A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sábado, agosto 23, 2014

BLOG DO CORONEL: Aécio sai em defesa do Agro contra a volta da velha ameaça chamada Marina




Na véspera da indicação de Marina Silva para disputar a Presidência da República pelo PSB, o candidato do PSDB, Aécio Neves, visitou nesta terça-feira (19) os Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, duas das principais regiões produtoras do país, e acenou com promessas para o agronegócio. 

O setor tem grandes restrições à ex-ministra, a quem atribui uma atitude intransigente na defesa de questões ambientais, que poderia prejudicar o desenvolvimento da atividade agroindustrial. Marina deverá ser oficializada nesta quarta (20) como candidata do PSB, substituindo o ex-governador Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na semana passada. 

Na manhã desta terça, durante entrevista em Dourados (MS), Aécio prometeu agir "em parceria" com os produtores rurais. "Quero aqui hoje, em Dourados, reiterar o meu compromisso em fazer um governo parceiro do agronegócio", disse o tucano, segundo transcrição divulgada pela campanha tucana. "O Brasil hoje deve ao esforço dos homens do campo, na agricultura e na pecuária, o crescimento que vem tendo." 

Afirmando estar em uma região "emblemática para nós", Aécio voltou a prometer a criação de um "superministério da agricultura" para definir investimentos em logística e infraestrutura para o setor e com poder para negociar com o Ministério da Fazenda na formulação do Orçamento. Ele disse que a pasta será ocupada por "pessoas representativas" da área e não será objeto de loteamento político. 

"Ou compreendemos de forma definitiva que o agronegócio é a principal alavanca para o desenvolvimento econômico, mas também social do país, ou vamos estar daqui a pouco, infelizmente, nos confrontando com o crescimento negativo da nossa economia", declarou o candidato. 

Citando números, o tucano evitou associar a expansão da atividade agrícola ao aumento do desmatamento. Afirmou que, desde a década de 90, a área plantada aumentou cerca de 40% no país e que a produção subiu em torno de 220%. "Isso é uma constatação clara de que o agronegócio brasileiro é produtivo, tem responsabilidade ambiental", concluiu. 

No início da tarde, ao desembarcar em Cuiabá (MT), Aécio citou novamente o "superministério" e prometeu investimentos para o escoamento da produção do Estado. Prometeu concluir as obras da BR-163, rodovia importante para o transporte de soja e alvo de oposição de Marina durante sua gestão no Ministério do Meio Ambiente. Disse ainda que irá privilegiar hidrovias e ferrovias que, segundo ele, foram "abandonadas" pelo atual governo.(Folha Poder)

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog