A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, setembro 06, 2007

Emater-MG inaugura fábrica de doces e polpas de frutas, em Datas


O Projeto de Fruticultura Familiar para o Desenvolvimento Sustentável do Alto do Jequitinhonha concretiza mais uma etapa importante. Nesta quinta-feira, dia 06, às 14 horas, vai ser oficialmente inaugurada a fábrica de polpas e doces de frutas da Associação dos Produtores de Fruta do Alto do Jequitinhonha (Frutivale), em Datas, no Vale do Jequitinhonha.
A Frutivale é uma parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), prefeitura municipal de Datas, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), PUC Serro e Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.
O Projeto de Fruticultura, que tem o objetivo de garantir assistência aos agricultores familiares da região, auxiliar e valorizar a produção, por meio de iniciativas de melhoria para toda a cadeia produtiva, de acordo com o gerente regional da Emater-MG de Diamantina, Geraldo Durães, foi elaborado em 2003 e começou a ser colocado em prática no ano passado, com a criação do viveiro de mudas de frutas. "Cerca de 600 produtores são beneficiados pelo Projeto. O viveiro foi o primeiro passo concretizado", explica Durães, que acrescenta: "o viveiro oferece aos agricultores 16 variedades de espécies, e a produção de mudas é superior a 100 mil".
A Frutivale, conforme o gerente da Emater-MG, já funciona desde abril e tem o objetivo de agregar valor as frutas produzidas pelos agricultores associados de 13 municípios da região, que formam a Associação dos Produtores de Frutas do Alto do Jequitinhonha. A agroindústria é financiada pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e está localizada em um espaço cedido pela Prefeitura de Datas. "Na fábrica, o produtor familiar tem a oportunidade de vender as frutas in natura com preço de mercado, e os lucros com a venda das polpas e doces são repassados a eles", esclarece Durães.
O técnico da Emater-MG de Datas, Ewerton Giovanni dos Santos, conta que a produção mensal da agroindústria, atualmente, é de aproximadamente seis toneladas, mas a expectativa é que este número dobre. "Esperamos que a produção chegue a 12 ou 15 toneladas por mês", informa o técnico.
A Frutivale também tem conseguido colocar a produção dentro das normas e padrões para comercialização, com embalagem apropriada, lote e datas de validade. De acordo com Ewerton dos Santos, antes toda a produção da fábrica era vendida para a Conab, que a distribuía para as escolas e asilos. "Aos poucos a fábrica tem avançado no atendimento ao mercado local", complementa o técnico da Emater-MG.
De acordo com Geraldo Durães, o próximo passo do Projeto de Fruticultura é a implantação de um mercado de insumos para os agricultores, de forma que eles possam adquirí-los à preço de custo.

Produção em alta
A fruta destaque da região é o morango. Além do mercado local é comercializada em outras cidades de Minas Gerais e na Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. O recente cultivo da fruta na região, apenas três anos, o clima ameno e a altitude de 1.300 metros, contribuem para que a plantação esteja menos propensa a pragas, o que permite a redução do uso de agrotóxicos e garante mais qualidade ao fruto. "O morango está no auge da colheita, a produção chega a 60 toneladas por hectare", lembra Ewerton dos Santos.


Assessoria de Comunicação da Emater-MG
Gerente de Comunicação – Giordanna Meirelles
Estagiária de Jornalismo – Ana Luiza de Oliveira

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog