A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, abril 10, 2015

Manifestacão dia 12 de abril - A indignação brasileira




A privação de direito a um conhecimento de história factual como arcabouço de cultura e a ideologização também do ensino de língua portuguesa com relativizações de sua estrutra basilar impedem a sociedade brasileira de conseguir se posicionar racionalmente por expressão oral ou escrita contra o que está errado; a situação atual é tão pertubadora, que mesmo sem os próprios indivíduos saberem fundamentar perfeitamente suas aspiraçöes ou entenderem o que está certo ou está errado, mesmo em tal conjuntura, há manifestações por todas regiões do país contra tudo que pela intuição, pelo sentimento e pela razão (seja ela clara ou não) está errado e deve ser mudado na pátria amada Brasil.

Ao mesmo tempo, tal constatação é consequência de um processo de destruição cultural contra um suposto fantasma criado sob um conceito indeterminado e vazio chamado pelos seus detratores ”críticos” de ”conservadorismo da sociedade, da direita, das elites burguesas”. A Semana de Arte Moderna da década de 1920, que já surgiu contraditória pela origem e as crenças de seus próprios membros idealizadores, é um exemplo dessa ”crítica” já que se implantou, de certa forma, através dela no Brasil, a mentalidade de que: o que é velho é ruim e não presta !

No entanto, os recorrentes superávits ”negativos” do partido dos trabalhadores - estes a cada dia mais desempregados - terminaram mostrando que o fantasma dos ”conservadorismos” para algumas pessoas passaram a ser um espírito de luz, um anjo ou uma manifestação do espírito santo, que veio revelar a engenharia social que o Brasil foi submetido e que ainda há tempo de eliminar, antes que seja tarde demais.....

O maquiavelismo das Esquerdas do Brasil foi tão grande que conseguiu subverter o senso lógico e a percepção de realidade dos seres humanos brasileiros em sua maior parte. Assim, assistiu-se a um escândalo do mensalão, inocentou-se preventivamente um presidente da república; em seguida, viveu-se um período de demagogia internacional e nacional com distriibuição de renda de bolsas de programas sociais e de propinas criminosas - que estabilizaram a era Lula e o início da era Dilma- e agora, encontra-se o Brasil num período de prestação de contas – o dinheiro acabou - em que se elege um Liberal para Missão Impossível de organizar o orçamento do governo.

Isso só após o Holocausto cometido em forma de Crime contra a Administração Pública, cujo Código Penal Brasileiro não confere o critério de crime hediondo por mais que seja um Crime de Lesa a Pátria como o foi, um marco na História da Corrupção no Mundo – verdadeira tragédia brasileira, que os ingleses viram e gargalharam.

O momento de indignaçäo contido no panfleto de Indignez-vous de Stéphane Hessel publicado na França, e que explicou a Primavera Árabe no início de 2011, chegou ao Brasil. As pessoas vão lotar as ruas em 12 de abril no país todo para mostrar a indignação contra o governo e contra, na verdade, o que vem sendo feito com os brasileiros desde quando se resolveu transformar uma ”utopia concreta” em forma de governo, estado e leis.

Na verdade, isso só pauperiza a economia, vilipendia as instituições estatais e ideologiza o Direito assim como faz parte de um longo processo idealizado por Antônio Gramsci de desconscientizar o indivíduo para que ele obedeça aos mandamentos de uma engenharia social sem se dar conta do que está fazendo.

Portanto, está certo que o povo brasileiro quer que o dinheiro de seus impostos seja em benefício da própria sociedade; quer, contudo, pagar menos impostos, quer transparência das instituições estatais bem como está indignado com imposições em relação ao seu modo de ser e agir perante o imposto pelas novelas/movimentos sociais/membros e simpatizantes deste secto numa ditadura do politicamente correto denunciada por Luís Felipe Pondé, por fim, está indignado com as condições de segurança e clama por justiça real !

Não se quer essa autointitulada ”justiça social” que injustiça a cada ano vítimas com mais roubos, mais estupros e mais assassinatos com instituições como STF, CNJ e OAB apenas defendendo a tutela de criminosos e chancelando decisões que extinguem pena de Traidores da Pátria do Brasil, gente que enriqueceu às expensas de uma pilha de ossos enterrados nos cemitérios. Assassinados por homicídios que, inclusive, matam até membro do seu próprio partido – um susto que virou tortura e assassinato - um crime tão irreal que hediondo se torna uma palavra fraca para transmitir o senso de abominabilidade da conduta, pois jaz além de um corpo, uma reputação como descreverá Romeu Tuma Júnior em seu livro Assassinato de Reputações.

Como diria Olavo de Carvalho: seja direto porra ! Dia 12 de abril é o dia para pedir a punição do PT pelos seus crimes contra a pátria, chega de farsa ! Não é possível sustentar erro após erro, teatro após teatro e tudo terminar em pizza. Está na hora de separar o certo do errado, fazer o impeachment ou cassar a candidatura, extinguir o PT, condenar os criminosos e começar um processo de obliterar a corrupção no Brasil!

É preciso separar o certo do errado, mesmo que intuitivamente porque o mal estar dentro da civilização brasileira é a materialização da utopia num pesadelo de realidade, de um fato, de uma constatação tão absoluta quanto a vida e a morte.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog