A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, outubro 24, 2016

Mercado de alface cresce continuamente no Brasil



Há cinco anos consecutivos a cultura registra crescimento médio de 4% ao ano



Dentre o segmento de folhosas, a alface é a hortaliça mais consumida pelo brasileiro e representa 50% de toda a produção e comercialização nacional deste segmento. A cultura é também a terceira em maior volume de produção, perdendo apenas para melancia e tomate, movimentando 8 bilhões de reais no Varejo, com produção de mais de 1,5 milhão de tonelada por ano.

Nos últimos cinco anos, o mercado de alface tem registrado um crescimento médio de 4% ao ano. Segundo Paulo Koch, Diretor de Marketing da multinacional de sementes Sakata, empresa líder em alfaces no Brasil, o aumento se deve às novas exigências de mercado, principalmente por parte dos consumidores. "Houve uma diversificação muito grande nas preferências e formas de consumo desta hortaliça pela população. Requisitos como diferentes tipos de crocância, novas texturas, tamanhos e sabores surgiram como demandas para atender os novos hábitos do consumidor, que busca cada vez mais a saudabilidade na alimentação", esclarece Koch.

De acordo com o gestor, a Sakata investe continuamente no desenvolvimento de novas variedades para entregar ao mercado produtos diferenciados. Apenas neste ano, a empresa já lançou três novas variedades de alfaces, além de outras 11 hortaliças. "A Sakata atua fortemente em pesquisas de melhoramento genético, com foco no melhor custo benefício para consumidores e produtores, aliando alto desempenho a campo e também elevado padrão de qualidade à mesa", explica Koch.

Crespa e Americana lideram ranking

Atualmente, as duas variedades de alface mais consumidas no país são a Crespa – mais de 50% – e a Americana. Para estes dois segmentos de mercado, a Sakata desenvolveu recentemente três novas variedades de alfaces.

A primeira delas é a alface Crespa Valentina, que se destaca pela excelente qualidade visual, devido ao seu grande porte, com folhas compridas e de cor verde brilhante, preferência entre os consumidores. Já as outras duas são as alfaces Americanas de Verão, Dora e Serena, que agregam excelente qualidade de cabeça, com folhas extremamente crocantes, além de coloração verde intensa e brilhante, que é sucesso na hora da comercialização.

Os lançamentos – Valentina, Dora e Serena – agregam ainda excelentes resultados a campo, com tempo reduzido de produção e menor utilização de insumos agrícolas, além de proporcionarem alta rentabilidade, qualidade importante para o produtor que desejar investir neste mercado.

A Sakata possui também outras variedades de grande destaque no mercado como as alfaces mini, roxa, mimosa, entre outras presentes em seu portfólio de produtos.



MyPress & Co. 
imprensa@mypress.com.br
(19) 3304-4833 | (19) 3304-6622
Jornalistas Responsáveis: 
Isabella Monteiro
isabella@mypress.com.br
(19) 9 7410-1620
Daniela Mattiaso
daniela@mypress.com.br
(19) 9 8291-9444

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog