A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, novembro 03, 2014

VLADY OLIVER: ‘O discurso do ódio’



Por VLADY OLIVER na Veja.com

Recebi de um amigo numa rede social alguns vídeos em que ele mesmo registrou a manifestação de protesto ocorrida neste sábado na mais paulista das avenidas. Posso afirmar, pelo tamanho da coisa, que rivalizou em volume com as primeiras manifestações na mesma avenida, no início do processo de impeachment do ex-presiDIENTE Collor.

Nessa eu estava. Aliás, seu “duela a quem duela”, de triste lembrança, é um mote perigoso usado frequentemente pela Dilmona rombuda para enganar os trouxas com a promessa de que a “polícia dela” investigará os tais “malfeitos”. Conta outra. O fato é que a manifestação foi solenemente ignorada pelo telejornalismo, indecorosamente achincalhada pela imprensa a soldo da camorra e só apareceu mesmo nas redes sociais — sempre elas — o no espaço quinzemilhonesco de Reinaldo Azevedo, nosso bravo vizinho de teclas .

É claro que isso é notícia e das grandes. Nada tem de surpreendente, portanto, a “operação abafa” capitaneada por aquele jornalzinho cheio de moscas, que pleiteia um canal de televisão junto à camorra, em parceria com o bando de comunistazinhos pilantras e regados a uísque de procedência duvidosa aboletados em órgãos de imprensa de todo este rincão varonil. Eles não querem que o caldo entorne e percam a boquinha duramente conquistada pelo servilismo tacanho e barato .

Nunca tantos pesos e tantas medidas foram usados de forma tão pusilânime para entortar a ordem e negar o clima reinante. São os morangos podres estragando a caixa toda. Pois eu afirmo que essa gente toda TEM QUE SER VISTA. Se o jornalismo pilantra não quer divulgar a verdade sobre a legítima manifestação, a coisa anda muito mais feia do que vai parecendo. Os ânimos continuam exaltados. O discurso do ódio e da dissimulação deu lugar agora a um texto que ousa tripudiar do desejo de democracia de gente decente, indignada com o que está vendo.

E lá vamos nós de novo: onde está a oposição nesta hora? Descansando da disputa? Contando votos válidos na frente do TSE ? Este é o grande problema que vamos enfrentar daqui pra frente, meus caros. A campanha incendiou o país como um rastilho de pólvora que já vimos queimar no meio do ano passado. Com a diferença que, naquela época, ainda era difusa a percepção de quem eram os bandidos e quem eram os mocinhos neste faroeste de segunda classe.

Agora está claro. Cresce o apoio ao “limpeachment” desse governo que ganhou as eleições na ameaça e no grito. Cresce o número de pessoas indignadas com a resposta das urnas ao seus anseios. E a dona descansa da vigarice em que se meteu para se eleger. Um escárnio. Espero que essas manifestações cresçam até ser impossível escondê-las . Que as redes sociais que ajudaram a dona a disseminar o ódio ajudem agora o despertar dos decentes.

Nós somos muitos. Muito mais do que eles imaginam controlar. Eu não quero mais o PT no poder, seus controles sociais, sua censura, seus petrolões e sua gente rombuda de braço em riste desafiando nossa democracia. Vou bater meu bumbo até ver estes bandidos na cadeia. Nada menos que isso interessa à nossa democracia, meus caros. Paz e amor? JUSTIÇA PRIMEIRO !!!

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog