A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, setembro 17, 2014

OSSAMI SAKAMORI: Aécio sobe, Dilma e Marina descem!



Pesquisa do IBOPE realizada entre dias 13 a 15 de setembro, aponta a queda das candidatas Dilma Rousseff e Marina Silva. Ascensão da intenção de voto para Aécio Neves está visível comparado com o índice de queda das duas candidatas mais cotadas.


Sou eleitor desde 1962. Acompanho de perto as eleições presidenciais desde o pleito que levou Jânio Quadros à presidência da República. Acompanhei de perto as homologações pelo Congresso Nacional as eleições de todos os presidentes militares. Acompanhei a eleição indireta do Tancredo Neves e seu vice José Sarney. 


Acompanho como ex-militante político, as eleições do meu estado e do estado de São Paulo. Acompanho e analiso os resultados, para poder entender o "movimento das massas". Concluo que a política é, justamente, o contrário da minha formação de engenheiro civil. No entanto, a minha curiosidade e militância me dá condição de emitir opinião sobre os pleitos, ainda que como leigo.


A política é como vento. E como vento vai mudando de direção e intensidade conforme o "movimento de massas". É um "estado" coletivo. É como movimento de migração dos "gnus". Não se sabe o que motiva o início da migração. Apenas, no caso do "gnus" que a migração acontece naturalmente, ao sabor da "percepção" coletiva da manada.


A ascensão repentina da Marina Silva, aconteceu com a morte trágica do seu titular o Eduardo Campos. O País entrou em estado de choque. Apareceu a Marina e nela, o povo descarregou a sua solidariedade e indignação. Mas isto tudo passa. Os ventos da política mudam a cada dia. A Marina Silva, nua é irmã de sangue da Dilma. 




A Dilma carrega a estigma do "petrolão". Dilma já não soube explicar adequadamente o episódio da compra superfaturada da refinaria Pasadena. Agora, vem a operação Lava Jato, revelar o recebimento de "propinas" pelos nomes importantes do seu base de apoio. O "petrolão" é mais do que um mensalão, mas base de enriquecimento ilícito dos mais próximos colaboradores da sua equipe e da equipe do seu antecessor Lula.


Marina Silva se apresentou como representante da "nova política" combatendo a "velha política". Esqueceu-se a Marina Silva de que fez 24 anos de militância no PT, ocupando cargo importante no governo PT, como ministra do Meio Ambiente do governo Lula. A repaginação não deu certo. A mentira tem pernas curtas. O povo já descobriu que Marina Silva é cópia xerográfica da Dilma Rousseff. Por isso, a queda de intensão de votos para com ela.


No outro lado, se apresenta o candidato Aécio Neves que não promete nada de "mágica". Aécio, apenas, promete o que é viável. Apresentou aos eleitores, o seu formulador da política econômica, o Armínio Fraga com vasto conhecimento e credibilidade no mercado financeiro. Aécio Neves assumiu a postura de um candidato à presidência. Aécio Neves, não se apresentou como "salvador da pátria".


O povo parece despertar sobre a realidade. O povo está a mudar a direção e o sentido do vento do cenário político nacional. O povo já descobriu que o vento mudou a favor do candidato Aécio Neves. E isto pode virar tufão da virada.


A pesquisa IBOPE realizado entre os dias 13 e 15 de setembro aponta a queda de 3% da candidata Dilma Yousseff e queda de 1% da candidata Marina Silva. O nosso candidato Aécio Neves cresceu 4% em relação à pesquisa anterior do mesmo Instituto. Aécio está com 19% de intenção de voto. O que vale, neste momento, ainda faltando 19 dias para eleições, é o crescimento vertiginoso do Aécio Neves. 




Enfim, a primavera está cegando!


Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog