A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, abril 17, 2014

Brasileiros criam cabra clonada e transgênica


Objetivo é que leite do animal produza proteína usada para tratar doença genética rara

No final de março, nasceu Gluca, a primeira cabra clonada e transgênica da América Latina. Além do feito científico em si, a modificação genética tem como objetivo que Gluca produza em seu leite uma proteína chamada glucocerebrosidase, usada para o tratamento da doença de Gaucher.

Rara e de origem genética, a doença causa deficiência de uma enzima responsável pela digestão da gordura de células e tem grande custo para o governo. O valor de importação dos tratamentos é estimado em até R$ 250 milhões por ano.

"Nossa ideia era usar a glândula mamária da cabra como um biorreator para produzir proteínas", conta Luciana Bertolini, da Unifor (Universidade de Fortaleza) sobre o projeto, iniciado em 2011.

A escolha da equipe recaiu sobre caprinos (em vez de bovinos), explica Bertolini, pela gestação mais curta (cinco meses), a maior disponibilidade desses animais e o manejo fácil.
A lactação de Gluca poderá ser induzida em cerca de quatro meses. Os pesquisadores esperam agora que a glucocerebrosidase venha a ser expressada no leite.

Segundo a pesquisadora, os passos seguintes são o processo de purificação, que isola a proteína, os testes "in vitro", para verificar se a proteína produzida tem a atividade necessária e, por fim, testes clínicos, para verificar a eficácia no tratamento nos pacientes. "Ainda há um longo caminho pela frente", diz.

Uma outra cabra clonada e transgênica está em gestação e deve nascer dentro de três meses.

Se confirmadas as expectativas, a produção do rebanho de caprinos deve ser iniciada a partir do ano que vem.

O projeto foi conduzido em parceria com a empresa Quatro G Pesquisa e Desenvolvimento, de Porto Alegre.
 
PERCALÇOS
Para chegar a Gluca, no entanto, a equipe de pesquisadores teve vários obstáculos. "Trabalhar com clones é muito difícil, não existe um protocolo eficiente de clonagem, por exemplo. Ainda é um processo de tentativa e erro", explica a pesquisadora.

Bertolini conta que a equipe trabalhou com 500 embriões para conseguir o nascimento de Gluca. No processo, foram usadas 45 cabras receptoras como barrigas de aluguel.

Uma "irmã" de Gluca, proveniente da mesma gestação, morreu logo após o parto, devido a malformações congênitas.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog