e 90. A primeira patente biológica brasileira foi registrada por um cearense, o cientista José Ferreira Nunes, catedrático de Veterinária na Uece, doutor em reprodução animal. Posteriormente, associaram-se os pesquisadores João Monteiro Gondim (médico) e Cristiane Clemente de Mello Salgueiro, veterinária (doutora em reprodução animal).
O processo de transformação do líquido em pó se dá por meio de nebulização com uso do equipamento spray dry, do Padetec, que conserva todas as características. No caso do coco, o processo é vital, pois a água perde facilmente suas propriedades logo que é retirada de seu “habitat”, hermeticamente fechada sob forte pressão atmosférica e sem qualquer incidência de luz.
O fechamento de contratos comerciais propiciará o processamento em escala industrial e com desdobramentos. Junto com a água-de-coco em pó, podem adicionar-se outras frutas tropicais, como maracujá, manga e acerola já em fase de experimentação.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Arquivo do blog