A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, setembro 06, 2007

Parceria entre Unesp e Ministério da Agricultura vai reativar atividades de engenharia agrícola na Fazenda Ipanema

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf), instituição ligada à Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, campus de Botucatu, firmaram um termo de cooperação para a retomada das atividades de engenharia agrícola na Fazenda Ipanema, localizada no município de Iperó/SP.
Vigente a partir de sua publicação, em 30 de agosto de 2007, a cooperação vai permitir a realização de atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento de novas técnicas e equipamentos para os setores agropecuário, florestal e aeroagrícola, utilizando a estrutura da Fazenda.
A área também deve receber atividades de extensão organizadas pela FCA, tais como cursos e atividades de formação, treinamento e reciclagem nos diversos segmentos ligados aos setores agropecuário, florestal e aeroagrícola, além de ensaios de performance e certificação de equipamentos e tecnologias.
Até 1990, a Fazenda abrigava o Centro Nacional de Engenharia Agrícola (Cenea), órgão do Governo Federal responsável pelos principais ensaios de máquinas e desenvolvimento de tecnologias ligadas à engenharia agrícola. No início do governo Collor, o Cenea foi extinto e o todo seu acervo tecnológico, incluindo equipamentos e áreas de ensaio, foi desativado.
A proposta para a gestão da Fazenda foi feita através do Núcleo de Tecnologia Aeroagrícola da FCA, que mantém parcerias com várias instituições como a Prefeitura Municipal de Botucatu, a Fepaf, empresas do setor e, desde dezembro de 2004, o Ministério da Agricultura, para o desenvolvimento de pesquisas e a realização de eventos envolvendo aviação agrícola.
Com relação à gestão da Fazenda Ipanema, o convênio com o Ministério foi ampliado e envolverá todas as atividades relacionadas ao setor de Engenharia Agrícola. “A parceria engloba, além da aviação, toda a parte de mecanização e irrigação, armazenamento de grãos, ou seja, todas as interfaces da Engenharia com a Agricultura”, explica Ulisses Rocha Antuniassi, professor do Departamento de Engenharia Rural da FCA e coordenador do convênio. “Toda estrutura da Fazenda Ipanema ficará a disposição das pesquisas da Faculdade. Vamos aproveitar a ótima base que já existe lá e investir em melhorias”. O termo de cooperação tem validade por quatro anos e pode ser prorrogado.

Início do trabalho
A primeira atividade realizada na Fazenda após o convênio diz respeito a ensaios para a certificação de tratores e deve começar imediatamente. Trata-se de um trabalho desenvolvido pela FCA, em parceira com os fabricantes de tratores, que agora será ampliado devido às ótimas condições que a Fazenda Ipanema oferece.
Na segunda semana de setembro, a primeira turma da Pós-graduação em Energia na Agricultura, da FCA, visitará a fazenda. “Temos uma disciplina chamada “Ensaios de Máquinas Agrícolas”, que agora vai incluir a Fazenda Ipanema nas aulas, por conta da estrutura de ensaio que existe lá”, afirma o professor Ulisses. “Em nível de graduação, realizaremos estágios e projetos de iniciação científica e em nível de pós-graduação, dissertações e teses. A Fazenda passa a ser mais uma área de ensino, pesquisa, extensão e desenvolvimento tecnológico da Unesp”.
Para o professor Leonardo Theodoro Büll, diretor da FCA, além da competência da área de Engenharia Agrícola da Faculdade, a capacidade de articulação da Fepaf foi fundamental para a efetivação da parceria. “Conseguimos unir a universidade, o setor produtivo, o poder público municipal e federal, mostrando que é possível conjugar os interesses de cada um, levando a um objetivo comum, que é o desenvolvimento tecnológico. Esse trabalho veio sendo desenvolvido ao longo dos anos. Já havia uma história da aviação agrícola, da engenharia agrícola e da agricultura de precisão dentro da FCA. O convênio é uma extensão desse trabalho”.

Fazenda Ipanema
A Ipanema é uma fazenda histórica, onde foi implantada a primeira fundição do Brasil, no tempo do império. O Cenea foi implementado na década de 1940 e até o final da década de 1980 foi o principal pólo gerador de tecnologia para a agricultura no Brasil. O avião agrícola Ipanema tem esse nome por causa da Fazenda, local onde funcionava o único curso para pilotos agrícolas na época do seu lançamento.
Ainda há muita instrumentação, pista de ensaios e prédios equipados com material de grande valia científica e tecnológica. “Uma das grandes riquezas é o acervo que ela tem de equipamentos e informação. Tudo o que foi feito de ensaios de máquinas e equipamentos desde os anos 40 até agora está lá preservado”, informa o professor Ulisses. “Esse acervo passa para nossa gestão, então há um ganho tecnológico muito grande para a Universidade”.
Como a FCA tem um curso de Pós-graduação em Energia na Agricultura, existe a perspectiva de que pesquisas sobre a utilização de biocombustíveis também sejam desenvolvidas utilizando a estrutura da Fazenda Ipanema.

Em Botucatu
Indiretamente, espera-se que a colaboração favoreça também o município de Botucatu. Parceira constante da Universidade, a Prefeitura Municipal, participou da realização dos diversos eventos aeroagrícolas que a cidade sediou nos últimos anos e atuou politicamente para ajudar a viabilizar a cooperação com o Ministério da Agricultura.
Edinho Baptistão, secretário municipal da Indústria e do Comércio, afirma que as ações da Prefeitura buscam tornar Botucatu um pólo aeronáutico. “A cidade ganha muito com isso. Nós temos uma fábrica de aviões agrícolas, a Universidade desenvolvendo pesquisas, a Fepaf ajudando a administrar e desenvolver o setor, além do Núcleo de Tecnologia Agrícola. A chegada da Fazenda Ipanema a esse rol de atividades fortalece os envolvidos e mostra que estamos no rumo certo”.



FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS – UNESP/BOTUCATU
FUNDAÇÃO DE ESTUDOS E PESQUISAS AGRÍCOLAS E FLORESTAIS (FEPAF)
FONES: 3814-7568 / 3811-7127/ 3882 -7373
www.fca.unesp.br

Nenhum comentário:

Arquivo do blog