A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, novembro 18, 2014

UCHO HADDAD: Dólar chega a R$ 2,60 e joga mais uma pá de cal sobre a desastrada política econômica do governo



Hora macabra – Dilma Rousseff, a presidente reeleita, disse durante a campanha eleitoral que a economia brasileira em breve retomaria o caminho do crescimento, deixando para trás a crise que só existe no pensamento dos pessimistas. Como sempre destaca o UCHO.INFO, Dilma tem o direito constitucional de externar livremente o seu pensamento, mas não pode mentir de forma acintosa e esperar que a sociedade acredite na palavras de alguém que sofre de irreversível mitomania.

Entre o que diz a presidente e o que mostram os números da economia há uma enorme distância, mas o site recomenda aos leitores que fiquem com a segundo opção, já que desde o inicio do governo, em janeiro de 2011, Dilma adotou mais de duas dúzias de estímulos econômicos, sem conseguir emplacar ao menos um. Fora isso, as previsões das economistas apontam na direção de tempos difíceis, enquanto os palacianos insistem em afirmar que o Brasil é a versão tropical do País de Alice, aquele das maravilhas.

Um dos grandes vilões da crise econômica é a inflação, que na seara oficial há muito não descola do teto (6,5% ao ano) do plano de metas estabelecido pelo governo federal. Nesta segunda-feira (17), depois dos efeitos da Operação Juízo Final, que viabilizou a sétima etapa da Operação Lava-Jato, e no rastro das incertezas sobre a equipe econômica do próximo governo, a moeda norte-americana encerrou os negócios com alta de 0,31%, cotada a R$ 2,602. Trata-se da maior cotação desde 18 de abril de 2005. Na abertura dos negócios, o dólar chegou a ser vendido a R$ 2,61.

Até recentemente, quando ainda conseguia enganar a parcela incauta da opinião pública acerca da economia nacional, o governo petista de Dilma Rousseff usava a baixa cotação do dólar como arma para manter a inflação oficial sob controle. Agora, com o dólar acima dos R$ 2,60 a estratégia desastrada da atual equipe econômica foi pelo ralo, apesar das muitas intervenções do Banco Central no mercado de câmbio, em especial para rolar contratos de swap cambial que vence nas próximas semanas. Ou seja, o mercado financeiro está apostando contra o governo do PT.

Em dezembro de 2008, quando o então presidente Lula ocupou os meios de comunicação para pedir aos brasileiros desavisados que mergulhassem no universo do consumo para minimizar os efeitos da crise global, chamada de “marolinha”, oUCHO.INFO alertou para o perigo da decisão do governo. Dentre os muitos pontos que destacamos para embasar a crítica, a geração repentina de demanda sem a devida oferta planejada colocaria a inflação sobre o fio da navalha.

Os palacianos, soberbos como sempre, se limitaram a dizer que torcíamos contra o Brasil, como se eles próprios não soubessem que a nossa torcida sempre é a favor da nação e dos seus cidadãos. Como esperado, a inflação voltou com força extra, a ponto de exigir esforço demasiado por parte do governo para não sair do controle. O dólar baixo serviu para viabilizar as importações e atender à demanda. Ao governo interessava apenas e tão somente pegar carona na demanda reprimida, fazendo com que Lula fosse visto mais uma vez como o salvador da pátria, o governante que se preocupou com os pobres.

O tempo avançou e a dura realidade passou a dominar a cena. Se por um lado a inflação oficial está sempre encostada no teto da meta, a inflação real, aquela que os brasileiros encontram no cotidiano, há muito deixou para trás o patamar de 20% ao ano. Quem vai ao supermercado, por exemplo, sabe que isso é verdade. O mesmo acontece com contas de energia e o transporte público.

De carona na genialidade dos integrantes de um governo incompetente e corrupto, trabalhador brasileiro voltou a conviver com um cenário assustador: o salário acaba e o mês, teimoso que é, continua até o fim. É preciso saber até quando o Palácio do Planalto conseguira sustentar tantas mentiras sobre a economia. Enquanto isso, Dilma faz suspense sobre quem será o próximo ministro da Fazenda. Alguns foram convidados para o cargo, mas diante da espinhosa missão recusaram de chofre o convite.

Fonte: Ucho.info

Nenhum comentário:

Arquivo do blog