A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sábado, agosto 23, 2014

BLOG DO CORONEL: O que foi aquilo no Jornal Nacional?




Dilma Rousseff proporcionou ao país momentos vergonhosos na sua entrevista ao Jornal Nacional. Não respondeu a nenhuma pergunta, escolhendo a técnica de gastar o tempo com respostas longas, o que criou vários momentos de tensão com Willian Bonner. O ponto alto foi quando esquivou-se de responder o que acha sobre o fato de seu partido, o PT, tratar ex-integrantes da elite da legenda como heróis, numa referência ao julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal que levou à prisão ex-dirigentes da sigla, como o ex-ministro José Dirceu.

“Sou presidente da República. Não faço observação sobre julgamento feito pelo Tribunal”, disse. Pressionada pelos apresentadores do telejornal, William Bonner e Patrícia Poeta, Dilma continuou a responder à sua maneira. “Não vou tomar posição que me coloque em confronto. Aceitando ou não, eu respeito a Corte brasileira”, afirmou. Ou seja: não respondeu sobre o tratamento de heróis que o PT dá aos bandidos mensaleiros. Sobre corrupção, ainda, mentiu que o PT criou a Controladoria Geral da União (CGU), que foi criada em 2001.

Inquirida sobre por que o seu partido não resolveu o problema da Saúde em 12 anos, desandou a falar sobre o Mais Médicos. No final, Patrícia Poeta afirmou por ela que ela, então, aceitava que a Saúde era mesmo um problema no país. Sobre economia, falou coisas que ninguém entende, criando expressões que não existem na teoria econômica. Finalmente, estourou o tempo da entrevista, tendo que ser calada pelos apresentadores. Literalmente.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog