A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, outubro 26, 2004

Couro como matéria-prima precisa de fiscalização

O Brasil é o país com o maior rebanho bovino comercial. A industria de couro e peles vem crescendo ano a ano. Com isso, órgãos responsáveis como a Embrapa trabalham para que aja mão-de-obra especializada para o manejo correto do couro no campo e na indústria.
Há uma enorme diversidade de produtos que utilizam o couro como matéria-prima, dentre eles a gelatina. Apesar de ainda ocupar uma fatia pequena do cenário do couro, a gelatina é bastante utilizada pelas indústrias de alimentos, farmacêuticas e de cosméticos e, justamente por estar diretamente ligada a produtos relacionados com a saúde, o controle de qualidade tem que ser bastante rigoroso.
A cadeia produtiva do couro se inicia com o produtor, e é justamente dentro das propriedades, onde encontram-se as maiores distorções. Então, não adianta trabalhar com a melhoria da qualidade do couro dentro do curtume, sem trabalhar a sua procedência. Por isso, os frigoríficos e os curtumes tornam-se fundamentais dentro do processo de produção. A retirada da pele do animal é o início de tudo e provavelmente a fase mais importante.

Inspeção é a palavra chave
Tanto a legislação brasileira quanto as internacionais, dos grandes mercados consumidores, demandam um modelo de rastreabilidade para as matérias-primas. E é de extrema importância que o couro saia com os devidos certificados sanitários, para que satisfaçam os requerimentos de mercado. Por ser intermediário da relação entre o frigorífico e a indústria de gelatina, o curtume deve estar relacionado no Serviço de Inspeção Federal, de acordo com a Instrução Normativa nº 2, de 21/01/2000.
Para que haja eficácia e desenvolvimento de mercado é necessário conscientização, principalmente nas questões de inspeção e de rastreabilidade. A qualificação da mão-de-obra, dos frigoríficos, dos curtumes e das indústrias, no sentido de oferecer qualidade em seus serviços, asseguram a melhoria contínua e a competitividade, além do crescimento do cenário industrial do país no mercado interno e externo .


Mais informações - S.P.R.I.M. Box Brasil
Juliana Moraes / Daniela do Valle/ Juliana Bichara/ Rachel Catão
(21) 3139-9105 / 3139-9101/3139-9107

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog