A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, março 27, 2015

BLOG DO CORONEL: 12 de abril e o papel da Oposição




Faltam 16 dias para o mega protesto de 12 de abril. Para ser mega, deverá superar o número de pessoas e o número de cidades . Não será tarefa fácil. Aí é que entra a Oposição. Se estrategicamente o apoio não deve ser formal - nem os organizadores querem isso - , pode ser indireto. Deve. Via diretórios regionais. Juventudes de partido. Mulheres. Não é crime pagar caminhão de som, ônibus e fazer faixas, folhetos e visitar emissoras de rádio e jornais de interior. A Oposição - leia-se principalmente PSDB, DEM e SDD - deve liberar os diretórios para trabalharem a favor do sucesso da manifestação. Sem posição nacional e oficial. Se ficar em cima do muro é uma marca tucana, ela continua sendo a mais sensata para não dar discurso de golpe para o partido do Petrolão. O protesto do dia 12 de abril precisa ser maior e não tem a obrigação de ser homogêneo. Aposentados com proventos roubados. Pacientes de câncer sem medicamentos no SUS. Universitários sem FIES. Unificar a pauta? Por quê? O que não é problema no Brasil da Dilma? Não tem nada funcionando. Está tudo parado. Que a pauta seja longa nas faixas, cartazes e camisetas. E que a permanência da mentirosa, enganadora, estelionatária seja a mais breve possível. Com uma mãozinha mais efetiva da Oposição.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog