A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, abril 24, 2014

UCHO.INFO: Marco Civil da Internet é o novo cavalo de Troia do governo do PT e culminará com a censura

Dita brandaAprovado sob pressão no Senado Federal, o Marco Civil da Internet é um cavalo de Troia criado pelo desgoverno do PT, que continua em seu projeto que busca o controle da imprensa, mas que agora interferirá na geração de conteúdo para a rede mundial de computadores, colocando em risco a garantia constitucional da livre manifestação do pensamento.

Ao mesmo tempo em que traz alguns detalhes importantes para a neutralidade da rede, o Marco Civil da Internet esconde uma série de armadilhas que servirá para calar os que ousarem opinar contra os atuais ocupantes do poder central, que avançam na empreitada de transformar o Brasil em uma versão agigantada da Venezuela, onde a liberdade de expressão simplesmente inexiste.

Ninho de corrupção e usina de desmandos, o governo federal busca uma forma de calar os que a ele se opõe. Para isso, usará todas as armadilhas que foram enxertadas no projeto do Marco Civil da Internet, aprovado sob elogios mentirosos de falsos democratas.

O pior nessa ópera bufa, que custará muito caro ao povo brasileiro, foi o discurso do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), que após a aprovação da matéria falou sobre o momento considerado histórico. Que Eduardo Braga tem comportamento pífio como político todos os amazonenses sabem, mas a sua essência galhofeira foi uma grande novidade ao País. Braga disse que a votação do PLC 21/2014, que trata do Marco Civil da Internet, ocorreu de forma democrática.

Uma mentira sem tamanho, pois é sabido que o Palácio do Planalto acionou o rolo compressor para fazer a vontade da truculenta Dilma Rousseff, que no IV Fórum da Internet era de apresentar um troféu aos participantes, como se o seu governo fosse um exemplo de excelência.

Fora isso, não se pode ignorar a atuação do PMDB nos últimos dias, que garantiu ao projeto uma blindagem contra eventuais manifestações contrárias dos partidos de oposição. Isso justifica a reunião que Dilma teve, no último dia 11 de abril, com os senadores Renan Calheiros, Eunício Oliveira, Eduardo Braga, Romero Juca e Vital do Rêgo. Foi nesse encontro que a aprovação do Marco Civil foi acertada, obviamente que com a devida contrapartida por parte do governo, até porque nenhum parlamentar se elege para defender os interesses da nação e dos brasileiros, mas, sim, apenas os próprios.

Fonte: Ucho.info

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog