A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, janeiro 23, 2018

FMVZ/Unesp é contemplada com 32 bolsas de residência


Resultado de edital dos Ministérios da Saúde e da Educação.
 
O ano de 2018 começou com uma excelente notícia para a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp, câmpus de Botucatu. O Programa de Residência em Área Profissional da Saúde em Medicina Veterinária da unidade foi contemplado com 32 novas bolsas, por meio da aprovação no edital nº11, lançado em novembro do ano passado de maneira conjunta pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Educação.

O resultado do edital, publicado na edição de 23 de janeiro de 2018 do Diário Oficial da União, deve ter um impacto significativo no atendimento realizado pelo Hospital Veterinário da FMVZ e em todas as atividades de ensino e extensão vinculadas ao curso de graduação em Medicina Veterinária da unidade.

Criado em 2013, o Programa de Residência em Área Profissional da Saúde em Medicina Veterinária da FMVZ conta atualmente com seis bolsas. Como a residência tem duração de dois anos e as bolsas são conferidas anualmente, o Programa tem hoje 12 residentes atuando. Com as novas 32 vagas, a FMVZ chegará a ter 76 residentes bolsistas atuando.

O processo seletivo para o preenchimento dessas vagas deverá ter inscrições abertas nas próximas semanas. A previsão é que os novos residentes iniciem suas atividades já no mês de março. “Além da ampliação da quantidade de médicos veterinários residentes trabalhando na rotina do Hospital Veterinário, a concessão dessas bolsas significa um salto substancial para que o Programa de Residência da FMVZ seja procurado pelos melhores alunos do país, que terão uma remuneração equivalente à oferecida pelas instituições federais e receberão uma certificação federal do Ministério da Educação e do Ministério de Saúde”, explica o professor Celso Antonio Rodrigues, diretor da FMVZ. “A Coordenação do Programa de Residência, na pessoa do professor José Paes de Oliveira Filho foi fundamental na elaboração e encaminhamento dessa proposta”.

O professor Oliveira Filho lembrou que a FMVZ foi a primeira instituição brasileira a criar um programa de residência em Medicina Veterinária, no ano de 1973. “Tivemos o pioneirismo no passado e hoje temos um dos maiores programas de residência em Medicina Veterinária no país em número de bolsas e, com certeza, o maior de toda a Unesp. Com essa massa crítica que virá, a FMVZ tem a chance de mudar o seu rumo, melhorando o nosso Hospital e a unidade como um todo. É preciso saber onde estão nossas dificuldades, distribuir bem essas bolsas nas nossas áreas de atuação, de uma forma que nos permita avançar em qualidade e colher os benefícios”.  

O professor Celso Rodrigues, diretor da unidade, agradeceu a comunidade da FMVZ. “Esse fato é um divisor de águas para nós. É fruto do trabalho árduo de todas as pessoas que estão envolvidas com a Faculdade nesses 54 anos de história”. O professor Oliveira Filho complementou. “O empenho de nossos docentes, servidores técnico-administrativos, Diretoria, Seção de Pós-Graduação e Conselho de Residência, bem como a qualidade dos nossos egressos, fez a diferença para que tivéssemos sucesso”.

O coordenador do Programa de Residência também fez questão de agradecer alguns colaboradores. “Agradeço a professora Marisa Aparecida Cabrini Gabrielli, integrante da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde, que sempre ressaltou a importância do papel da Unesp no âmbito dos programas de residência. Também somos gratos ao apoio da professora Cristina Maria Garcia de Lima Parada, coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde e em Área Profissional da Saúde da Unesp (Coremu), da servidora Carla Donini, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Unesp, além da Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu”.

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA - UNESP - CÂMPUS DE BOTUCATU/SP
Assessoria de Imprensa 
imprensa@fmvz.unesp.br
Fone (14) 3880-2240

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog