A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

Ossami Sakamori: A faxina do Brasil teria que começar pelo impeachment da Dilma





Presidente Dilma, segundo imprensa, resolveu demitir a Maria da Graça Foster da presidência da Petrobras. O mercado reagiu bem. As ações da Petrobras subiram acentuadamente, hoje. Particularmente, não vejo justificativa para tanta euforia, pois, os problemas da Companhia continuam os mesmos.


Graça Foster paga sozinha erros cometidos com esquema de ladroagem que vigorou nos 12 anos do governo petista. A Petrobras foi o antro de corrupção e de ladroagem nunca dantes vista na história da Companhia. A facção criminosa que tomou conta do País, comandada pelos presidentes Lula e Dilma sugaram e sucatearam a Companhia que já foi orgulho de todos os brasileiros. 


O esquema da facção criminosa vem funcionando desde o primeiro mandato do Lula. Há evidente cadeia de responsabilidade e cumplicidade envolvendo os nomes do presidente Lula e presidente Dilma. A parte operacional da facção criminosa na Petrobras, coube aos seus presidentes Sérgio Gabrielli e Graça Foster.


O esquema de ladroagem estava escondido nos 11 anos de mandato dos presidentes Lula e Dilma. O esquema de ladroagem só veio ao público com a deflagração da Operação Lava Jato da Polícia Federal e transformado em inquéritos judiciais sob o comando do juiz Sérgio Moro da Justiça Federal de Curitiba. Se não fosse a independência de atuação da Polícia Federal e da Justiça Federal, as ladroagens continuaria escondido na gigantesca estrutura da Petrobras.


É claro que um esquema que desviou mais de R$ 10 bilhões e que abasteceu partidos de sustentação dos governos Lula e Dilma, os partidos PT, PMDB e PP, não poderia ter existido sem a participação direta dos presidentes Lula e Dilma. O presidente Sérgio Gabrielli da Petrobras foi homem de confiança do presidente Lula, assim como a Graça Foster foi pessoa de confiança da Dilma. Ambos foram cabeça chave do esquema de ladroagem dos governos petistas nos 11 anos passados.


Com recusa da chancela do balanço trimestral da Petrobras pela auditoria externa é que foi revelado mais um problema adicional, a superavaliação dos ativos da Companhia em valores estratosféricos de R$ 61,4 bilhões líquidos, que não foram baixados dos ativos da Petrobras. Somado ao prejuízo mencionado, a necessária baixa de R$ 110,6 bilhões dos ativos referente ao campo de Tupi, deverá ser contabilizado como prejuízo contábil a ser acrescido em 31 de dezembro de 2014. 

Com o aumento de combustíveis em novembro e o preço internacional do petróleo ter baixado em cerca de 40% a Petrobras mantém o preço dos combustíveis em nível de refinaria para cobrir os rombos já citados e o prejuízo decorrentes da ladroagem da companhia pelos partidos de apoio da presidente Dilma. O último aumento foi decorrente à nova taxação de PIS/COFINS, preservou a margem de lucro da Petrobras para cobrir os rombos da incompetência e da ladroagem. 

O fato é que o sistema Petrobras, com Graça Foster ou sem Graça Foster, tem exposição de riscos em cerca de R$ 700 bilhões. A solução para a Petrobras e para o Brasil seria fazer a faxina na administração não só da Petrobras mas também do governo federal, cortando o mal pela raiz. 


Segundo notícias, Joaquim Levy saiu com missão de recrutar um nome para presidente da Companhia que agrade ao mercado, para não precipitar a quebra da Petrobras. O sistema Petrobras está bichado! Não tem quem conserte a Companhia no curto prazo. Há muitos esqueletos ainda para serem revelados. O risco do sistema Petrobras é de R$ 700 bilhões, como foi demonstrado na matéria anterior.

A solução para a Petrobras e para o Brasil seria fazer a faxina na administração do governo da União Federal, cortando o mal pela raiz. Teria que começar não pela demissão da Graça Foster, mas sobretudo pelo impeachment da presidente Dilma, baseado na gestão temerária sobre o futuro do próprio Brasil. 

A faxina do Brasil teria que começar pelo impeachment da presidente Dilma.


Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog